Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Javier Milei
@jMilei

Mundo

Ministro de Relações Exteriores da Espanha Exige Desculpas Públicas de Milei Após Discurso em Madrid

O ministro de Relações Exteriores, José Manuel Albares, exigiu que o presidente argentino, Javier Milei, emita “desculpas públicas” após seu discurso no último domingo em Madrid. “As palavras pronunciadas hoje por Javier Milei em Madrid ultrapassam qualquer tipo de diferença política e ideológica”, afirmou Albares, que considerou o discurso do argentino como “um ataque frontal à nossa democracia, às nossas instituições”. “Não têm precedentes na história das relações entre dois países, dois povos unidos por laços de fraternidade”, acrescentou.

Albares respondia às declarações do presidente argentino, Javier Milei, expressas durante o evento Europa Viva 24, organizado pelo partido de extrema direita Vox no Palácio de Vistalegre durante o fim de semana. Durante o encerramento, Milei acusou a esposa de Pedro Sánchez de “corrupta”, em relação à investigação judicial contra Begoña Gómez por suposto tráfico de influências.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Que tipo de gente está no poder. Mesmo que tenha a mulher corrupta, ela se suja e leva cinco dias para pensar”, declarou o presidente argentino, que qualificou o socialismo como “maldito e cancerígeno”. “O socialismo, sempre que foi tentado, não apenas na Argentina, mas no mundo todo, foi um fracasso econômico, um fracasso social, um fracasso cultural. Imposto sobre pilhas e pilhas de cadáveres”, acrescentou em seu discurso. “A justiça social sempre é injusta porque implica um roubo”.

Segundo o ministro espanhol, Milei foi “recebido de boa fé para participar de um evento político da extrema direita” e “a essa hospitalidade respondeu com um ataque frontal à nossa democracia”. Albares lembrou os princípios de respeito mútuo e não interferência em assuntos internos, que considera que o presidente argentino ignorou. “Ele rompe com todos os usos diplomáticos e as mais elementares regras de convivência entre países”, afirmou.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

As palavras do argentino teriam levado “as relações entre Espanha e Argentina ao seu momento mais grave até o momento”, segundo o ministro. Por isso, convocou “sine die” a embaixadora espanhola na Argentina e exigiu que o presidente se desculpe publicamente. “Caso não ocorra, tomaremos as medidas que considerarmos adequadas para defender nossa soberania”.

O ministro assegurou que conta com o apoio de uma “ampla maioria” dos parlamentares espanhóis, com exceção dos do PP e Vox, que ainda não se pronunciaram. Além disso, ele conversou com o Alto Representante da União Europeia para Assuntos Exteriores, Josep Borrell, que considerou que “um ataque deste calibre a um Estado membro é um ataque à União Europeia”, segundo Albares.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“A liberdade política, a prosperidade, a coesão social baseada na redistribuição fiscal e o respeito no debate público são pilares da UE. Os ataques contra familiares de líderes políticos não têm lugar em nossa cultura: os condenamos e rejeitamos, especialmente quando provêm de parceiros”, expressou Borrell em suas redes sociais.

Este é o segundo choque diplomático entre Espanha e Argentina no último mês, após as polêmicas declarações do ministro dos Transportes, Óscar Puente. O socialista, durante uma intervenção em um evento na Universidade de Salamanca, acusou Javier Milei de “ingerir substâncias”. Puente reconheceu posteriormente como um “erro” suas palavras e o governo argentino considerou o incidente superado em 6 de maio.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Do PSOE, eles apontaram em um comunicado a “gravidade” das palavras do argentino, que deveriam provocar “uma reação imediata de todos os partidos políticos”. “O discurso de ódio da internacional ultra não pode ficar impune”, sentenciaram.

Nas redes sociais, a vice-presidente e ministra da Fazenda, María Jesús Montero, também classificou as palavras de Milei como “inaceitáveis”. “Diante do ódio e dos insultos da direita populista, o governo manterá firme suas convicções e não tolerará essas injúrias”, acrescentou. Por sua vez, o ministro da Cultura, Ernest Urtasun, assegurou que “o insulto do ultradireitista Milei é contra o governo e contra a Espanha. É incompreensível que os empresários estejam mais focados em tirar fotos com eles do que em aumentar os salários e avançar nos direitos sociais”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Desde o Partido Popular, eles garantiram que seu trabalho “é fazer oposição ao presidente da Espanha, não ao da Argentina”. “O ministro de Relações Exteriores, que não nos chamou para nos informar da posição no Saara, Ucrânia, Israel ou Gibraltar, liga hoje para que o PP defenda Pedro Sánchez de declarações do presidente argentino, a quem o governo acusou de usar drogas”, lembraram fontes do PP à Europa Press. Os populares explicaram que fazem política “dentro do quadro da moderação e do respeito”. “Não participamos da hipérbole discursiva que pretendem incluir uns e outros”, destacou o PP. “Nosso trabalho é fazer oposição ao presidente da Espanha, não ao da Argentina”, conclui o PP.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

RESUMO DO DIA

Dolar: 5,40 Euro: 5,84 ✅CCJ Da Câmara Aprova PEC Que Criminaliza Posse E Porte De Qualquer Quantidade De Droga CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO...

Mauro Cid Mauro Cid

Política

O ex-ajudante de ordens de Bolsonaro, tenente-coronel Mauro Cid, e seu pai, o general Lourena Cid, foram intimados a depor novamente na Polícia Federal...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ironizou um momento apontado como “socialista” da Corte durante o julgamento que discute uma...

Lula Lula

Política

Por unanimidade, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou com ressalvas as contas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) relativas ao...

Silvio Almeida - Em evento que faz parte da Parada LGBT, ministro de Lula diz que quer Brasil sem “medo de amar" Silvio Almeida - Em evento que faz parte da Parada LGBT, ministro de Lula diz que quer Brasil sem “medo de amar"

Política

O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, expressou indignação com o projeto de lei (PL) 1.904/24, que equipara o aborto ao...

Jesus cristo Jesus cristo

Curiosidades

Embora Jesus seja uma figura central no cristianismo, os detalhes de sua infância permanecem em grande parte um mistério. Os evangelhos canônicos da Bíblia...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

stf

Brasil

Uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu que a União seja responsável pelo custeio de um medicamento avaliado em R$ 17 milhões para...

dólares doação dólares doação

São Paulo

Um morador de Santos, no litoral de São Paulo, fez uma doação inesperada ao enviar US$ 10 mil em espécie dentro de uma mala...

polícia civil polícia civil

Sem categoria

Uma oficina mecânica em Carapicuíba foi flagrada em um esquema de fraude que envolvia a substituição de peças originais de carros esportivos e de...

tornozeleiras eletrônicas tornozeleiras eletrônicas

São Paulo

Nesta quarta-feira (12), o governo de São Paulo lançou um edital para aquisição de mil tornozeleiras eletrônicas, marcando a expansão do programa de monitoramento...

tceam tceam

Brasil

Nesta quarta-feira (12), uma parte do teto de um dos prédios do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) desabou, sem causar ferimentos....

Brasil

A Justiça de São Paulo concedeu uma medida protetiva contra o pastor Rinaldo Pereira, líder da igreja evangélica Bola de Neve, em resposta às...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit