Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Mundo

Ucrânia agradece ajuda militar dos EUA, mas futuro da assistência permanece incerto

O presidente da Ucrânia, Volodimir Zelensky, agradeceu nesta quinta-feira aos Estados Unidos por desbloquearem uma nova parcela de ajuda militar e instou seu valioso aliado a manter essa ajuda “essencial”, cujo futuro parece cada vez mais incerto.

Washington concedeu a Kiev um pacote de 250 milhões de dólares que inclui munições, essenciais para o país, e sistemas de defesa aérea para enfrentar os ataques russos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Para a Ucrânia, esta boa notícia deixa um gosto amargo, pois é a última parcela disponível sem uma nova votação no Congresso dos Estados Unidos, que, neste momento, recusa atribuir mais dinheiro.

“Agradeço ao presidente Joe Biden, ao Congresso e ao povo americano”, reagiu Volodimir Zelensky em X, considerando que essa ajuda cobriria “as necessidades mais urgentes da Ucrânia”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A “liderança americana” entre os aliados de Kiev desempenha um “papel essencial na luta contra o terrorismo e a agressão”, elogiou.

“Para defender a liberdade e a segurança na Ucrânia, na Europa e também nos Estados Unidos, devemos continuar a responder com firmeza e decisão à agressão russa”, concluiu o presidente.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Após um 2023 decepcionante para a Ucrânia, cuja grande contraofensiva não alcançou os resultados esperados na frente, Kiev teme uma retirada dos países ocidentais.

Em Washington, mas também na Europa, a ideia de apoio incondicional desmoronou, enfraquecida por divisões políticas sobre o elevado custo da ajuda militar.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No entanto, os aliados de Volodimir Zelensky continuam a dizer que não o abandonarão.

A embaixadora dos EUA no país, Bridget Brink, lembrou nesta quinta-feira que “as necessidades financeiras para ajudar a Ucrânia a se defender continuam críticas e urgentes”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os EUA anunciaram um novo pacote de ajuda militar à Ucrânia

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira que enviarão à Ucrânia um novo pacote de ajuda militar, avaliado em 250 milhões de dólares, que inclui munições para sistemas de defesa aérea NASAMS e outros tipos de armas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O secretário de Estado, Antony Blinken, pediu ao Congresso que aprovasse uma lei de financiamento suplementar o mais rápido possível para apoiar a Ucrânia diante da ameaça da Rússia. “É imperativo que o Congresso aja o mais rapidamente possível para promover nossos interesses de segurança nacional, ajudando a Ucrânia a se defender e garantir seu futuro”, disse ele em comunicado.

O pacote de ajuda será retirado do estoque do Pentágono e consiste em mísseis antiaéreos Stinger, munição para os sistemas de lançamento múltiplo de foguetes HIMARS, mísseis de rastreamento óptico, cartuchos de artilharia de 155 e 105 milímetros e mísseis antitanque Javelin, entre outros.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Essas capacidades apoiarão as necessidades mais urgentes da Ucrânia para que suas forças possam defender sua soberania e independência”, afirmou o Pentágono em comunicado, destacando que o papel dos Estados Unidos “é essencial para sustentar os esforços da coalizão de cerca de 50 países aliados e parceiros.”

O presidente Joe Biden pediu repetidamente aos legisladores republicanos que dessem luz verde à nova ajuda a Kiev.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

(Com informações da AFP, AP e Europa Press)

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

uspeitos de matar PM e filha em S

São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo identificou os três suspeitos de envolvimento nas mortes do policial militar Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos,...

Capa

A Avenida Paulista, em São Paulo, foi tomada por milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (25) em um ato em defesa...

Brasil

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte está oferecendo uma recompensa de R$ 15 mil por...

Últimas Notícias

Novos dados divulgados  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 23, apontam um crescimento significativo no número de pessoas vivendo em...

Brasil

Apesar do progresso nas últimas décadas, o Brasil ainda enfrenta um desafio significativo no quesito saneamento básico: mais de 1,2 milhão de pessoas (0,6%...

Ciência e Tecnologia

Um módulo espacial americano não tripulado pousou com sucesso na Lua na quinta-feira (22), marcando a primeira vez que uma nave espacial dos EUA...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Últimas Notícias

Empresário Allan Barros, conhecido nas redes sociais como Allan Deivid de Barros, foi preso em Curitiba durante a Operação Fast da Polícia Federal, que...

São Paulo

Uma ação rápida da Polícia Militar resultou na recuperação de 1,5 tonelada de alimentos roubados em Carapicuíba na manhã desta quarta-feira (28). A carga,...

Brasil

Edilson Barbosa dos Santos, conhecido como Orelha, foi preso nesta quarta-feira (28) em Santa Cruz da Serra, Duque de Caxias, pela Polícia Federal e...

Brasil

Um membro do Comando Vermelho (CV) que estava foragido da Justiça conseguiu enganar as autoridades mesmo após sua prisão. Levi dos Santos da Silva,...

Brasil

 Yasmin dos Santos Oliveira, de apenas 5 anos, morreu após cair de uma van escolar em movimento em Ipirá, na Bahia na tarde de...

Alexandre Nardoni Alexandre Nardoni

São Paulo

Condenado a mais de 30 anos de prisão pela morte da filha Isabella, Alexandre Nardoni pode sair da prisão a partir de abril para...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO