Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Ciência e Tecnologia

Nancy Grace Roman: o novo telescópio espacial promete desvendar mistérios da outra metade da Via Láctea

O novo projeto da NASA, o telescópio espacial Nancy Grace Roman, está programado para ser lançado em maio de 2027. Foi nomeado em homenagem a uma astrônoma americana, que foi uma das primeiras mulheres executivas da agência espacial americana.

Um grupo de astrônomos detalhou, em um artigo científico, os benefícios de usar o Roman para realizar um mapeamento extenso e preciso da Via Láctea, com uma profundidade e amplitude nunca antes vistas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O resultado seria um mapeamento de estrelas sem precedentes, superando em número todas as observações passadas combinadas. “Há uma ampla gama de ciência que podemos explorar com esse tipo de estudo, desde a formação e evolução estelar até o pó entre as estrelas e a dinâmica do coração da galáxia”, disse Catherine Zucker, astrofísica do Centro de Astrofísica Harvard & Smithsonian em Cambridge, Massachusetts.

Segundo explicado pela NASA em um comunicado à imprensa, a ideia para este estudo surgiu da possibilidade que a comunidade científica teve de propor diferentes tipos de estudos para determinar quais realizar com o novo telescópio. O mais votado de todos foi o mapeamento da Via Láctea. Este é um dos três estudos comunitários principais que também incluem o Estudo do bulbo galáctico no domínio do tempo e o Estudo de alta latitude no domínio do tempo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A quantidade de área a ser estudada e a quantidade de filtros a serem usados para mapeá-la ainda precisam ser definidas. Os astrônomos terão que decidir um meio-termo entre essas duas coisas, já que as possibilidades, embora mais amplas do que nunca, não são infinitas.

“Os cientistas dizem que, se cobrisse cerca de 1.000 graus quadrados (uma região do céu tão grande quanto 5.000 luas cheias), poderia revelar mais de 100 bilhões de objetos cósmicos (principalmente estrelas)”, diz o comunicado da NASA. Eles adicionaram que “astrônomos de todo o mundo terão a oportunidade de usar o Roman e propor pesquisas de ponta, permitindo à comunidade astronômica aproveitar todo o potencial das capacidades do Roman para conduzir uma ciência extraordinária”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Roberta Paladini, cientista pesquisadora sênior do Caltech/IPAC em Pasadena, Califórnia, e autora principal do projeto, explica que graças à capacidade deste telescópio, o censo estelar levaria aproximadamente um mês. Enquanto com os telescópios atuais, Hubble e James Webb, o mesmo processo levaria décadas.

A parte oculta da galáxia
A Via Láctea é uma galáxia espiral, com um buraco negro no centro, o Sagitário A*. Tem uma “barra” de estrelas brilhantes que a atravessa de um lado para o outro e, em ambos os extremos, surgem braços que lhe dão sua aparência espiralada.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Todas essas características foram observadas por outros observatórios, como o aposentado Telescópio Espacial Spitzer da NASA, mas com limitações. Devido a isso, Zucker explicou que “temos uma visão muito incompleta de como a outra metade dessa Via Láctea parece além do centro galáctico”. Mas os astrônomos têm a certeza de que o Roman será capaz de captar os detalhes imperceptíveis pelos outros telescópios.

Os dados que poderão ser processados pelo Roman incluem o estudo de estrelas individuais e a subsequente criação de um catálogo estelar. Já foram realizadas missões semelhantes como a Gaia da ESA (Agência Espacial Europeia), na qual foram cartografadas aproximadamente 1 bilhão de estrelas em 3D dentro de 10.000 anos-luz, mas o novo telescópio poderá ver até dez vezes mais longe. “O Roman poderia mapear até 100 bilhões de estrelas a 100.000 anos-luz de distância ou mais (estendendo-se até a borda mais distante de nossa galáxia e além)”, conforme relata a NASA.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Quais serão as capacidades do Roman?

Obter uma visão completa da galáxia é difícil por vários motivos. Um deles é o seu tamanho. Ocupa muito espaço no céu e está repleta de poeira cósmica que obstrui a luz das estrelas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O novo telescópio Roman, ainda em desenvolvimento, pode superar essas dificuldades e conseguir completar suas missões devido à tecnologia que contém. A NASA comentou que este projeto terá um impressionante arsenal de capacidades: “Um grande campo de visão, uma resolução nítida e a capacidade de enxergar através da poeira o tornam o instrumento ideal para estudar a Via Láctea. E ver estrelas em diferentes comprimentos de onda de luz, óptica e infravermelha, ajudará os astrônomos a aprender coisas como as temperaturas das estrelas. Essas informações desbloqueiam muito mais dados, desde a fase evolutiva e a composição da estrela até sua luminosidade e tamanho”.

Isso será possível, em parte, graças à demonstração da tecnologia Coronagraph. Este coronógrafo é “um sistema de máscaras, prismas, detectores e até mesmo espelhos autoflexíveis construídos para bloquear o brilho das estrelas distantes e revelar os planetas orbitando ao redor delas, para mostrar que as tecnologias de imagem direta podem funcionar ainda melhor no espaço do que com os telescópios terrestres”. Em seguida, se o teste de funcionamento durante os primeiros 18 meses da missão do Roman for bem-sucedido, este instrumento poderá ser disponibilizado para toda a comunidade científica como parte de projetos futuros.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Com este telescópio espacial, será possível descobrir regiões recônditas da galáxia, bem como obter dados mais precisos do que nunca sobre os sistemas estelares.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

Destaques

Um homem de 30 anos morreu na manhã deste domingo (14) após ser atacado por seu próprio cachorro da raça pitbull no bairro Jardim...

Hezbollah Hezbollah

Mundo

Em meio à crescente tensão regional após o ataque iraniano de sábado contra Israel, o grupo terrorista Hezbollah lançou uma série de foguetes contra...

Brasil

A Polícia Federal (PF) iniciou uma investigação para identificar as pessoas encontradas mortas em um barco à deriva por pescadores no nordeste paraense neste...

Política

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu cancelar uma conversa agendada para este sábado (13) com o empresário e magnata Elon Musk, dono da empresa...

Mundo

Em meio à escalada de tensões no Oriente Médio, o Ministério da Defesa persa advertiu que qualquer país que permitir o uso de seu...

Últimas Notícias

O Exército israelense confirmou neste sábado o lançamento de “dezenas de drones” do Irã em direção a Israel, mas alertou que levará “várias horas”...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

A pedagoga Fábia Cristina Santos e seu marido Wander José de Jesus desapareceram em 9 de março, após terem sido vistos pela última vez...

Brasil

Durante um intervalo de dez horas no sábado (13), quatro indivíduos perderam suas vidas devido a afogamentos no litoral do estado de São Paulo....

Brasil

Nos últimos dias, tem havido críticas nas redes sociais direcionadas a influenciadores digitais que promovem empresas que oferecem serviços de assessoria para a solicitação...

mega-sena mega-sena

Brasil

Nenhuma aposta acertou as seis dezenas do Concurso 2.712 da Mega-Sena, sorteadas neste sábado (13). Pela sétima vez seguida, o prêmio acumulou. Os números...

Brasil

No Brasil, há uma mobilização significativa por parte dos servidores da educação em universidades e institutos federais, com o objetivo de obter reajustes salariais,...

Últimas Notícias

Pescadores fizeram uma descoberta macabra na manhã deste sábado (13) nas proximidades da Ilha de Canelas, no município de Bragança (PA). Um barco à...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit