Ouça essa matéria na integra

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), descartou nesta segunda-feira (12), qualquer possibilidade de criar novamente a CPMF na reforma tributária, durante evento do mercado financeiro na cidade de São Paulo.

“A única certeza que eu tenho é de que nós não vamos retomar a CPMF na Câmara em hipótese alguma”, afirmou o presidente da Câmara.

Maia também afirmou que deseja terminar o texto base da reforma tributária até o final deste ano.

“Vamos tentar construir neste semestre um texto para que a gente possa avançar. A gente sabe que tem outros atores, a gente tem que entender como esses atores influenciam o plenário da Câmara.”, disse.

Na última sexta-feira (9), o presidente Jair Bolsonaro (PSL), também negou a possibilidade de retorno do imposto.“Já falei que não existe CPMF. O que [o governo] quer mexer, tudo proposta, não vai depois dizer lá na frente que eu recuei, mas tudo é proposta… Nós queremos facilitar o imposto de renda, aumentar a base, acabar com algumas deduções, diminuir o imposto máximo de 27,5%, diminuir um pouco. Essa que é a ideia”, disse o presidente.