Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Lincoln Gakiya e Ricardo Nunes

Brasil

Operação do Ministério Público de São Paulo desarticula grupo suspeito de fraudes em licitações

O Ministério Público de São Paulo conduziu uma operação nesta terça-feira (16) com o objetivo de desarticular um grupo suspeito de envolvimento em fraudes em licitações em todo o estado. A ação resultou na emissão de mandados de busca e apreensão em 42 endereços, além de 15 mandados de prisão temporária, todos expedidos pela 5ª Vara Criminal de Guarulhos. Os mandados de prisão incluem agentes públicos, incluindo três vereadores de cidades do Alto Tietê e litoral.

A operação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público de São Paulo, em conjunto com a Polícia Militar. De acordo com as investigações, as empresas alvo da ação teriam atuado repetidamente para manipular a competição nos processos de contratação de mão de obra terceirizada em diversas prefeituras e câmaras municipais do estado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As empresas investigadas detêm contratos públicos que somam mais de R$ 200 milhões nos últimos anos, alguns dos quais supostamente atendiam a interesses do Primeiro Comando da Capital (PCC), que teria influência na seleção dos vencedores das licitações e na distribuição dos valores obtidos ilegalmente. Diversos municípios, incluindo Guarulhos, São Paulo, Ferraz de Vasconcelos, Cubatão, Arujá, Santa Isabel, Poá, Jaguariúna, Guarujá, Sorocaba, Buri e Itatiba, estão com contratos sob análise.

Os promotores destacam a simulação de concorrência com empresas parceiras ou do mesmo grupo econômico, além de evidências de corrupção envolvendo agentes públicos e políticos, como secretários, procuradores, presidentes de câmaras de vereadores e pregoeiros, entre outros crimes como fraudes documentais e lavagem de dinheiro.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O promotor de Justiça Lincoln Gakiya, do Ministério Público de São Paulo, afirmou neste domingo (15) que a Prefeitura de SP e a SPTrans foram omissas e negligentes ao assinarem contratos de concessão de ônibus com empresas investigadas por ligação com o PCC na capital paulista.

Na semana anterior, uma operação semelhante, denominada ‘Operação Fim da Linha’, resultou na prisão de quatro dirigentes de empresas de ônibus da capital paulista, também acusados de conexão com o PCC. Segundo os promotores, as empresas Transwolff e UPBus eram usadas para lavagem de dinheiro da organização criminosa. Como resultado da operação, a Justiça determinou intervenção nas duas empresas pela SPTrans e pela Prefeitura de São Paulo, a fim de garantir a continuidade das linhas de ônibus operadas por elas na cidade.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

frio brasil chuva

Brasil

O Brasil se prepara para receber a primeira onda de frio do ano, de acordo com a previsão divulgada pelo instituto de meteorologia Climatempo....

André Pedroni Motorista André Pedroni Motorista

São Paulo

Na tarde desta quarta-feira (22), o condutor do carro de luxo envolvido no atropelamento de um motociclista em Barueri, na Grande São Paulo, compareceu...

Brasil

Entre quinta-feira (23) e sexta-feira (24), a formação de um ciclone extratropical no oceano, próximo à costa gaúcha, irá acentuar o contraste térmico entre...

Brasil

A denúncia apresentada pelo Ministério Público à Justiça sobre o sequestro da advogada Anic Almeida Peixoto Herdy, de 55 anos, em Petrópolis, revela um...

Vídeos

Em um desabafo emocionado nas redes sociais na última segunda-feira (20), Alexandre Correa, ex-marido da apresentadora Ana Hickmann, acusou o jornalista Leo Dias de...

estudantes apanham na alesp estudantes apanham na alesp

São Paulo

Seis estudantes que se envolveram em tumulto na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) durante protesto contra o projeto de lei sobre a implementação...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

STJ Cláudio Castro

Brasil

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) retoma às 15h desta quinta-feira (23) o julgamento dos dois pedidos de cassação do governador...

Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul

Brasil

As adversidades causadas por temporais e enchentes no Rio Grande do Sul desde 29 de abril resultaram em um total de 162 mortes, conforme...

Brasil

O casal da campanha AME Jonatas, Aline e Renato Openkoski, foi preso nesta quarta-feira (22) em Joinville, Santa Catarina, após condenação. Os réus foram...

Brasil

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) aprovou, nesta terça-feira (21), o projeto de lei que permite a implementação de escolas cívico-militares nas redes...

Prisao Prisao

Brasil

Uma mulher de 27 anos foi detida em flagrante na terça-feira (22) pela Polícia Civil local sob acusação de assassinar sua própria filha, uma...

vereadora Tainá de Paula vereadora Tainá de Paula

Brasil

Na noite de terça-feira (21), a vereadora Tainá de Paula (PT) passou por um momento de tensão ao ser alvo de uma tentativa de...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit