Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Especiais

Bolsonaro veta distribuição gratuita de absorvente

O presidente Jair Bolsonaro vetou a distribuição gratuita de absorvente feminino para estudantes de baixa renda de escolas públicas e mulheres em situação de rua ou de vulnerabilidade extrema.

A decisão publicada na edição desta quinta-feira (7) do “Diário Oficial da União” argumenta que o texto do projeto não estabeleceu fonte de custeio.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A proposta, de origem na Câmara dos Deputados, foi avalizada pelo Senado no dia 14 de setembro e seguiu para a sanção do presidente.

Bolsonaro sancionou o projeto, criando o Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual, mas vetou o artigo 1º, que previa a distribuição gratuita de absorventes higiênicos femininos, e o artigo 3º, que estabelecia a lista de beneficiárias:

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
  • estudantes de baixa renda matriculadas em escolas da rede pública de ensino;
  • mulheres em situação de rua ou em situação de vulnerabilidade social extrema;
  • mulheres apreendidas e presidiárias, recolhidas em unidades do sistema penal; e
  • mulheres internadas em unidades para cumprimento de medida socioeducativa.

O presidente vetou, ainda, o trecho que incluía absorventes nas cestas básicas distribuídas pelo Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

Bolsonaro argumentou, entre outros motivos, que o projeto aprovado pelo Congresso não previu fonte de custeio para essas medidas.

O texto aprovado previa que o dinheiro viria dos recursos destinados pela União ao Sistema Único de Saúde (SUS) – e, no caso das presidiárias, do Fundo Penitenciário Nacional.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em relação ao SUS, o presidente argumentou que absorventes não consta da lista de medicamentos considerados essenciais (a Relação Nacional de Medicamentos Essenciais) e que, ao estipular beneficiárias específicas, o projeto não atendia ao princípio de universalidade do sistema único de saúde.

Sobre o Fundo Penitenciário Nacional, o presidente alega que a lei o que criou o não prevê o uso de recursos para esse fim.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O presidente manteve os trechos que obrigam o Poder Público a promover campanha informativa sobre saúde menstrual e que autoriza os gestores da área de educação a realizar os gastos necessários para atendimento ao que prevê a lei.

O Congresso pode decidir manter ou derrubar vetos presidenciais. O prazo para essa avaliação é de 30 dias após a publicação do veto no Diário Oficial, mas nem sempre ele é cumprido.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

idoso morto

Brasil

Na última terça-feira (16), a dona de casa Erika de Souza Vieira Nunes, de 42 anos, foi detida em flagrante ao tentar sacar R$...

Últimas Notícias

Citando “fontes militares sênior dos EUA”, a Fox News relata que o alvo do suposto ataque israelense da noite passada no Irã foi uma...

Inteligência artificial homem suicídio Bélgica Inteligência artificial homem suicídio Bélgica

Últimas Notícias

A questão sobre quais empregos serão substituídos pela inteligência artificial e quais profissionais serão mais afetados tem ganhado destaque nos últimos anos, à medida...

Últimas Notícias

O prefeito do cantão de Portovelo, Jorge Maldonado, foi assassinado a tiros na manhã desta sexta-feira (19), em mais um crime de violência que...

Destaques

Após uma audiência de custódia nesta sexta-feira (19), a Justiça Eleitoral decidiu manter a prisão preventiva do ex-deputado Wladimir Costa (sem partido). O político...

RESUMO DO DIA

✅Flávio Dino Leva Ao Plenário Do STF Decisão Que Derrubou Bloqueio Do WhatsApp Flávio Dino leva ao plenário do STF decisão que derrubou bloqueio...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

cigarros eletrônicos

São Paulo

Na tarde desta quinta-feira (18), um homem foi preso pela equipe do 5° Batalhão de Polícia Militar Rodoviária após ser flagrado dirigindo um caminhão...

Brasil

O Conselho Federal de Medicina (CFM) absolveu, nesta quinta-feira (18), o ex-secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, das acusações que...

São Paulo

Um homem, de 35 anos, foi baleado no cotovelo direito por um policial militar de folga após roubar a bolsa de uma mulher na...

Últimas Notícias

Belém, 19 de abril de 2024 – Um assalto à mão armada ocorreu na madrugada da última quinta-feira (18) em uma empresa de segurança...

suborno suborno

Brasil

Na quinta-feira (18), um homem foi detido em flagrante em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife, após tentar subornar o Secretário da Fazenda de...

PCC PCC

Brasil

Na quinta-feira (18), uma ação coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Uberlândia, em Minas Gerais, resultou na...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit