Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Tesouro teto de gastos
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Destaques

Desenrola: Quem tem dívida de R$ 100 ficará com ‘nome limpo’ a partir de segunda

Criado pelo governo federal para a renegociação de dívidas, o programa “Desenrola” começará a operar já na próxima segunda-feira (17). A data foi antecipada em uma portaria, publicada nesta sexta-feira (14), pelo Ministério da Fazenda.

Por enquanto, a renegociação vale apenas para a faixa 2 do programa, para pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

De acordo com o governo federal, os maiores bancos do país terão que “limpar o nome” de até 1,5 milhão de correntistas que têm dívidas inferiores a R$ 100 na segunda.

A medida não é um perdão de dívidas. O débito inferior a R$ 100 continuará existindo, mas os bancos se comprometem, pelo “Desenrola”, a não usar essa dívida para inserir os correntistas no cadastro negativo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Se a pessoa não tiver outras dívidas inscritas no cadastro negativo, fica com o “nome limpo” e pode voltar a comprar a prazo, contrair empréstimo ou fechar contrato de aluguel, por exemplo.

O compromisso foi um pré-requisito estabelecido pelo governo federal para que os grandes bancos pudessem participar do “Desenrola”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O prazo original iria até o fim de julho, mas foi antecipado junto com a nova data do programa.

A faixa 1 do “Desenrola”, para quem tem renda de até R$ 2.640 (2 salários mínimos) ou está inscrito no CadÚnico, deve começar a operar em setembro. Nessa faixa, os descontos devem ser ainda mais vantajosos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As renegociações da faixa 2 poderão ser feitas diretamente entre os clientes e as instituições financeiras onde os débitos existem.

Em troca, o governo vai oferecer aos bancos um incentivo para que aumente a oferta de crédito.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O “Desenrola” não atenderá renegociações de dívidas dos seguintes tipos: dívidas de crédito rural; débitos com garantia da União ou de entidade pública; dívidas que não tenham o risco de crédito integralmente assumido pelos agentes financeiros; dívidas com qualquer tipo de previsão de aporte de recursos públicos; débitos com qualquer equalização de taxa de juros por parte da União.

De acordo com o Ministério da Fazenda, cerca de 30 milhões de pessoas devem ser beneficiadas nesta faixa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Sobre a “faixa 1”, a portaria publicada pelo governo cita que as instituições deverão se habilitar na plataforma digital do programa para iniciar as renegociações.

No entanto, a portaria do Ministério da Fazenda não indica datas da “faixa 1”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A expectativa do governo é que o “Desenrola” esteja disponível para toda a população até setembro.

Antes disso, em agosto, o governo federal deve fazer um leilão para definir quais credores serão contemplados — os que oferecerem maiores descontos terão vantagem.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Fazem parte da faixa 1 do Desenrola pessoas com renda mensal de até 2 salários mínimos ou inscritas no CadÚnico.

Poderão ser renegociadas dívidas de até R$ 5 mil, feitas entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O programa não abrange os seguintes casos: dívidas com garantia real; dívidas de crédito rural; dívidas de financiamento imobiliário; operações com funding ou risco de terceiros.

A renegociação dos débitos será feita por meio de uma plataforma digital do “Desenrola”. Para isso, o devedor entrará no sistema com seu login do portal gov.br.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Após isso, a pessoa poderá escolher uma instituição financeira inscrita no programa para fazer a renegociação e selecionar o número de parcelas.

Entre as regras de pagamento estão:

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
  • A taxa de juros será de 1,99%;
  • A parcela mínima será de R$ 50;
  • O pagamento poderá ser feito em até 60 vezes;
  • O prazo de carência será de no mínimo 30 dias e de no máximo 59 dias.

O governo informou que o pagamento das parcelas poderá ser feito por débito em conta, PIX ou boleto bancário.

Os devedores também terão direito a um curso de educação financeira, de acordo com o governo.

Em caso de inadimplência após a renegociação, o beneficiário poderá voltar a ficar com o nome sujo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os bancos que participarem do programa terão de limpar imediatamente o nome de consumidores que devem até R$ 100.

De acordo com o Ministério da Fazenda, 1,5 milhão de brasileiros têm dívidas com esse valor.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Como a medida vale somente para bancos e instituições com volume de captações superior a R$ 30 bilhões, o governo não fará essa exigência para empresas como varejistas e companhias de água e luz.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

uspeitos de matar PM e filha em S

São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo identificou os três suspeitos de envolvimento nas mortes do policial militar Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos,...

Capa

A Avenida Paulista, em São Paulo, foi tomada por milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (25) em um ato em defesa...

Brasil

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte está oferecendo uma recompensa de R$ 15 mil por...

Últimas Notícias

Novos dados divulgados  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 23, apontam um crescimento significativo no número de pessoas vivendo em...

Brasil

Apesar do progresso nas últimas décadas, o Brasil ainda enfrenta um desafio significativo no quesito saneamento básico: mais de 1,2 milhão de pessoas (0,6%...

Ciência e Tecnologia

Um módulo espacial americano não tripulado pousou com sucesso na Lua na quinta-feira (22), marcando a primeira vez que uma nave espacial dos EUA...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Na manhã desta quinta-feira (29), os empresários Adauto Lúcio de Mesquita e Joveci Xavier de Andrade, sócios na rede Melhor Atacadista, do DF, foram...

8 de Janeiro PF Operação Lesa Pátria 8 de Janeiro PF Operação Lesa Pátria

Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira (29) a 25ª fase da Operação Lesa Pátria, com o objetivo de identificar pessoas que “financiaram” e...

Mega-Sena Mega-Sena

Brasil

As seis dezenas do concurso 2.694 serão sorteadas, a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço da Sorte, localizado na Avenida Paulista, nº...

Últimas Notícias

Empresário Allan Barros, conhecido nas redes sociais como Allan Deivid de Barros, foi preso em Curitiba durante a Operação Fast da Polícia Federal, que...

São Paulo

Uma ação rápida da Polícia Militar resultou na recuperação de 1,5 tonelada de alimentos roubados em Carapicuíba na manhã desta quarta-feira (28). A carga,...

Brasil

Edilson Barbosa dos Santos, conhecido como Orelha, foi preso nesta quarta-feira (28) em Santa Cruz da Serra, Duque de Caxias, pela Polícia Federal e...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO