Durante videoconferência internacional com líderes mundiais, Bolsonaro disse que o Governo Federal está tratando com o governo do Líbano o envio de uma equipe técnica multidisciplinar para colaborar na perícia das explosões. “Convidei como meu enviado especial e chefe dessa missão o senhor Michel Temer, filho de libaneses e ex-presidente do Brasil”, disse.

Ex-presidente Michel Temer se disse honrado com o convite de Bolsonaro para chefiar missão no Líbano e divulgou uma nota.

NOTA À IMPRENSA

“O ex-presidente Michel Temer está honrado com o convite feito pelo presidente Jair Bolsonaro para chefiar a missão humanitária do Brasil no Líbano. Quando o ato for publicado no Diário Oficial serão tomadas as medidas necessárias para viabilizar a tarefa.”