Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Júlia

Brasil

Suspeita de envenenamento de empresário promete se entregar à polícia, diz advogada

A advogada de defesa de Júlia Andrade Carthemol, suspeita de envenenar e matar o empresário Luiz Marcelo Antônio Ormond, afirmou que sua cliente se entregará à polícia.

De acordo com a Polícia Civil, Hortência Menezes comunicou ao presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ao titular da 25ª Delegacia de Polícia (Engenho Novo) e à 4ª Vara Criminal, que expediu o mandado de prisão, informando que Júlia se entregaria ainda nesta terça-feira (4).

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Hortência Menezes chegou à 25ª DP por volta das 20h, sem a cliente. Ela discutiu detalhes da entrega com os policiais e informou que Júlia se entregará na quarta-feira, e não mais na noite de terça-feira.

Depoimentos na 25ª DP

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A mãe e o padrasto de Júlia, Carla Cathermol e Marino Leandro, compareceram à 25ª DP pouco depois das 19h para prestar depoimento. Eles foram conduzidos de Maricá, onde residem, até a delegacia no Rio, por não comparecerem voluntariamente às 15h, como era esperado.

Detalhes do crime

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O corpo de Luiz Marcelo Antônio Ormond foi encontrado em avançado estado de decomposição no dia 20 de maio, no apartamento onde residia no Engenho Novo. Vizinhos chamaram o socorro devido ao forte odor.

A Polícia Civil considera Júlia a principal suspeita do crime, acreditando que a motivação seja econômica. Segundo o delegado Marcos Buss, titular da 25ª DP, Júlia estava em processo de formalização de uma união estável com Luiz Marcelo, mas ele teria desistido, o que fortalece a hipótese de homicídio.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

 Investigação e provas

Um funcionário de farmácia afirmou em depoimento que Júlia apresentou uma receita médica para comprar Dimorf, medicamento à base de morfina, que teria sido usado no brigadeirão envenenado consumido pela vítima. O medicamento foi comprado no dia 6 de maio, e a polícia acredita que Luiz tenha morrido no dia 17.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Outras testemunhas e suspeitas

Um homem que se identificou como o atual namorado de Júlia também prestou depoimento, mas não falou com a imprensa. A Polícia Civil solicitou medidas cautelares para rastrear as movimentações financeiras de Júlia e já recuperou alguns bens de Luiz Marcelo, incluindo seu automóvel.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Prisão de Suyany Breschak

Suyany Breschak, que se identifica como cigana, foi presa por suspeita de envolvimento no crime. Ela teria beneficiado-se dos bens do empresário após a morte dele. Suyany afirmou que Júlia possuía uma dívida de R$ 600 mil com ela.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Orlando Neto, ex-marido de Suyany, também prestou depoimento, alegando que Suyany tentou sequestrá-lo e ameaçou envenenar seus filhos. Ele também afirmou que Suyany estava vendendo o carro de Luiz Marcelo e as armas que estavam no veículo.

Defesa de Suyany

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O advogado de Suyany, Etevaldo Tedeschi, negou a participação de sua cliente no crime. Ele declarou que Suyany recebeu o carro como pagamento por uma consulta espiritual e que desconhece a dívida de R$ 600 mil.

O caso continua sob investigação, com a polícia tentando rastrear a movimentação financeira de Júlia e localizar mais bens da vítima.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

O mundo está à beira de uma catástrofe, disse o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, na sexta-feira, apontando os riscos de um potencial conflito...

Mundo

Três pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio em um supermercado em Fordyce, no Arkansas (EUA). A informação foi dada pela Polícia...

Brasil

Professores de ao menos 25 universidades federais encerraram a greve iniciada em meados de abril, de acordo com apuração da Agência Brasil. O prazo...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

Nesta sexta-feira (21), o congressista republicano Chris Smith enviou uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, exigindo esclarecimentos sobre...

Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Política

Nesta sexta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que está “feliz” com a atuação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho...

Política

A deputada federal Sâmia Bomfim (PSol-SP) apresentou dois projetos de lei para dificultar a possibilidade de médicos e outros profissionais de saúde se recusarem a...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta sexta-feira (21) que o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, será parcialmente reaberto na primeira...

Brasil

Na cidade de Teresina, a polícia efetuou a prisão de um comerciante e seu irmão sob a acusação de liderarem um grupo criminoso envolvido...

Brasil

A Prefeitura de São Paulo e o Governo Estadual têm instalado grades na Rua dos Protestantes, no centro da cidade, conhecida como Cracolândia, para...

São Paulo

Uma mulher de 46 anos foi presa em flagrante na quinta-feira (20) transportando 25 kg de crack na Rodovia Anhanguera, em Americana, no interior...

São Paulo

A Polícia Civil deflagrou uma grande operação contra roubos e furtos de veículos entre os dias 19 e 20 de junho, no litoral de...

Parque Nacional do Itatiaia Parque Nacional do Itatiaia

Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) recebeu ao longo desta semana vinte representações sobre o incêndio no Parque Nacional do Itatiaia (PNI), iniciado na sexta-feira,...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit