CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Grupo Globo terá que pagar R$ 200 mil em parcelas para o jornalista Rivelino Teixeira. O ex-funcionário da emissora carioca venceu um processo trabalhista contra a Globo, na ação, Teixeira afirma que foi  demitido horas antes de uma transmissão da Série B em 2017. A decisão foi dada pela 5ª Vara do Trabalho de São Paulo. Caso queira, a Globo ainda pode recorrer. As informações são do Uol.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a ação que o Uol Esporte teve acesso, o jornalista argumentou que havia falta de pagamento de férias e horas extras, além de indenização por constrangimento e assédio moral na demissão. Além disso, ele também afirmou que não tinha intervalo para repouso ou alimentação e que ganhava menos do que colegas que desempenhavam a mesma função.

O juiz Carlos Eduardo Ferreira de Souza Duarte Saad, ao assinar a sentença negou que a Globo tenha constrangido o ex-funcionário na dispensa, mas deu ganho de causa em todos os outros pedidos do comentarista.

Segundo o Uol, o comentarista foi exonerado juntamente com a grande leva de dispensas do Esporte da Globo ocorrida em outubro de 2017. Procurada pela reportagem do UOL Esporte, a Globo informou que “não se manifesta sobre assuntos sob judice”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE