Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Cientistas vírus zumbis novas pandemias
Foto: Criador de Imagens Bing

Ciência e Tecnologia

OMS atualiza lista de bactérias que mais ameaçam a saúde humana

A Organização Mundial da Saúde (OMS) soou o alarme nesta sexta-feira (17) ao publicar uma lista atualizada de 15 bactérias consideradas graves ameaças à saúde humana devido à sua crescente resistência aos antibióticos.

A lista, que não era revisada desde 2017, serve como um alerta para o perigo da resistência antimicrobiana, um problema que já causa 1,27 milhão de mortes diretas por ano e contribui para outras 4,19 milhões de mortes.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As 15 bactérias da lista foram classificadas em três categorias de prioridade: alta, média e crítica. As quatro maiores ameaças, na categoria crítica, incluem a acinetobacter baumannii, Mycobacterium tuberculosis e dois tipos de enterobactérias resistentes a carbapenemos e cefalosporinas.

“[Essas bactérias] Representam grandes ameaças globais devido ao seu grande impacto e à sua capacidade de resistir aos tratamentos e transmitir essa resistência a outras bactérias”, disse a organização em comunicado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Entre as bactérias de alta prioridade estão salmonela e shigella, que causam doenças frequentes em países em desenvolvimento, e outras que frequentemente causam infecções em ambientes de saúde, como pseudomonas aeruginosa e staphylococcus aureus. Outras bactérias da lista representam desafios adicionais aos sistemas de saúde, pois causam infecções persistentes e são altamente resistentes a antibióticos, exigindo pesquisa e intervenções urgentes de saúde pública.

“Desde que a lista foi publicada pela primeira vez, em 2017, a ameaça da resistência antimicrobiana intensificou-se, minando a eficácia de numerosos antibióticos e colocando em risco muitos avanços na medicina moderna”, alertou a chefe do Departamento Antimicrobiano da OMS, Yukiko Nakatani.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A resistência antimicrobiana ocorre quando microrganismos como bactérias, vírus, fungos ou parasitas deixam de responder aos medicamentos, agravando doenças, aumentando o risco de contágio e a mortalidade, além de tornar as patologias mais graves. Esse problema é parcialmente causado pelo uso excessivo e inadequado de antibióticos em muitos pacientes. Um relatório recente da OMS revelou que durante a pandemia de covid-19, houve um uso excessivo de antibióticos em pacientes hospitalizados com a doença, o que pode ter piorado a resistência antimicrobiana.

Embora apenas 8% dos pacientes hospitalizados com covid-19 também apresentassem infecções bacterianas que exigiam antibióticos, esses medicamentos foram prescritos para 75% desses pacientes.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Diante da urgência, a OMS pede um esforço global para combater a resistência antimicrobiana, incluindo:

  • Redução do uso desnecessário de antibióticos: Isso inclui medidas como melhorar a prescrição de antibióticos por profissionais de saúde, educar o público sobre o uso correto desses medicamentos e promover alternativas aos antibióticos quando possível.
  • Investimento em pesquisa e desenvolvimento de novos antibióticos: São necessários novos antibióticos para tratar infecções causadas por bactérias resistentes.
  • Fortalecimento dos sistemas de vigilância: É crucial monitorar a resistência antimicrobiana para acompanhar as tendências e direcionar as ações de combate.
  • Melhoria da higiene e do saneamento: Medidas como lavar as mãos com frequência e desinfetar superfícies ajudam a prevenir a disseminação de microrganismos resistentes.

 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

'Reportagens sobre viagens de ministros do STF são inadequadas e injustas', reclama Toffoli

Justiça

No último ano, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, emitiu diversas decisões que beneficiaram 115 pessoas que solicitaram a anulação de...

Astrônomos detectam o despertar de um buraco negro pela 1ª vez Astrônomos detectam o despertar de um buraco negro pela 1ª vez

Ciência e Tecnologia

Astrônomos europeus acreditam que podem ter testemunhado pela primeira vez o despertar de um enorme buraco negro em uma galáxia distante. O evento cósmico...

picanha picanha

Comer & Beber no Brasil

O Bar da Dirce, localizado na Alameda Santos, 826, em São Paulo, está promovendo uma campanha solidária em parceria com o programa Pânico da...

Irã nuclear Irã nuclear

Mundo

Na semana passada, o astrólogo e vidente Kushal Kumar, que é conhecido como ‘Nostradamus indiano’, afirmou que a 3ª Guerra Mundial vai começar nesta...

Minas Gerais registra dois terremotos em menos de 11 minutos Minas Gerais registra dois terremotos em menos de 11 minutos

Brasil

O Observatório Sismológico da Universidade Federal de Brasília registrou dois terremotos na cidade de Frutal, em Minas Gerais (MG). Os tremores foram também detectados...

Alessandra Dellatorre Alessandra Dellatorre

Brasil

  Alessandra Dellatorre, advogada desaparecida há quase 2 anos, foi encontrada morta. A Polícia Civil confirmou em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

A Prefeitura de Belo Horizonte sancionou e publicou nesta terça-feira (18) a lei que impede a nomeação de pessoas condenadas por crimes de preconceito...

Adolescente de 13 anos Adolescente de 13 anos

Últimas Notícias

Um adolescente de 13 anos esfaqueou dois colegas da mesma idade na Escola Municipal Governador Carlos Lacerda, no bairro Ipiranga, em Belo Horizonte (MG),...

São Paulo

A recepção do Hospital Geral do Grajaú, na zona sul de São Paulo, transformou-se em um palco improvisado na tarde da última quinta-feira (13)....

São Paulo

Na segunda-feira (17), a Polícia Militar encontrou uma “casa bomba” com dez quilos de drogas no Jardim Ângela, na zona sul de São Paulo....

São Paulo

O tatuador brasileiro Diabão Faro do Prado, conhecido anteriormente como Michel Praddo, alcançou um marco significativo em sua vida pessoal e profissional ao oficializar...

Justiça mulher marido facadas SP Justiça mulher marido facadas SP

Brasil

O Brasil pode ter deixado de registrar 24,1 mil homicídios de 2019 a 2022, de acordo com o Atlas da Violência 2024 divulgado pelo...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit