Foto: reprodução

Ouça essa matéria na integra

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, paralisou pelo menos sete investigações envolvendo crimes ambientais na Amazônia, diz O Globo.

Elas foram paralisadas por conta da decisão do ministro sobre o Coaf e envolvem desmatamento e mineração ilegal.

Em um dos casos, segundo o jornal, “o volume financeiro movimentado pela organização investigada chega a 100 milhões de reais em quatro anos”.