Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Mundo

Perseguição religiosa: ranking dos países mais perigosos do mundo para cristãos em 2024

Mais de 365 milhões de cristãos em todo o mundo, o que representa um em cada sete, enfrentam perseguição e discriminação crescentes, de acordo com o último Relatório da Lista Mundial de Perseguição (LMP) de 2024, divulgado pela organização Puertas Abiertas.

A Coreia do Norte mantém sua posição como o país mais hostil, seguido por nações como Somália, Líbia, Eritreia e Iêmen, que ocupam os primeiros lugares na lista devido à pressão e violência exercidas contra as comunidades cristãs.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O relatório, que evolui desde sua criação em 1993 para fornecer uma visão abrangente das adversidades enfrentadas pelos cristãos, destaca situações graves em países como Nigéria, Paquistão, Sudão, Irã e Afeganistão, focando não apenas na violência, mas também na opressão cotidiana. Além disso, alerta para o rápido aumento da repressão na Nicarágua.

Entre os incidentes mais significativos, destacam-se detenções em massa de convertidos e crentes, assim como atos de violência contra propriedades e líderes religiosos cristãos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os 10 países mais perigosos para os cristãos

  1. Coreia do Norte: mantém sua primeira posição na Lista Mundial de Perseguição de 2024. “A pressão em qualquer aspecto da vida de um crente continua em níveis máximos. A ampla divulgação da prisão de uma família cristã em abril de 2023 demonstra o custo elevadíssimo de ser um crente neste país”, denuncia Puertas Abiertas.
  2. Somália: permanece em segundo lugar este ano. Houve um aumento considerável da violência, além de pressões extremas para os crentes em outros aspectos. “Os militantes islâmicos estão cada vez mais concentrados em identificar e eliminar os líderes cristãos. Qualquer suspeita mínima de conversão do islã para o cristianismo pode colocar a pessoa em perigo de morte”, detalha o documento.
  3. Líbia: subiu na Lista Mundial de Perseguição de 2024 devido à pressão e violência crescentes. “Houve um incidente importante em maio de 2023, no qual vários convertidos de origem muçulmana e crentes expatriados foram presos”, adverte a organização, acrescentando que a falta de um governo central que imponha ordem e justiça no país tornou a situação ainda mais precária para os cristãos.
  4. Eritreia: a pressão continua sendo extrema para os crentes e aumentou ligeiramente em relação ao ano anterior. Puertas Abiertas adverte que a perseguição pelo governo é o agente de maior pressão.
  5. Iêmen: “Apesar de descer duas posições na LMP 2024, a situação no Iêmen mal mudou, com pressão extrema em todas as áreas da vida”, afirma o relatório, detalhando que os cristãos iemenitas enfrentam violações da liberdade religiosa por parte de suas famílias, autoridades (tanto as autoridades oficiais quanto os rebeldes houthis, o grupo terrorista financiado pelo Irã, que controla um terço do país) e grupos islâmicos radicais.
  6. Nigéria: os cristãos e suas comunidades continuam sendo atacados em muitas partes do país por grupos islâmicos radicais e diversas gangues, e o nível de violência está em seu ponto máximo. Em 2023, Bola Ahmed Tinubu chegou ao poder, substituindo Muhammadu Buhari, mas ainda não se sabe o que isso pode significar para a liberdade de religião ou confissão na Nigéria.
  7. Paquistão: o relatório revela que, de maneira semelhante, a violência contra os cristãos no Paquistão permanece no nível máximo, e a pressão elevadíssima contra os cristãos é constante. “A capacidade das leis de blasfêmia para provocar violência foi exemplificada na cidade de Jaranwala em agosto de 2023, onde até 21 igrejas foram queimadas ou danificadas, e centenas de cristãos foram obrigados a fugir de suas casas. Apesar dessa violência, as leis de blasfêmia se tornaram ainda mais rigorosas”, revela o documento.
  8. Sudão: o relatório detalha que o surto da guerra civil em abril de 2023 tornou os cristãos mais vulneráveis: “Os extremistas violentos aproveitaram o caos para atacar os cristãos, apoderando-se de suas igrejas e propriedades”.
  9. Irã: o estudo relata que houve um vislumbre de esperança, pois ocorreram algumas decisões judiciais favoráveis aos cristãos, como a libertação ou redução de penas, mas foram seguidas por uma onda massiva de prisões em julho de 2023. “Os convertidos de origem muçulmana enfrentam grandes dificuldades por parte do governo, da sociedade e de suas próprias famílias”, adverte o documento.
  10. Afeganistão: mantém sua posição entre os dez países mais perseguidos aos cristãos. “A pressão extrema em todas as áreas da vida permanece constante, embora haja poucos relatos de atos de violência contra os cristãos relacionados à fé. Os talibãs parecem estar mais interessados em prender e interrogar aqueles que são suspeitos de serem cristãos para identificar suas redes de contato, em vez de impor castigos diretos.”

Eis a lista completa:

A Nicarágua, liderada pelo ditador Daniel Ortega, não figurou entre os 10 países mais perigosos, mas um relatório da organização Portas Abertas dedicou um capítulo especial ao país. De acordo com a denúncia, o regime de Ortega intensificou a perseguição a membros da Igreja e líderes cristãos, alcançando a 30ª posição na Lista Mundial de Perseguição de 2024. Isso representa um salto de 30 posições em relação ao ano anterior, quando ocupava a 50ª posição, marcando um dos avanços mais rápidos neste índice que avalia a opressão aos cristãos globalmente.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A escalada de hostilidades é atribuída ao controle autoritário crescente do regime de Ortega Murillo, que, desde sua eleição em 2006, intensificou a repressão religiosa, especialmente após a repressão ao movimento pró-democrático em 2018. No último período, restrições legais à liberdade religiosa resultaram na prisão de líderes cristãos e no exílio forçado de padres e bispos católicos.

O bispo de Matagalpa, Rolando Álvarez, conhecido por sua defesa das liberdades civis, foi despojado de sua cidadania e condenado a mais de 26 anos de prisão em fevereiro de 2023, antes de ser deportado recentemente. A União Europeia, o Departamento de Estado dos Estados Unidos e o Grupo de Especialistas em Direitos Humanos da ONU sobre Nicarágua denunciaram e sancionaram o governo nicaraguense por esses eventos, considerando as ações do estado como crimes de lesa humanidade.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As acusações contra o bispo incluíram “atentado contra a integridade nacional” e “propagação de notícias falsas”. As consequências internacionais incluíram restrições de visto impostas pelos EUA a funcionários ligados ao regime. Além disso, instituições religiosas, como universidades cristãs, tiveram seus registros cancelados, e propriedades foram apreendidas, incluindo meios de comunicação do setor. O governo também impôs a anulação de eventos religiosos em locais públicos.

Essas ações contra a comunidade cristã na Nicarágua refletem uma tendência repressiva que afeta negativamente a liberdade religiosa e de expressão. A comunidade internacional expressa preocupação diante dessas violações de direitos humanos e continua a exercer pressão diplomática sobre o governo de Ortega Murillo por sua conduta autoritária e repressiva.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O próprio Ortega classificou a Igreja como uma “máfia”, enquanto o papa Francisco, em diálogo com o Infobae, caracterizou o governo sandinista como uma “ditadura grosseira”.

A organização Portas Abertas, responsável pelo relatório, divulgou também uma série de recomendações políticas para proteger a liberdade religiosa e melhorar a estabilidade de estados frágeis, destacando regiões como o Sahel, Iraque, Índia e Argélia. Entre as sugestões estão destinar recursos para a estabilidade em estados vulneráveis, assegurar a liberdade religiosa no direito internacional, promover a unidade inter-religiosa e abolir leis restritivas da liberdade de culto. Além disso, propõe condicionar acordos comerciais e ajuda internacional ao respeito pelos direitos das minorias religiosas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A iniciativa enfatiza a integração da liberdade religiosa como parte central da política externa e da diplomacia, além de destacar a importância da educação para combater narrativas radicais. A organização ressalta a necessidade de abordar questões específicas em países como a Nigéria perante o Conselho de Direitos Humanos da ONU, incluindo o questionamento sobre a integração da representação de minorias em esforços de estabilidade.

Desde 1993, a Portas Abertas elabora anualmente a Lista Mundial de Perseguição, classificando os países onde é mais difícil viver a fé cristã. O relatório é compilado por especialistas regionais e auditado por uma organização externa especializada em liberdade religiosa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

uspeitos de matar PM e filha em S

São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo identificou os três suspeitos de envolvimento nas mortes do policial militar Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos,...

Capa

A Avenida Paulista, em São Paulo, foi tomada por milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (25) em um ato em defesa...

Brasil

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte está oferecendo uma recompensa de R$ 15 mil por...

Últimas Notícias

Novos dados divulgados  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 23, apontam um crescimento significativo no número de pessoas vivendo em...

Brasil

Apesar do progresso nas últimas décadas, o Brasil ainda enfrenta um desafio significativo no quesito saneamento básico: mais de 1,2 milhão de pessoas (0,6%...

Ciência e Tecnologia

Um módulo espacial americano não tripulado pousou com sucesso na Lua na quinta-feira (22), marcando a primeira vez que uma nave espacial dos EUA...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Grupo expulso cinema fumar maconha Bob Marley

Brasil

No Grande Recife, um grupo de jovens foi expulso na última segunda-feira (26) de uma sessão de cinema do filme sobre a biografia do...

Últimas Notícias

O prefeito Eduardo Paes (PSD) e o governador Cláudio Castro (PL) anunciaram nesta quarta-feira (28) o fim da tolerância com a presença de ambulantes...

São Paulo

Na terça-feira (27), a Polícia Civil realizou operações em dois locais de desmanche de veículos, resultando na prisão de dois suspeitos em flagrante. As...

Criminoso faz sinal da cruz antes de furtar casa de veraneio em Peruíbe, no litoral de SP Criminoso faz sinal da cruz antes de furtar casa de veraneio em Peruíbe, no litoral de SP

São Paulo

Um criminoso foi gravado fazendo o sinal da cruz momentos antes de cometer um furto em Peruíbe, no litoral de São Paulo (SP). A informação é...

Aluno arma escola Goiás Aluno arma escola Goiás

Brasil

Na manhã desta quarta-feira (28), um aluno de 17 anos feriu um colega ao levar uma arma para mostrar a amigos da escola em...

Últimas Notícias

A Polícia Civil de São Paulo deflagrou nesta quarta-feira (28) a Operação Double Shot, com o objetivo de desmantelar uma quadrilha especializada em golpes...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO