Ouça essa matéria na integra

O cunhado de Ana Hickmann, Gustavo Correa, foi absolvido neste início de tarde, por unanimidade, pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais, da acusação de homicídio de Rodrigo Augusto de Pádua, fã que invadiu um hotel no Belvedere, região Centro-Sul de Belo Horizonte, onde estava a apresentadora.

“A família está aliviada, após 3 anos e 3 meses de sofrimento. A sentença confirma que Gustavo agiu em legítima defesa”, argumentou à coluna o advogado do caso, Fernando José da Costa.

 

Gustavo, hoje com 42 anos, estava com a esposa e Ana Hickmann no dia da tentativa de sequestro. Todos foram feitos reféns e, após descuido do sequestrador, Gustavo desferiu três tiros contra ele e o matou.

 

Em primeira instância, no ano passado, a juíza Âmalin Aziz Sant’Ana o absolveu, entendendo que se tratou de legítima defesa. Gustavo foi novamente julgado, hoje, após pedido de recurso feito pelo Ministério Público de Minas.

No Instagram, Ana Hickman postou álbum de fotos com o cunhado e familiares agradecendo a Deus pela absolvição por 3 a 0.

“Obrigada a todos que oraram, a todos que torceram, obrigada por cada mensagem de apoio e carinho”, disse a apresentadora. E agradeceu ao advogado “por ter trazido a paz de volta”.

-Por Estadão