Foto: Reprodução/Twitter

Pela 1ª vez, as redes sociais à frente da TV como fonte de informação para os brasileiros, informa relatório da Reuters Digital News Report. São 67% os que dizem usá-las para se informar e 66% os que citam a televisão.

A categoria online é citada por 87% e lidera como fonte de notícias acessada pela maior parcela dos brasileiros. Isso inclui redes sociais e veículos que são apenas on-line, de acordo com a Reuters. Só 23% dizem se informar por jornal impresso. Em 2013, quando o estudo começou, eram 50%.

O Facebook é a rede social mais usada para os brasileiros se informarem: 54% afirmam ler notícias pela plataforma. O Youtube (usado por 45%) cresceu no último ano e ameaça a vice-liderança do WhatsApp (48%), que caiu 5 pontos percentuais de 2019 a 2020.

A pesquisa foi feita on-line pelo site Yougov e inclui apenas entrevistados que afirmaram ter lido notícias no último mês. O levantamento alerta que em países com acesso mais limitado à internet, como o Brasil, a amostragem tende a se concentrar em áreas mais urbanas e em pessoas mais ricas e mais conectadas, o que pode interferir no resultado. Ao todo, foram entrevistadas mais de 80.000 pessoas em 40 países. No Brasil, foram 2.058 entrevistas.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram