O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, está tendo bastante dificuldade para conseguir um líder a seu favor na Assembleia Legislativa do Rio e inclusive sua lista de candidatos possui cada vez menos nomes, nem mesmo dentro de seu partido, segundo a revista Veja.

Em razão da falta de deputados querendo estar a seu favor  no governo por questões óbvias já que o governador é alvo de um processo de impeachment.

 Uma nova guinada ocorreu após  Bruno Dauaire, então escolhido para a liderança na Casa, se recusar a avaliar o situação de Witzel que agora pode ter que fazer uma escolha nada ortodoxa: alguém que integre o baixo clero.

O nome que constam nas apostas é o de Giovani Ratinho, do PTC, que inclusive já chegou a vistar o governador no Palácio Guanabara nesta segunda-feira (13). Na agenda, o encontro constava como uma visita de cortesia.