Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Mundo

Maduro ordena operação militar no Caribe em resposta a chegada de navio britânico à Guiana

O ditador venezuelano Nicolás Maduro ordenou nesta quinta-feira uma operação defensiva no Oceano Atlântico em resposta à chegada de um navio de guerra britânico à costa da Guiana, o que reacendeu as tensões entre os países sul-americanos que mantêm uma disputa territorial.

“Ordenei a ativação de uma ação conjunta de todas as Forças Armadas Nacionais Bolivarianas (FANB) no Caribe oriental da Venezuela, na fachada atlântica, uma ação conjunta de natureza defensiva em resposta à provocação e ameaça do Reino Unido contra a paz e a soberania do nosso país”, disse o presidente.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O anúncio foi feito perante a chefia militar, durante uma reunião transmitida obrigatoriamente pela rádio e televisão, na qual comunicou com um grupo de militares que realizou “a primeira fase” desta operação, que consistiu em implantação em terras e águas do estado de Sucre (Nordeste).

Maduro não deu detalhes sobre o alcance e a duração desta operação, mas insistiu que a chegada do HMS Trent britânico é uma “ameaça inaceitável” que é uma “ruptura” dos acordos que assinou com seu homólogo guianense, Irfaan Ali, em 14 de dezembro, quando prometeram não se ameaçar e evitar incidentes relacionados à disputa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“A Venezuela não pode ficar de braços cruzados perante uma ameaça, estamos respondendo de forma proporcional”, assegurou, depois de reiterar que está comprometido com a diplomacia e a paz, e criticou o fato de a Guiana ter ignorado os pedidos da Venezuela para não aceitar a chegada do navio britânico à sua costa.

Minutos antes, o regime venezuelano havia condenado este fato em um comunicado, no qual pedia à Guiana “que tomasse medidas imediatas para retirar o navio e se abstivesse de continuar a envolver potências militares na controvérsia”. Na opinião do chavismo, a presença do navio militar é “extremamente grave”, pois vem acompanhada de declarações do Reino Unido, que consideram um “spoiler” do território disputado, já que a Guiana era uma colônia britânica até 1966.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Essas declarações foram igualmente sincronizadas com as ações do Comando Sul dos Estados Unidos, que se tornam claramente uma ameaça direta à paz e à estabilidade da região”, diz a carta. Além disso, alertou a Comunidade do Caribe (Caricom) e a Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que facilitaram o encontro com Irfaan Ali em 14 de dezembro em São Vicente e Granadinas, que essas ações “são contrárias ao espírito de paz e compreensão”, concordou.

A polêmica aumentou depois que a Venezuela aprovou em 3 de dezembro, em referendo unilateral, a anexação do Esequibo, território rico em petróleo e minerais de quase 160 mil quilômetros quadrados que está sob o controle da Guiana e cuja polêmica está nas mãos do Tribunal Internacional da Justiça. Com base nesse referendo, o regime de Maduro ordenou a instalação de uma divisão militar perto da área disputada, bem como outras medidas que permaneceram em suspenso após a reunião de San Vicentina, promovida pelo presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Um porta-voz do Ministério da Defesa britânico confirmou na quinta-feira passada que o HMS Trent, navio britânico que estava destacado no Caribe para combater o tráfico de drogas, foi realocado após ameaças da Venezuela de anexar este território que não controla desde 1899.

“O HMS Trent visitará nossos aliados regionais e parceiros da Commonwealth na Guiana no final deste mês, como parte de uma série de compromissos na região durante sua implantação de patrulha no Atlântico”, disse o porta-voz.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O secretário de Estado britânico para as Américas e as Caraíbas, David Rutley, expressou apoio “inequívoco” ao país na sua disputa territorial com a Venezuela na semana passada na Guiana. E nesse mesmo dia Maduro reiterou sua intenção de “recuperar totalmente” o Essequibo.

O regime chavista da Venezuela também informou em 18 de dezembro sobre a ativação de unidades de negócios para o desenvolvimento petrolífero no Essequibo, que é administrado como seu pela Guiana desde 1966.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As águas territoriais daquela região contêm grandes reservas de petróleo e gás natural, a maior parte concentrada no bloco Stabroek, descoberto em 2015 pela ExxonMobil. Essas reservas, estimadas em cerca de 11 bilhões de barris de petróleo, levaram a Guiana a ser o país com maior crescimento econômico do mundo (57,8% em 2022).

Com informações da EFE

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Brasil

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte está oferecendo uma recompensa de R$ 15 mil por...

Últimas Notícias

Novos dados divulgados  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 23, apontam um crescimento significativo no número de pessoas vivendo em...

Brasil

Apesar do progresso nas últimas décadas, o Brasil ainda enfrenta um desafio significativo no quesito saneamento básico: mais de 1,2 milhão de pessoas (0,6%...

Ciência e Tecnologia

Um módulo espacial americano não tripulado pousou com sucesso na Lua na quinta-feira (22), marcando a primeira vez que uma nave espacial dos EUA...

Antony Blinken Antony Blinken

Destaques

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, se manifestou nesta quinta-feira (22) sobre a conversa que teve com o presidente Luiz Inácio Lula da...

Destaques

Em um encontro de 1h50 no Palácio do Planalto nesta quarta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o secretário de Estado...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Hezbollah raiva Israel

Últimas Notícias

A juíza Raquel Vasconcelos Alves de Lima, do TRF-6, aceitou a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) contra os brasileiros Mohamad Khir Abdulmajid...

Brasil

  O jornalista português Sérgio Tavares, que chegou ao Brasil neste domingo (25) para cobrir o ato em apoio a Jair Bolsonaro (PL) na...

Brasil

Neste sábado (24), a Polícia Civil prendeu  um dos suspeitos envolvidos na extorsão de R$ 1 milhão para finalizar as obras do Parque Piedade,...

rota rota

São Paulo

Um homem, ainda não identificado, morreu após ser baleado durante um confronto com policiais militares na noite de sexta-feira (24), no Morro José Menino,...

Gabriel Souza Gabriel Souza

Brasil

Um helicóptero da Brigada Militar que transportava o vice-governador do Rio Grande do Sul, Gabriel Souza (MDB), fez um pouso forçado em uma rodovia...

palácio do planalto palácio do planalto

Brasil

A Polícia Federal prendeu neste sábado (23) um homem que tentou invadir o Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente da República, em Brasília....

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO