Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

PF toneladas maconha terra indígena
Foto: 7raysmarketing/Pixabay

Mundo

ONU critica países que legalizaram maconha e faz alerta

O Conselho Internacional de Controle de Narcóticos (INCB) alertou na quinta-feira (9) sobre os perigos da tendência atual de legalização da cannabis recreativa durante a apresentação de seu  Relatório Anual de 2022 .

O conselho destacou que a Convenção Única sobre Drogas Narcóticas de 1961 classificou a maconha como altamente viciante e passível de abuso e que qualquer uso não medicinal de maconha viola a Convenção. O INCB é o órgão de monitoramento independente e quase judicial para a implementação das convenções internacionais de controle de drogas das Nações Unidas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O relatório afirma que a tendência de legalização leva ao aumento do número de usuários, consequências negativas para a saúde e transtornos psicóticos. Outras questões relacionadas à cannabis apontadas no documento incluem preocupações com a publicidade da maconha, muitas vezes dirigida aos jovens, minimizando a percepção dos riscos envolvidos com o consumo;

“A indústria de cannabis em expansão está comercializando produtos relacionados à cannabis para atrair os jovens e isso é um grande motivo de preocupação, pois é a maneira como os danos associados ao uso de produtos de cannabis de alta potência estão sendo minimizados”, disse o presidente da INCB, Jagjit Pavadia.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O relatório observa ainda que foram registradas maiores emergências médicas e acidentes de trânsito e mais problemas de saúde relacionados à cannabis em estados onde o consumo de maconha foi legalizado. Dados estatísticos do Colorado, por exemplo, revelam que os acidentes de trânsito fatais com motoristas sob efeito de maconha quase dobraram de 2013 a 2020.

“Entre 2000 e 2018, as internações médicas globais relacionadas à dependência e abstinência de cannabis aumentaram oito vezes. As internações por transtornos psicóticos relacionados à cannabis quadruplicaram em todo o mundo”, afirmou o INCB em um  comunicado à imprensa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O INCB também afirmou que a maioria dos governos que legalizaram a maconha não alcançou seu principal objetivo com essa mudança – redução de atividades criminosas e melhoria da saúde e segurança pública. 

“As evidências sugerem que a legalização da maconha não foi bem-sucedida em dissuadir os jovens de usar maconha, e os mercados ilícitos persistem”, disse Pavadia. 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Avaliar o impacto geral da legalização da cannabis é difícil devido às diferentes abordagens, regras e regulamentos de país para país e de estado para estado. INCB lembra a forma alternativa de cuidar de delitos de maconha, como descriminalização e despenalização. 

“O sistema baseado em convenções oferece uma flexibilidade significativa para os Estados protegerem os jovens, melhorarem a saúde pública, evitarem o encarceramento desnecessário e abordarem mercados ilícitos e crimes relacionados”, disse Pavadia. 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O relatório também aborda problemas relacionados a outras substâncias, como a produção e tráfico ilegal de cocaína, opioides sintéticos e a epidemia de overdose de opioides.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

O mundo está à beira de uma catástrofe, disse o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, na sexta-feira, apontando os riscos de um potencial conflito...

Mundo

Três pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio em um supermercado em Fordyce, no Arkansas (EUA). A informação foi dada pela Polícia...

Brasil

Professores de ao menos 25 universidades federais encerraram a greve iniciada em meados de abril, de acordo com apuração da Agência Brasil. O prazo...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

Nesta sexta-feira (21), o congressista republicano Chris Smith enviou uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, exigindo esclarecimentos sobre...

Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Política

Nesta sexta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que está “feliz” com a atuação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho...

Política

A deputada federal Sâmia Bomfim (PSol-SP) apresentou dois projetos de lei para dificultar a possibilidade de médicos e outros profissionais de saúde se recusarem a...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Um homem de 28 anos faleceu após cair da sacada de um prédio na manhã de sexta-feira (21), na Vila Andrade, zona oeste de...

Brasil

O Sindicato dos Guardas Civis Metropolitanos de São Paulo (Sindguardas-SP) notificou a prefeitura da capital paulista após constatar que agentes que trabalham na região...

Brasil

No dia 21 de junho, sexta-feira, faleceu Davi Freire Zerbone, de 4 anos, que havia sido admitido no Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em...

Brasil

Um homem procurado pelo feminicídio de sua ex-companheira em Sorocaba, interior de São Paulo, foi capturado na capital enquanto tentava escapar. Segundo informações dos...

Brasil

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta sexta-feira (21) que o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, será parcialmente reaberto na primeira...

Brasil

Na cidade de Teresina, a polícia efetuou a prisão de um comerciante e seu irmão sob a acusação de liderarem um grupo criminoso envolvido...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit