Deputados do PSOL solicitaram nesta quinta-feira (28) a convocação do ministro da Justiça, André Mendonça, para esclarecer sobre um pedido de habeas corpus, em nome do ministro da Educação, Abraham Weintraub, ingressado no Supremo Tribunal Federal (STF) hoje. 

No pedido, os deputados do PSOL afirmaram que a atitude de Mendonça “afronta gravemente o que determina a legislação federal sobre o exercício do cargo” e que constitui “verdadeiro abuso de poder, improbidade administrativa, desvio de finalidade, razão pela qual merece ser imediatamente esclarecida perante este Parlamento”.

Segundo o PSOL, membros de outros de outras legendas de oposição apoiam o requerimento, que contou com as assinaturas dos deputados Alessandro Molon (PSB-RJ), André Figueiredo (PDT-CE), Enio Verri (PT-PR), José Guimarães (PT-CE), Perpétua Almeida (PCdoB-AC) e Wolney Queiroz (PDT-PE).