A pré-candidata à disputa para comandar Fortaleza já tem nome, sobrenome e principalmente partido. Luizianne Lins que inclusive já foi prefeita do município foi a escolhida pelo Partido dos Trabalhadores (PT) para concorrer novamente ao cargo, ela inclusive já possui fortes apoiadores dentro do partido como: a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, e Fernando Haddad. Luizianne já inclusive chegou a fazer promessas que irá liderar a cidade a “frente de forças anti-bolsonaristas na cidade”. Com isso o PT pretende ampliar suas alianças com outras siglas.

Um levantamento realizado pelo jornal O Estado de S. Paulo, revelou que a pré-candidata  já foi acusada pelo Superior Tribunal de Justiça de cometer improbidade administrativa (ato ilícito contra a administração pública). Além do fato é claro dela também ter respondido pelo crime de responsabilidade e ser suspeita de fraudes por atrasos na entrega de dados das contas da prefeitura. Porém, ela, nega que tenha cometido os crimes.