O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, durante entrevista à imprensa no Palácio do Planalto, sobre as empresas públicas que serão incluídas na lista de privatização até o final do ano.

Uma série de fraudes no pagamento do auxílio-emergencial de R$600 por conta da pandemia do novo coronavírus, estão sendo investigadas pela Abin (Agência Brasileira de Inteligência), o anúncio foi feito pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, durante a coletiva de imprensa no Palácio do Planalto, nesta terça-feira (07).

“Esses recursos são para as pessoas, não é para fraudador, fraudadores, atenção, vocês vão acabar na cadeia.”, alertou o ministro.

Onyx ainda destacou o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro, o ministro disse que é preciso ter um equilíbrio entre as medidas de saúde e a atividade econômica durante a pandemia.

O auxílio-emergencial de R$600 é a forma que o governo federal encontrou para garantir uma renda por três meses aos trabalhadores informais, intermitentes e microempreendedores afetados pela crise.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram