Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Mundo

Estudantes Mantêm Protestos Apesar de Fechamento de Acampamentos por Acusações de Antissemitismo

Centenas de estudantes, em diversos campi universitários pelo país, continuam suas manifestações mesmo após algumas universidades tomarem medidas para encerrar os acampamentos, após relatos de atividades antissemitas entre os manifestantes.

Com o aumento do número de mortos no conflito entre Israel e Hamas, manifestantes em todo o país exigem que as escolas cortem laços financeiros com Israel e se desvinculem de empresas que eles afirmam estar facilitando o conflito.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Enquanto isso, alguns estudantes judeus afirmam que os protestos descambaram para o antissemitismo e os deixaram com medo de frequentar o campus.

No início do sábado, a polícia em trajes de choque desocupou um acampamento estudantil no campus da Universidade Northeastern em Boston. A universidade afirmou que a manifestação, que começou dois dias atrás, tinha sido “infiltrada por organizadores profissionais” sem afiliação com a instituição.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A escola disse, em comunicado, que foram utilizados insultos antissemitas, incluindo “Matar os Judeus”.

“Não podemos tolerar esse tipo de ódio em nosso campus”, afirmou o comunicado, publicado na plataforma de mídia social X.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Enquanto os trabalhadores desmontavam as tendas e recolhiam os escombros do acampamento, várias dezenas de pessoas em frente ao local gritavam “Libertem as Crianças” e slogans contra a guerra em Gaza. Eles também vaiaram quando carros de polícia passaram e provocaram os policiais que guardavam o acampamento.

O grupo estudantil “Huskies for a Free Palestine” contestou a versão da universidade, afirmando em comunicado que os contra-protestantes eram os culpados pelos insultos e que nenhum estudante repetiu os discursos de ódio.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Estudantes no protesto afirmaram que um contra-protestante tentou instigar discursos de ódio, mas insistiram que seu evento era pacífico e, como muitos em todo o país, visava chamar a atenção para o que descreveram como “genocídio” em Gaza e a cumplicidade de sua universidade na guerra.

A Polícia Estadual de Massachusetts informou que cerca de 102 manifestantes foram presos e serão acusados de invasão e conduta desordeira.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A Universidade da Pensilvânia tomou uma ação semelhante à da Northeastern na sexta-feira, quando o presidente interino J. Larry Jameson pediu o desmantelamento de um acampamento de manifestantes no campus de West Philadelphia, alegando que viola as políticas de instalações da universidade, embora cerca de 40 barracas ainda permanecessem no local na manhã de sábado.

Os “comentários e ações de assédio e intimidação” de alguns manifestantes violam as diretrizes de expressão aberta da escola, bem como a lei estadual e federal, disse Jameson, e o vandalismo de uma estátua com grafite antissemita foi “especialmente repreensível e será investigado como crime de ódio”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Um grupo de professores disse no sábado que estava “profundamente perturbado” pelo e-mail do presidente da universidade, dizendo que incluía “alegações não fundamentadas” que “foram contestadas para nós por professores e alunos que participaram e observaram a manifestação”.

O capítulo da universidade da Associação Americana de Professores Universitários disse que a declaração de Jameson “distorce a natureza geral de um protesto contra a guerra que envolve emoções fortes de ambos os lados, mas não temos conhecimento de qualquer violência real ou ameaças de violência a indivíduos em nosso campus”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os estudantes protestantes dizem que estão chamando a atenção para a guerra em Gaza, onde uma ofensiva israelense matou mais de 34.000 palestinos, deslocou cerca de 80% da população e levou centenas de milhares de pessoas à beira da fome. A guerra foi desencadeada pelo ataque do Hamas em 7 de outubro a Israel, no qual militantes mataram cerca de 1.200 pessoas, na maioria civis, e mantiveram outras 250 pessoas como reféns.

Israel e seus apoiadores rotularam os protestos de antissemitas, enquanto críticos de Israel dizem que ele usa tais alegações para silenciar opositores. Embora alguns manifestantes tenham sido flagrados em vídeo fazendo comentários antissemitas ou ameaças violentas, os organizadores dos protestos, alguns dos quais são judeus, afirmam que é um movimento pacífico destinado a defender os direitos palestinos e protestar contra a guerra.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Na Universidade de Columbia, cujo acampamento inspirou a onda de protestos em todo o país, houve relatos de “agitadores externos” que infiltraram o protesto “para espalhar ódio e antissemitismo”, disse o comissário adjunto da NYPD, Kaz Daughtry, em uma postagem em redes sociais.

“O que pode ter começado como um grupo de estudantes da Columbia querendo expressar seu direito constitucional de protestar atraiu multidões de agitadores externos que estão tentando se apossar de um protesto pacífico e transformá-lo em algo muito mais sinistro”, disse ele.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em um comunicado no site da universidade na sexta-feira, os funcionários da escola condenaram os relatos de antissemitismo, chamando-os de “intoleráveis”.

“E a situação de segurança tornou-se preocupante, principalmente com o envolvimento de indivíduos não associados à Columbia”, disse a carta, atribuída à presidente Minouche Shafik, à reitora Angela Olinto e a David Greenwald e Claire Shipman, co-presidentes do conselho de administração.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Cânticos, cartazes, zombarias e postagens em redes sociais de nossos próprios alunos que zombam e ameaçam ‘matar’ pessoas judias são totalmente inaceitáveis, e os estudantes da Columbia envolvidos em tais incidentes serão responsabilizados. Podemos relatar que um indivíduo cujos vídeos vis estão surgindo nos últimos dias agora está proibido de entrar no campus”, dizia a carta.

Com informações da CBS News

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

mega-sena

Economia

Ninguém acertou os seis números da Mega-Sena no concurso 2728, realizado na noite desta quinta-feira (23), em São Paulo. Com isso, o prêmio acumulou...

ETFs criptomoeda ETFs criptomoeda

Criptomoeda

A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) aprovou ETFs (Exchange-Traded Funds) de Ethereum, a segunda maior criptomoeda do mundo. Essa decisão marca...

Netflix Netflix

Entretenimento

A gigante do streaming Netflix pegou seus assinantes de surpresa ao elevar os preços de seus três planos no Brasil, sem aviso prévio. O...

Últimas Notícias

✅Petrobras Cancela Privatização De TBG E 5 Refinarias Petrobras cancela privatização de TBG e 5 refinarias CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO ✅“Corrupção Venceu E...

tinta vermelha metrô tinta vermelha metrô

São Paulo

Na noite desta quarta-feira (22), uma mancha de cor vermelha no chão de um vagão da Linha-3 Vermelha, do Metrô de São Paulo, despertou...

Brasil

A Organização das Nações Unidas (ONU) está enviando 208 casas montáveis ao Rio Grande do Sul para abrigar desabrigados pelas chuvas que assolam o...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

cláudio castro

Brasil

Após a decisão favorável no Tribunal Regional do Rio de Janeiro (TRE-RJ), o governador Cláudio Castro (PL) foi absolvido e aproveitou para alfinetar o...

médico médico

Brasil

Um caso de negligência médica resultou em uma condenação judicial contra um hospital, um médico anestesista e um plano de saúde em Belo Horizonte....

Ribeirão das Neves, Ribeirão das Neves,

Brasil

Uma festa de aniversário transformou-se em tragédia na noite desta quinta-feira (23), quando uma chacina ocorreu em um sítio situado em Ribeirão das Neves,...

enchentes enchentes

Brasil

As consequências devastadoras das enchentes continuam a assolar o Rio Grande do Sul, com a confirmação de mais duas mortes por leptospirose na noite...

Taboão da Serra dedos de silicone Taboão da Serra dedos de silicone

São Paulo

Durante uma operação conjunta entre o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) e a 4ª Delegacia da Divisão de Investigação sobre Crimes...

RS: Comporta do Guaíba rompe e ameaça zona norte de Porto Alegre RS: Comporta do Guaíba rompe e ameaça zona norte de Porto Alegre

Brasil

Nesta quinta-feira (23/5), o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) informou que apenas 10 das 23 estações de drenagem de águas estão operacionais...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit