Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

amostras de sangue

Ciência e Tecnologia

Estudo da Universidade de Oxford: Proteínas no sangue podem detectar câncer anos antes – Saiba mais!

Um novo estudo promissor da Universidade de Oxford, na Inglaterra, abre portas para a detecção precoce e o tratamento do câncer, utilizando proteínas presentes no sangue. Através da análise de amostras de sangue de mais de 44.000 indivíduos, os pesquisadores identificaram 618 proteínas associadas a 19 tipos de câncer, incluindo tumores de mama, pulmão, próstata e intestino.

A grande descoberta reside na capacidade de detectar essas proteínas até sete anos antes do diagnóstico clínico do câncer. Isso significa que, no futuro, testes de sangue simples podem identificar indivíduos com alto risco de desenvolver a doença, permitindo intervenções precoces e aumentando significativamente as chances de cura.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Pesquisadores compararam as proteínas de pessoas diagnosticadas com câncer e as que não foram, identificando 618 proteínas relacionadas a 19 tipos de câncer, incluindo intestino, pulmão, próstata, linfoma não Hodgkin, fígado e mama.

O estudo, financiado pela Cancer Research UK e publicado na Nature Communications, também encontrou 107 proteínas associadas a cânceres diagnosticados mais de sete anos após a coleta da amostra de sangue do paciente e 182 proteínas fortemente associadas ao diagnóstico de câncer nos três anos seguintes.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Ao revisar e analisar esses dados, os autores concluíram que algumas dessas proteínas poderiam ser usadas para detectar o câncer muito antes e potencialmente fornecer novas opções de tratamento, embora mais pesquisas sejam necessárias.

Especificamente, sugerem que algumas proteínas podem estar envolvidas nas primeiras etapas das doenças oncológicas, o que poderia permitir o tratamento da doença em um estágio muito mais inicial ou preveni-la completamente.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Para prevenir o câncer, precisamos entender os fatores que impulsionam as primeiras etapas de seu desenvolvimento. Esses estudos são importantes porque fornecem muitas pistas novas sobre as causas e a biologia de múltiplos cânceres, incluindo informações sobre o que acontece anos antes de um câncer ser diagnosticado. Agora temos tecnologia que pode observar milhares de proteínas em milhares de casos de câncer, identificando quais têm um papel no desenvolvimento de cânceres específicos”, explicou a doutora Ruth Travis, epidemiologista molecular sênior em Oxford.

Seu colega, Keren Papier, epidemiologista nutricional sênior de Oxford Population Health na Universidade de Oxford e primeira autora conjunta do estudo, enfatizou: “Para salvar mais vidas do câncer, precisamos entender melhor o que acontece nas primeiras etapas da doença e como as proteínas em nosso sangue podem afetar nosso risco de câncer. Agora precisamos estudar essas proteínas em profundidade para ver quais podem ser usadas de forma confiável para a prevenção”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Enquanto isso, Iain Foulkes, diretor executivo de pesquisa e inovação da Cancer Research UK, disse: “Prevenir o câncer significa estar atento aos primeiros sinais da doença. As descobertas desta pesquisa são o primeiro passo crucial para oferecer terapias preventivas, que é o caminho definitivo para proporcionar às pessoas uma vida melhor e mais longa, sem medo do câncer”.

Como mencionado, no primeiro estudo, os cientistas analisaram amostras de sangue do Biobanco do Reino Unido retiradas de mais de 44.000 pessoas, incluindo 4.900 que posteriormente foram diagnosticadas com câncer. Em seguida, em um segundo estudo que analisou dados genéticos de mais de 300.000 casos de câncer, foram encontradas 40 proteínas no sangue que influenciavam o risco de uma pessoa contrair nove tipos de câncer.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Embora a alteração dessas proteínas possa aumentar ou diminuir as chances de alguém desenvolver tumores, em alguns casos, isso poderia causar efeitos colaterais indesejados, descobriram os autores.

Para o trabalho, os especialistas utilizaram a proteômica, o estudo de proteínas para ajudar a entender como as patologias oncológicas se desenvolvem e se propagam, para analisar um conjunto de 1.463 proteínas de uma única amostra de sangue de cada pessoa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Eles compararam as proteínas de pessoas com e sem diagnóstico oncológico, o que lhes permitiu identificar diferenças e estabelecer quais estavam relacionadas ao risco de desenvolver a doença.

Mark Lawler, professor de genômica translacional do câncer e professor de saúde digital na Queen’s University de Belfast, indicou que os dados são impressionantes.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Encontrar evidências de câncer antes que a doença se manifeste clinicamente fornece uma janela crítica de oportunidade para tratá-la com maiores chances de cura. Ainda há trabalho a ser feito, mas é um importante passo adiante em uma doença que afeta um em cada dois cidadãos do Reino Unido durante sua vida”, destacou.

De acordo com as descobertas, embora a alteração dessas proteínas possa aumentar ou diminuir as chances de alguém desenvolver câncer, em alguns casos, pode causar efeitos colaterais indesejados.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Como resumo, os especialistas afirmaram no estudo: “Em conclusão, descobrimos múltiplas associações entre as proteínas sanguíneas e o risco de câncer. Muitos destes eram detectáveis mais de sete anos antes do diagnóstico de câncer e tinham evidências concordantes de análises genéticas, sugerindo que podem desempenhar um papel no desenvolvimento do câncer”.

Eles também acrescentaram: “Identificamos também proteínas que podem sinalizar processos precoces de câncer entre portadores de variantes de risco de câncer estabelecidas, o que pode servir como biomarcadores potenciais para a estratificação de risco e diagnóstico precoce”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

São Paulo

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), sancionou nesta quinta-feira (23) o reajuste do salário mínimo estadual para este ano, elevando o...

Brasil

Um levantamento realizado pelo instituto Paraná Pesquisas trouxe à tona uma análise sobre as preferências eleitorais dos brasileiros, lançando luz sobre possíveis cenários políticos...

gol e azul gol e azul

Negócios

As gigantes do setor aéreo brasileiro, Azul e GOL, deram um passo significativo em direção à ampliação de suas ofertas de voos domésticos ao...

martelo martelo

Brasil

Na noite de quinta-feira (23), um adolescente de 16 anos confessou ter matado seus pais adotivos a marteladas após uma discussão sobre uma aula...

Destaques

Um detalhe até então despercebido em uma fotografia, capturando o reflexo de Lourival Correa Netto Fadiga em um momento de lazer de Anic Herdy,...

Brasil

Um crime brutal chocou a Zona Oeste do Rio na noite desta quinta-feira (23). Um adolescente de 16 anos foi apreendido após assassinar os...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

A confiança do consumidor brasileiro sofreu mais um golpe, revela uma pesquisa recente realizada pelo Instituto Ipsos, evidenciando uma tendência preocupante nos últimos meses....

Brasil

Moradores do Anil, Zona Oeste do Rio de Janeiro, estão em choque após acusações de manipulação eleitoral. O síndico atual é acusado de pagar...

Gabarito cadernos questões Enem Gabarito cadernos questões Enem

Brasil

O período de inscrição para o Enem 2024 começa na próxima segunda-feira (27) e segue até 7 de junho. A inscrição é feita através...

Michel Nisembaum, Michel Nisembaum,

Brasil

Hen Mahlouf Nisenbaum, cujo pai é Michel Nisenbaum, expressou profundo pesar pela perda de seu pai de 59 anos, que foi vítima fatal da...

Isabelly Aparecida Ferreira Moro ácido Isabelly Aparecida Ferreira Moro ácido

Brasil

Uma mulher foi detida pela Polícia Militar (PM-PR) nesta sexta-feira (24) sob suspeita de ter lançado ácido na jovem Isabelly Aparecida Ferreira Moro (foto),...

Lamborghini Lamborghini

São Paulo

Na tarde da última quarta-feira (22), o suspeito de um assalto que culminou no roubo de um Rolex avaliado em R$ 200 mil na...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit