Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Brasil

TRF-4 põe em dúvida competência da Vara da Lava Jato no caso Lulinha

O desembargador João Pedro Gebran Neto, do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) negou pedido da defesa do empresário Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha, para tirar da Justiça Federal de Curitiba a investigação sobre as ligações entre a Gamecorp/Gol e a Oi/Telemar. Na decisão, no entanto, o magistrado coloca em dúvida a competência da Vara da Operação Lava Jato em Curitiba para julgar o caso. Gebran alega que, antes de tirar o caso do Paraná, é preciso saber para qual foro vai a investigação.

Lulinha e a Gamecorp foram alvo de buscas e apreensões da Operação Mapa da Mina, fase 69 da Lava Jato, desencadeada na terça, 10. A força-tarefa de Curitiba argumenta que recursos ilícitos podem ter sido usados na compra do sítio de Atibaia usado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O imóvel está em nome de dois sócios de Lulinha, Jonas Suassuna e Kalil Bittar.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Na semana passada o advogado de Lulinha, Fábio Tofic Simantob, pediu que a investigação fosse tirada de Curitiba alegando que o caso não tem vínculos com os desvios da Petrobrás investigados pela Lava Jato.

Ao negar a liminar, Gebran Neto coloca em dúvida a competência da 13.ª Vara Federal de Curitiba sobre o caso.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Com a devida vênia, não vislumbro com a mesma nitidez a competência da 13.ª Vara Federal de Curitiba para processamento do feito”, diz o desembargador.

“Em linha de princípio, tenho que a conexão entre os fatos principais e possíveis desdobramentos que teriam levado ao pagamento do sítio de Atibaia é bastante tênue, senão inexistente. Da mesma forma, mostra-se questionável a associação dos fatos envolvendo a compre do sítio de Atibaia e eventuais contribuições da empresa Andrade Gutierrez (sócia da Oi e investigada na Lava Jato) para a Gamecorp”, completa o magistrado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Gebran Neto recusa a tese segundo a qual a Lava Jato é responsável pelo caso já que as supostas provas contra Lulinha foram encontradas no curso das investigações sobre a Petrobrás.

“Em regra, a competência se dá em razão de fatos, não pela comunhão de investigados ou colaboradores, exceto quando efetivamente conexos. Mesmo nos casos de encontro fortuito de provas há de se preservar a regra geral de competência”, diz o desembargador.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Segundo ele, os únicos elos aparentes entre a investigação sobre o filho de Lula e a Lava Jato são a natureza dos crimes investigados e alguns dos nomes envolvidos.

“Não vejo com clareza, da narrativa ministerial, elo de ligação entre os fatos narrados na promoção de busca e apreensão – o que será objeto de melhor apreciação pelo Colegiado – e aqueles praticados em desfavor da Petrobras, exceto pela prática de crimes da mesma espécie e pela participação, em alguma medida, de personagens comuns”, diz ele.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Por fim, Gebran Neto diz que embora a tese da defesa seja plausível, é necessário esclarecer o local onde os supostos crimes investigados foram cometidos antes de tirar o caso da Justiça Federal de Curitiba.

“Há pontos que ainda merecem esclarecimento. Para que se possa definir com precisão, diante de eventual declinação de competência, qual o juízo de remessa, mostra-se imprescindível saber, por exemplo, informações sobre contratos existentes, local de assinatura, local em que foram realizadas operações financeiras e composições societárias”, argumenta o desembargador.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Gebran Neto foi o relator, no TRF-4, do julgamento do caso do sítio em Atibaia, que rendeu a maior pena aplicada a Lula até agora na Lava Jato, 17 anos e um mês de cadeia.

A força-tarefa investiga possíveis conexões entre contratos de R$ 132 milhões da Oi/Telemar com a Gamecorp/Gol e atos do ex-presidente que teriam beneficiado a empresa de telefonia, entre eles o que autorizou a fusão entre a Oi e a Telemar. Lulinha e seus sócios negam que exista essa relação. / Agência Estado

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

idoso morto

Brasil

Na última terça-feira (16), a dona de casa Erika de Souza Vieira Nunes, de 42 anos, foi detida em flagrante ao tentar sacar R$...

Últimas Notícias

Citando “fontes militares sênior dos EUA”, a Fox News relata que o alvo do suposto ataque israelense da noite passada no Irã foi uma...

Inteligência artificial homem suicídio Bélgica Inteligência artificial homem suicídio Bélgica

Últimas Notícias

A questão sobre quais empregos serão substituídos pela inteligência artificial e quais profissionais serão mais afetados tem ganhado destaque nos últimos anos, à medida...

Últimas Notícias

O prefeito do cantão de Portovelo, Jorge Maldonado, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira (19), em mais um crime de violência que...

Destaques

Após uma audiência de custódia nesta sexta-feira (19), a Justiça Eleitoral decidiu manter a prisão preventiva do ex-deputado Wladimir Costa (sem partido). O político...

RESUMO DO DIA

✅Flávio Dino Leva Ao Plenário Do STF Decisão Que Derrubou Bloqueio Do WhatsApp Flávio Dino leva ao plenário do STF decisão que derrubou bloqueio...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

cigarros eletrônicos

São Paulo

Na tarde desta quinta-feira (18), um homem foi preso pela equipe do 5° Batalhão de Polícia Militar Rodoviária após ser flagrado dirigindo um caminhão...

Brasil

O Conselho Federal de Medicina (CFM) absolveu, nesta quinta-feira (18), o ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, das acusações que...

São Paulo

Um homem, de 35 anos, foi baleado no cotovelo direito por um policial militar de folga após roubar a bolsa de uma mulher na...

Últimas Notícias

Belém, 19 de abril de 2024 – Um assalto à mão armada ocorreu na madrugada da última quinta-feira (18) em uma empresa de segurança...

suborno suborno

Brasil

Na quinta-feira (18), um homem foi detido em flagrante em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, após tentar subornar o Secretário da Fazenda de...

PCC PCC

Brasil

Na quinta-feira (18), uma ação coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia, em Minas Gerais, resultou na...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit