Reprodução

O deputado federal Filipe Barros, PSL do Paraná, comentou na manhã desta quarta-feira (27), sobre os mandados de busca e apreensão feitas pela Polícia Federal (PF), no inquérito ilegal das Fake News, instaurado pelo ministro do STF, Dias Toffoli e relatada por Alexandre de Moraes.

Barros também foi alvo da operação.

“É MAIS QUE OFICIAL: VIVEMOS A DITADURA DO STF. SÓ O POVO NA RUA PODE DETÊ-LA.”

Barros é um dos principais articuladores da criação da Aliança pelo Brasil, futuro partido da família Bolsonaro.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram