Foto: reprodução

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, mandou a Procuradoria-Geral da República, Augusto Aras, analisar a notícia-crime contra Jair Bolsonaro protocolada pelo petista Reginaldo Lopes.

O deputado acusou o presidente de “conduta irresponsável, tenebrosa e criminosa” no combate à pandemia do novo coronavírus.

No pedido, ele ainda alega que Bolsonaro colocou em risco a saúde da população ao tomar decisões sobre a Covid-19.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram