O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, durante abertura do terceiro dia de julgamento, sobre a validade da prisão em segunda instância no Supremo Tribunal Federal (STF)

Durante uma reunião convocada por Dias Toffoli para discutir com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre as medidas de contenção do novo coronavírus no Supremo, vários ministros evitaram se tocar.

À exceção de Dias Toffoli e Alexandre de Moraes, todos têm mais de 60 anos e a maioria agora prefere não cumprimentar mais com aperto de mãos.

Para piorar, há meses o edifício principal da Corte passa por uma reforma para trocar as vidraças externas, o prédio está todo coberto por divisórias, sem janelas para o lado de fora, segundo O Antagonista.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram