Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Coluna

Veja 5 atores de Hollywood que foram cancelados por serem cristãos

Um estudo divulgado pela ONG Portas Abertas em 2017, revelou que os cristãos são o grupo religioso mais perseguido da história. A “Lista Mundial da Perseguição” religiosa, detalha os cinquenta países mais hostis ao cristianismo, segundo dados coletados até novembro de 2016. De acordo com a pesquisa, cerca de 215 milhões de cristãos são perseguidos nesses países — o que faz do cristianismo a religião mais perseguida no mundo atualmente.

Os dados são alarmantes, porém não são novidade. A perseguição está presente no dia a dia de cristãos, seja por meio da força bruta – em países declaradamente anticristãos – ou pelo preconceito velado e a cultura do cancelamento imposta por grupos progressistas que rejeitam os valores conservadores bíblicos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em Hollywood não é diferente. Atores que arriscaram declarar sua fé em Cristo sofreram boicote interno e muitos perderam espaço em produções cinematográficas. Vamos conhecer alguns dos corajosos cristãos que colocaram a fé acima da carreira de sucesso.

Kevin Sorbo

Kevin Sorbo durante as gravações de “Xena: a princesa guerreira”, sucesso dos anos 90.

Kevin Sorbo foi um dos atores mais famosos da TV americana nos anos 90. Conhecido no Brasil por ter interpretado Hércules na famosa série de TV de mesmo nome, ele já contou em entrevistas que sofreu preconceito em Hollywood por ser cristão e conservador.

“Eu acho que ser um conservador em Hollywood ou ser um cristão é ser atacado”

Em seu livro “Minha Jornada de Hércules Para Mero Mortal – Como Quase Morrer Salvou Minha Vida”, o ator conta que quatro meses antes do seu casamento, ele sofreu um problema muscular grave. Sorbo teve um aneurisma acima do ombro esquerdo que o levou a ter três derrames. Após esse episódio que quase o matou, sua vida mudou. A doença o enfraqueceu e impossibilitou seu trabalho, levando o ator a desenvolver depressão e outros transtornos mentais.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Kevin Sorbo passou a ser perseguidos após revelar seu encontro com Deus.

A experiência de quase morte deu a ele uma nova perspectiva sobre o propósito de Deus para a sua vida.

“Acho que foi um alerta para eu seguir o caminho em que estou agora”, diz ele.

“A maioria dos filmes que faço são voltados para a família e baseados na fé, e acho que esse é o caminho que Deus queria me colocar.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Após expor publicamente sua história e sua fé, seus dois agentes ligaram para Kevin para dizer que não trabalhariam mais com ele. De acordo com eles, as posições conservadoras do ator “poderiam causar problemas para eles”. Depois desse episódio, Kevin, que havia sido um dos artistas mais assistidos dos Estados Unidos, nunca mais foi escalado para papéis importantes em Hollywood, caindo no limbo de atores rejeitados pela indústria.

Convencido de que está no caminho certo, Sorbo continua sua carreira atuando e dirigindo filmes principalmente com temas cristãos como o famoso “Deus Não está Morto” (2014) e “Deixados Para Trás” (2023).

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Chris Patt

Chris Pratt tem sofrido perseguição após discursar sobre Deus em premiação do cinema.

O ator Chris Pratt, astro de filmes como “Guardiões da Galáxia” (2023) e “Jurassic World” (2015), também teve problemas ao falar sobre sua fé. Em 2018, durante a premiação do MTV Movie & TV Awards, Chris fez um discurso sobre o amor de Deus.

“Deus é real, Deus te ama e quer o melhor para você. Creia nisso. Eu creio”, disse o ator.

Pouco tempo depois, Pratt começou a ser perseguido, inclusive por colegas famosos na internet. A atriz Ellen Page, protagonista do filme “Juno”, que mudou o nome para Eliot Page após procedimento de “transição de gênero”, foi às redes sociais criticar o ator por frequentar a Zoe Church, em Los Angeles, descrita pela atriz como uma “igreja infame anti-LGBT”.

No ano passado, militantes LGBT fizeram um mutirão de cancelamento na internet para forçar a Marvel a demitir Chris Pratt e tirar dele o papel de Peter Quill/Senhor das Estrelas na franquia.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Apesar dos esforços da militância de esquerda, o diretor do filme, James Gunn, saiu em defesa de Chris e se negou a ceder à pressão. “Para que? Por causa de suas crenças inventadas e totalmente falsas sobre ele? Por algo que outra pessoa lhe disse sobre ele que não é verdade? Chris Pratt nunca seria substituído como Senhor das Estrelas, mas, se ele fosse, todos nós estaríamos com ele”, rebateu Gunn.

Depois desses episódios, Chris percebeu que passou a ser alvo de polêmicas desnecessárias. O artista revelou em entrevista que chorou depois de receber críticas na imprensa e nas redes sociais por mencionar que sua esposa, Katherine Schwarzenegger, tinha dado à luz uma menina saudável em 2021. “Muitos artigos saíram dizendo: “Isso é tão constrangedor. Não posso acreditar que Chris Pratt agradeceria à esposa por uma filha saudável quando seu primeiro filho nasceu prematuro”. O filho mais velho do ator teve hemorragia cerebral, precisando de cuidados especiais.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Jim Caviezel

A conversão de Jim Caviezel ao cristianismo e seu papel em “A Paixão de Cristo” destruíram sua carreira em Hollywood.

A história do norte-americano Jim Cavizel é incomum e emocionante. Marcado pelo seu trabalho em “A Paixão de Cristo” (2004), dirigido por Mel Gibson, Cavizel sofreu bastante durante as gravações do longa-metragem e o que parecia praticamente impossível, aconteceu. O ator foi atingido duas vezes por um raio. A primeira enquanto filmava a cena do Sermão da Montanha e segunda durante a encenação da crucificação. Em uma das vezes, o cabelo de Jim pegou fogo, mas o intérprete de Jesus Cristo saiu ileso.

Após os episódios traumáticos, o ator se converteu ao cristianismo e mudou de vida. Ele conta que já sabia que a sua carreira seria comprometida para sempre após a estreia do filme. Em entrevista ao The Guardian em 2011, Jim Caviezel afirmou que Hollywood simplesmente o rejeitou após o papel.

Jim Caviezel e Mel Gibson durante as gravações do filme “A Paixão de Cristo”.

Depois de sua conversão, o astro foi acusado de fazer parte de uma “extrema-direita raivosa” e suas declarações conservadoras não foram vistas com bons olhos pela indústria cinematográfica hollywoodiana.

Quando se tornou membro da Primeira Igreja Batista de Orlando, Jim disse que aprendeu a aceitar que a destruição de sua carreira de ator era um preço que valia a pena pagar.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Temos que desistir de nossos nomes, nossas reputações, nossas vidas para falar a verdade”.

Apesar das consequências, o ator não se arrepende de ter aceitado o papel e nem de sua conversão ao cristianismo. Segundo declarações do ator ao jornal Daily Mail, por essa interpretação, ele teve que pagar um preço muito alto. “Fazer esse papel com Mel destruiu a minha carreira, mas eu não me arrependo em nada por ter aceito. Ao contrário, aquela oportunidade fortaleceu a minha fé”.

“Cada vez mais pessoas em Hollywood fecharam as portas na minha cara, deixando-me do lado de fora. Assim, lentamente, me vi às margens do cinema. Eu estava consciente do fato de que isso poderia acontecer e não me arrependo da escolha que fiz. Como católico e como ator”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Neal McDonough

Neal McDonough também atuou em filmes com temas cristãos como “Deixados Para Trás”.

 

Assim como os colegas citados anteriormente, o ator cristão Neal McDonough, “Capitão América: O Primeiro Vingador” (2011), “Minority Report – A Nova Lei” (2002), uma das grandes celebridades de Hollywood atualmente, não passou ileso pela indústria. Católico devoto, McDonough contou em entrevista à Fox News que enfrentou muitas dificuldades em sua carreira por ser conservador e cristão. Em determinado momento, o ator afirmou que passou a ser visto como um “louco religioso” por se recusar a fazer cenas de sexo explícito.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Houve um tempo em que eu não trabalhava”, afirmou. Neal explicou que não faria cenas de sexo em respeito à esposa, Ruvé Robertson e seus cinco filhos.

“Eu não conseguia um emprego porque as pessoas pensavam que eu era um louco religioso. Mas não era o caso. Eu amo a minha esposa, mas também amo atuar. Eu esperava que, em algum momento, alguém me desse uma chance novamente”, contou.

Em uma entrevista em 2020, o intérprete de Fletcher de Minority Report declarou: “Não vou mencionar o nome do Senhor em vão. Cenas de sexo não são para mim. E eu acho que caramba! Há cenas de sexo suficientes por aí”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Lembro-me de cair de joelhos e dizer: ‘Deus, por que você se esqueceu de mim? Por que estou sendo tão punido?”, disse McDonough. “E assim que essas palavras saíram da minha boca, percebi o quão egocêntricas eram essas perguntas. Deus me deu tanto. Todos nós passamos por desafios em nossas vidas. Eu deveria ser grato e agradecido por todas as bênçãos que recebo”.

E completou: “Tenho trabalhado muito nos últimos anos e não poderia estar mais agradecido. Agradeço a Deus todos os dias por todas as bênçãos que recebo, mesmo em tempos difíceis. Todo mundo sempre diz: ‘Por que você trabalha tanto?’ Minha resposta é sempre: ‘Eles continuam me perguntando, então não vou parar”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Matthew McConaughey

O vencedor o Oscar falou sobre sua fé em Deus.

 

 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

 

 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

 

O vencedor do Oscar, Matthew McConaughey, protagonista do longa “Interestrelar” (2014), falou sobre as dificuldades de ser cristão em Hollywood. Em sua participação no “The Joe Rogan Experience”, o ator afirmou que católicos e protestantes são vistos como personas non gratas pela indústria cinematográfica.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Estamos tornando as pessoas personas non gratas por causa de algo que elas fazem e que agora é considerado errado. Você não pode apagar toda a existência de alguém”, disse McConaughey

McConaughey ganhou um Oscar de Melhor Ator por seu papel no filme Dallas Buyers Club. No discurso, ele mencionou a sua fé.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Em primeiro lugar, quero agradecer a Deus, porque é nele que me inspiro.”

“Ele tornou minha vida mais bela com tantas oportunidades que reconheço que não são obras minhas ou de algum ser humano. Ele me demonstrou que é um fato científico que a gratidão é retribuída”, afirmou.

McConaughey ainda contou que durante aquele discurso, ele notou amigos cristãos na plateia bateram palmas naquele momento, mas quando eles olharam em volta para as reações dos outros, eles baixaram as mãos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Por que Hollywood odeia os cristãos?

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

Carlos Teixeira

São Paulo

As últimas palavras de Carlos Teixeira, o jovem de 13 anos que faleceu após ser agredido por colegas na Escola Estadual Júlio Pardo Couto...

Últimas Notícias

Nesta quinta-feira (18), o ministro Gilmar Mendes manifestou forte desaprovação em relação à possibilidade de abertura de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) pela...

Israel Israel

Últimas Notícias

O Exército de Israel informou neste sábado que abateu dez terroristas durante uma operação que começou na quinta-feira à noite no campo de refugiados...

RESUMO DO DIA

✅PGR Apela Contra Decisão Do STF Que Permitiu Remoção Da Tornozeleira Eletrônica De Rogério Andrade PGR Apela Contra Decisão do STF que Permitiu Remoção...

Inteligência artificial empregos mundo FMI Inteligência artificial empregos mundo FMI

Destaques

A Inteligência Artificial (IA) continua a avançar em um ritmo exponencial, ultrapassando os seres humanos em várias competências cognitivas e estabelecendo novos recordes no...

Hezbollah Hezbollah

Últimas Notícias

O Exército de Israel realizou na sexta-feira um novo bombardeio contra um “edifício militar” do partido-milícia xiita Hezbollah no sul do Líbano, como parte...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

idoso morto

Brasil

A representante legal de Érika de Souza Vieira Nunes, sobrinha de Paulo Roberto Braga, conhecido como Tio Paulo, de 68 anos, que faleceu enquanto...

Brasil

A Secretaria de Assistência Técnica e Defesa Agropecuária (Sada), por meio da Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (Adapi), identificou três focos...

Brasil

A Polícia Penal Federal realizou a prisão de um indivíduo neste sábado (20) nas dependências da Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia. O...

Brasil

Após receber uma carta escrita por Daniel Cravinhos durante um programa de televisão, Andreas von Richthofen, irmão de Suzane von Richthofen, declarou que não...

Últimas Notícias

O advogado de defesa de Marcelo Carrião, ex-apresentador de telejornal detido por tráfico de drogas em Santos, recorreu ao Superior Tribunal de Justiça (STJ)...

Brasil

De acordo com a Secretaria da Segurança Urbana de Itaquaquecetuba, os encontros conhecidos como bailes funk de rua, também chamados de pancadões, foram menos...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit