Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Brasil

Zambelli acredita que aliados de Lula organizaram ataque contra ela

Na noite deste sábado (29), a assessoria de imprensa da deputada federal (PL) Carla Zambelli divulgou uma nota sobre o episódio em que a deputada federal sacou e apontou uma arma contra um homem nos Jardins, em São Paulo. A parlamentar acredita que o ataque pode ter sido “planejado por aliados da campanha de Lula”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em nota, a Polícia Militar disse que foi acionada volta das 16h30 para atendimento de ocorrência na Alameda Lorena. “No local, uma deputada federal informou que estava em um restaurante quando passou a ser ofendida e empurrada por pessoas não identificadas, motivo pelo qual sacou a pistola que portava. O caso será apresentado ao plantão do 78º DP (Jardins), em funcionamento no prédio do 4º DP (Consolação), para registro do boletim de ocorrência e devidas providências de polícia judiciária.”

Zambelli, por ser deputada, pode ter porte de arma. Segundo, a Secretaria da Segurança, o porte de arma da parlamentar é particular e foi emitido pela PF.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

 

Eis a nota de Zambelli:

“Neste sábado (29), por volta das 16H45, a deputada federal Carla Zambelli (PL) foi vítima de uma agressão no bairro Jardins, em São Paulo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O episódio aconteceu quando a deputada estava de saída de um restaurante localizado entre a Avenida Lorena com a Rua Joaquim Eugênio Lima.

“Não foi um simples pressentimento. O restaurante possui várias janelas e enquanto eu ainda estava no local com meu filho de 14 anos, observei uma movimentação estranha pelas imediações.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Ao sair do restaurante, vários homens e uma mulher começaram a cuspir na deputada que foi chamada de filha da puta e prostituta espanhola. Testemunhas locais informaram que o grupo gritava o nome de Lula.

Após cair no chão. Numa fração de segundos, a deputada examinou o fluxo de pessoas, sacou uma arma da cintura e acelerou em direção ao agressor que entrou num bar. Não houve disparos, mas Carla ficou com hematomas nas pernas após o ataque.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A deputada federal possui registro de arma de fogo para defesa pessoal.

A Resolução do TSE que proíbe o porte aplica-se apenas aos CACs [Colecionadores, Atiradores Desportivos e Caçadores], ou para ingresso de armas em seções eleitorais. Após o incidente, Carla Zambelli registrou boletim de ocorrência contra os agressores.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Após o incidente, Carla Zambelli registrou boletim de ocorrência contra os agressores.

Na noite desta sexta-feira (28), dados pessoais da deputada Carla Zambelli e de diversos apoiadores do Presidente Bolsonaro(PL) foram divulgados em postagens do Twitter e outras plataformas. No Twitter, o perfil falso chamado @stcdados foi um dos primeiros a compartilhar o conteúdo que foi amplamente divulgado. Um dos perfis que participaram do crime foi o @anonymousSTC, que conta com vários seguidores conhecidos como Jean Willys, Manuela D’ávila e alguns jornalistas com perfil verificado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Pouco antes do último debate presidencial, Zambelli começou a receber milhares de ligações e mensagens ofensivas de desconhecidos. Até 2h de sábado (29), o telefone havia recebido mais de 800 ligações e mais de 42 mil mensagens de whatsapp.

A deputada publicou um vídeo no seu perfil do Instagram e tranquilizou amigos e apoiadores. Na ocasião, ela mostrou algumas mensagens de ameaças que recebeu. “Foi muito rápido, um monte de números desconhecidos começou a ligar e enviar mensagens ofensivas, pornografia. Me chamavam de nazista, vagabunda, além de me ameaçar de morte com imagens de rituais de magia negra”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Carla Zambelli acredita na possibilidade de o ataque ter sido planejado por aliados da campanha de Lula. “Em várias publicações eles admitem que iriam “travar” a comunicação dos aliados de Bolsonaro” na hora do debate. Ela também acredita que organizações internacionais possam estar envolvidas, e lembrou que “foi o Ministro Edson Fachin que apontou para o risco de hackers estrangeiros atuarem nas eleições de 2022”.

O episódio fez com que apoiadores repudiassem a divulgação da privacidade e o ataque pesado que Carla recebeu.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em seus perfis, Carla recebeu centenas de mensagens de eleitores, seguidores e amigos que repudiaram o ataque e desejaram força.

A deputada está encaminhando todas as mensagens para a sua equipe jurídica e garantiu que acionará a todos que participaram nas esferas penal e cível.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Divulgar dados pessoais é crime. Ameaçar e perseguir alguém, por qualquer meio, também. São crimes com previsão de penas que podem ultrapassar dois anos de reclusão. A associação de várias pessoas para a prática do crime, é um agravante que aumenta as penas previstas.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

O impacto de vários projéteis russos em uma área residencial na cidade de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, resultou na morte de pelo menos...

Mundo

O mundo está à beira de uma catástrofe, disse o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, na sexta-feira, apontando os riscos de um potencial conflito...

Mundo

Três pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio em um supermercado em Fordyce, no Arkansas (EUA). A informação foi dada pela Polícia...

Brasil

Professores de ao menos 25 universidades federais encerraram a greve iniciada em meados de abril, de acordo com apuração da Agência Brasil. O prazo...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

Nesta sexta-feira (21), o congressista republicano Chris Smith enviou uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, exigindo esclarecimentos sobre...

Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Política

Nesta sexta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que está “feliz” com a atuação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, afirmou neste sábado (22) que o mundo enfrenta uma “prova de fogo” para preservar...

Brasil

Um homem de 28 anos faleceu após cair da sacada de um prédio na manhã de sexta-feira (21), na Vila Andrade, zona oeste de...

Brasil

O Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos de São Paulo (Sindguardas-SP) notificou a prefeitura da capital paulista após constatar que agentes que trabalham na região...

Brasil

No dia 21 de junho, sexta-feira, faleceu Davi Freire Zerbone, de 4 anos, que havia sido admitido no Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em...

Brasil

Um homem procurado pelo feminicídio de sua ex-companheira em Sorocaba, interior de São Paulo, foi capturado na capital enquanto tentava escapar. Segundo informações dos...

Brasil

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta sexta-feira (21) que o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, será parcialmente reaberto na primeira...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit