Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

milei
@JMilei

Mundo

Milei não enviará embaixadores para as ditaduras de Cuba, Nicarágua e Venezuela

O presidente argentino, Javier Milei, não nomeará embaixadores para Cuba, Nicarágua e Venezuela, em uma mudança de postura da política externa do país. A decisão afetará a atuação da Argentina nas Nações Unidas e na Organização dos Estados Americanos (OEA), onde o governo anterior, de Alberto Fernández, se alinhava aos regimes autoritários que lideram Miguel Díaz-Canel, Daniel Ortega e Nicolás Maduro.

O giro diplomático também terá impacto nas relações com Brasil, Colômbia e México. Lula da Silva, Gustavo Petro e Andrés Manuel López Obrador, cada um com suas nuances, têm uma agenda próxima às ditaduras caribenhas, que Fernández compartilhava com uma atitude protagônica.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Milei está nas antípodas ideológicas de seu antecessor. Ele não hesita em apoiar a oposição de Maduro na Venezuela, votará contra Nicarágua na OEA e condenará Cuba nos organismos multilaterais de direitos humanos. A chanceler Diana Mondino já tem essas instruções presidenciais.

Nas próximas horas, Mondino definirá a lista de embaixadores políticos que nomeará ao redor do mundo. E, ao contrário do governo kirchnerista, não haverá esse nível diplomático em Havana, Manágua e Caracas. A chanceler apenas manterá a atual representação formal nesses estados, como acontece com o regime fundamentalista do Irã.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Alberto Fernández havia enviado Luis Alfredo Ilarregui (Cuba), Daniel Capitanich (Nicarágua) e Oscar Laborde (Venezuela), que se caracterizaram por seus silêncios ou por seus controvertidos protagonismos em situações geopolíticas muito complexas.

Ilarregui foi prefeito de Chacabuco e deputado federal, antes de desembarcar em Havana. Capitanich é irmão do ex-governador do Chaco, que na última posse de Ortega compartilhou a zona VIP com Mohsen Rezai, envolvido no ataque terrorista à AMIA. Laborde é um ex-quadro do Partido Comunista que se plegà à agenda política do ditador Maduro e seus aliados.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A primeira sinalização de Milei em relação a Cuba, Nicarágua e Venezuela ocorreu durante a cerimônia de posse presidencial. Díaz-Canel, Ortega e Maduro não foram convidados aos atos oficiais por decisão direta do líder da La Libertad Avanza. E, na mesma linha diplomática, o presidente retirou da lista Ebrahim Raisi, ditador do Irã.

O ditador Ortega replicou a decisão de Milei e retirou seu representante na Argentina. “Diante de reiteradas declarações e expressões dos novos governantes, o Governo (…) procedeu a retirar seu embaixador, companheiro escritor e comunicador, Carlos Midence”, anunciou o chanceler nicaraguense, Denis Moncada.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No Ministério das Relações Exteriores ainda não se sabe se Maduro e Díaz-Canel repetirão a estratégia de Ortega. O regime venezuelano tem um sistema de controle de seus próprios cidadãos que se exilaram na Argentina, e esse controle também serve a Maduro frente às próximas eleições.

A chancelaria cubana tem uma longa experiência em operar em território hostil e sempre opta por manter seus vínculos diplomáticos ao máximo nível. Nesse contexto, é pouco provável que Díaz-Canel decida retirar o embaixador designado em Buenos Aires.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As Nações Unidas e a OEA são cenários geopolíticos que Cuba, Nicarágua e Venezuela utilizam para defender seus sistemas autoritários e assegurar que existe uma conspiração mundial contra seus ditadores de turno.

A Argentina se havia plegado com Brasil, Colômbia e México na defesa dos regimes que imperam no Caribe, apesar das provas que confirmam a violação sistemática dos direitos humanos que cometeram Díaz-Canel, Maduro e Ortega.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Benny Gantz

Mundo

O número dois do Gabinete de Guerra israelense, Benny Gantz, deu um ultimato ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu neste sábado, exigindo a aprovação de um...

Lamborghini faria lima Lamborghini faria lima

São Paulo

Na tarde deste sábado (18), um motorista de uma Lamborghini perseguiu um motociclista que havia roubado seu relógio Rolex na Avenida Faria Lima, em...

Tony Ramos Tony Ramos

Celebridades

O ator Tony Ramos teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Samaritano Botafogo neste sábado (18) e foi transferido para a...

Rivaldo Barbosa Rivaldo Barbosa

Destaques

Na sexta-feira (17), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), recusou o pedido de liberdade feito pela defesa e optou por...

golpe do pix golpe do pix

Brasil

A Justiça do Rio Grande do Sul bloqueou 18 perfis falsos nas redes sociais que se passavam por autoridades ou entidades idôneas para desviar...

apple apple

Ciência e Tecnologia

Após uma batalha legal que se estendeu por anos, a Apple está se aproximando do prazo final para compensar os usuários nos Estados Unidos...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Menina estupro coletivo Recife

Brasil

Na sexta-feira (17), a Polícia Civil , por meio da 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), prendeu na cidade de Juruá, Amazonas, um idoso...

Brasil

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou neste sábado (18) o “Voo do Melhor Amigo”, uma missão que transportou 20 toneladas de ração para auxiliar...

Mega-Sena Mega-Sena

Brasil

Na noite deste sábado (18), ocorreu o sorteio do concurso 2.726 da Mega-Sena, realizado em São Paulo. O prêmio totaliza R$ 30 milhões para...

São Paulo

A Polícia Civil fechou, na sexta-feira (17), uma fábrica clandestina de produção e comercialização de azeites na Estrada Hondo Japão, em Jacareí, no interior...

Brasil

Os Emirados Árabes Unidos enviaram três aeronaves com 64 toneladas de doações para auxiliar na tragédia humanitária que afeta o Rio Grande do Sul....

São Paulo

A Câmara Municipal de Guarulhos, na Grande São Paulo, aprovou neste sábado (18) o projeto de lei que prevê a adesão da cidade à...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit