A deputada federal Carla Zambelli chamou nesta quarta-feira (09), o governador de São Paulo, João Doria, de “canalha”. O motivo foi um pronunciamento feito pelo tucano ao tentar obter para si, o mérito da indicação da hidroxicloroquina no combate ao coronavírus (Covid-19).

“Qual será o limite do ser humano para ele ser canalha?”, questionou Zambelli em relação a Doria, durante um vídeo que postou em seu canal no Youtube.

Ontem, o tucano disse que o coordenador do comitê de controle do  coronavírus em SP, David Uip, recomendou na última semana ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, a distribuição da Cloroquina na rede pública do país.

“Eu tenho orgulho de não ter participado da sua campanha para governador. Tenho orgulho de não ter esse peso na consciência”, afirmou. “Essa culpa, eu não vou carregar”.

“De agora em diante, você ganhou uma grande inimiga. O que você fez hoje de tentar tomar para si, algo que o Jair Bolsonaro está fazendo a 40 dias falando da cloroquina e você vem falar que seu secretário falou com o Mandetta?”, questionou.

“Ou você ta querendo trazer só pra si, o benefício da cloroquina ou você ta querendo ferrar o Mandetta”, continuou.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram