CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Ministério da Economia está empenhado para deixar o novo programa de governo do presidente Jair Bolsonaro, o Renda Brasil,  que irá substituir o Bolsa Família, pronto para ser anunciado, e para isso a pasta agora  estuda acabar com a tarifa social de energia elétrica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na segunda-feira (24) o governo optou por adiar o lançamento do pacote com medidas nas áreas social e econômica, que inclui o Renda Brasil. 

A proposta é que o Renda Brasil aumente o valor médio pago aos beneficiários do Bolsa Família, além de aumentar a quantidade de famílias que deverão ser beneficiadas pelo novo programa, porém, para isso outros programas deverão ser excluídos como o abono salarial, o Farmácia Popular e o salário-família.

A Tarifa Social de Energia Elétrica foi criada pela Lei n° 10.438, de 26 de abril de 2002. Através dela, são concedidos descontos de até 60% para os consumidores enquadrados na subclasse residencial baixa renda.

 
 
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE