Ouça essa matéria na integra

O ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando de Souza, o Pezão, disse, em entrevista a revista Veja, ainda ser amigo do ex-presidente Lula e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ). 

Em sua primeira entrevista fora da prisão, Pezão disse que o petista o ligou dias antes do Natal para falar que ele ‘não abaixar a cabeça’, pois ele sairia da prisão.

Segundo o ex-governador, Maia expressa apoio à ele.

Em liberdade há cerca de dois meses, Pezão ainda é reú na Lava Jato e responde por crimes como lavagem de dinheiro e organização criminosa por ser apontado como integrante de um esquema de corrupção chefiado pelo também ex-governador Sérgio Cabral.

Preso na operação Boca de Lobo, Pezão foi solto por decisão do STJ em dezembro de 2019. Por determinação da Justiça, ele tem que cumprir medidas cautelares, como usar tornozeleira eletrônica, não ter contato com outros réus e não permanecer na rua no horário entre 20h e 6h.