Foto: arquivo/Agência Brasil

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, abandonou nesta terça-feira (25), a sala da reunião do Conselho dos Direitos Humanos da (ONU), em Genebra, na Suíça, em forma de protesto contra a ditadura da Venezuela de Nicolás Maduro.

Damares deixou a reunião assim que o representante da Venezuela, Jorge Arreaza, começou a falar e representantes do Ministério de Relações Exteriores (Itamaraty), que acompanhavam a ministra, também deixaram a reunião.

Assista

Siga a Gazeta Brasil no Instagram