Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Fome severa África Oriental
Foto: Criador de Imagens Bing

Mundo

ONU: Chuvas na África deixam pelo menos 473 mortos e 1,6 milhão de afetados

De acordo com informações divulgadas hoje pela Organização das Nações Unidas (ONU), pelo menos 473 pessoas perderam a vida, 410.350 foram deslocadas de suas residências e 1,6 milhão foram impactadas pelas chuvas e inundações que assolam diversos países da África Oriental desde meados de março.

O relatório publicado pelo Gabinete de Coordenação dos Assuntos Humanitários das Nações Unidas (Ocha) aponta que as tempestades danificaram fontes de água e outras infraestruturas, agravando a propagação de doenças como cólera e sarampo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os países mais afetados por essa prolongada temporada chuvosa, que normalmente se estende de março a maio, são Quênia, Tanzânia, Somália, Etiópia, Uganda e Burundi. Este ano, o fenômeno El Niño agravou as condições, causando chuvas torrenciais, inundações repentinas e deslizamentos de terra. No Quênia, pelo menos 291 pessoas foram mortas, 188 ficaram feridas e 75 estão desaparecidas, segundo dados governamentais mais recentes. Mais de 278.380 pessoas foram deslocadas e mais de 412.760 foram afetadas pelas chuvas.

Segundo o Ocha, a situação das barragens e cursos de água em todo o país é crítica, com transbordamentos e erosões de diques. Na Tanzânia, as autoridades relataram que 155 pessoas morreram e 126 mil foram afetadas até o início de maio. A Autoridade Meteorológica da Tanzânia alertou que o ciclone Ialy, no Oceano Índico, poderia trazer fortes ventos, tempestades e chuvas torrenciais.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Na Somália, estima-se que 225.760 pessoas tenham sido afetadas pelas chuvas, com 38.730 deslocadas. As chuvas intensas e as inundações resultaram em perdas de sustento, como gado e terras agrícolas, e destruíram pequenas empresas. O país também enfrenta sérios danos às fontes e instalações de água, saneamento e higiene, agravando o surto de cólera, que já registrou 10.640 casos e 120 mortes, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na Etiópia, cerca de 57 mil pessoas foram afetadas, especialmente na região fronteiriça com a Somália, onde pelo menos 51 mil foram deslocadas. A superlotação em abrigos temporários aumenta o risco de propagação de doenças. Em Uganda, mais de 52 mil pessoas foram afetadas entre janeiro e abril, com 23 mortes e 241 feridos. Em maio, pelo menos 49 pessoas morreram, 296 ficaram feridas e 28 estão desaparecidas, além das 3.080 famílias deslocadas de suas casas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Donald trump

Mundo

O ex-presidente Donald Trump revelou neste sábado (22) aos repórteres que já tomou uma decisão sobre quem será seu companheiro de chapa nas eleições...

quina são joão quina são joão

Economia

Na noite deste sábado (22), a Caixa Econômica Federal realizou o sorteio especial da Quina de São João, um concurso que não acumula e...

Violência apartheid Lewandowski Violência apartheid Lewandowski

Brasil

O Ceará vive sob o terror de uma onda de violência que já deixou 12 mortos e 9 feridos desde a madrugada da última...

Mundo

O impacto de vários projéteis russos em uma área residencial na cidade de Kharkiv, no nordeste da Ucrânia, resultou na morte de pelo menos...

Mundo

Em meio à crescente tensão na fronteira entre Israel e o Líbano, o Exército israelense informou neste sábado que atacou um posto de observação...

Bizarro

Parlamentares usam linguagem menos complexas em dias quentes. As alterações climáticas têm muitos efeitos generalizados e complicados no bem-estar das pessoas e do planeta,...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

São Paulo

Um homem de 31 anos foi preso em flagrante na manhã da última sexta-feira (21) após ser flagrado transportando mais de 100 quilos de...

São Paulo

Na sexta-feira (21), a Polícia Civil desarticulou uma operação criminosa em um condomínio de luxo na cidade de Igaratá, interior de São Paulo. Doze...

Assessor da Prefeitura de Duque de Caxias Assessor da Prefeitura de Duque de Caxias

Brasil

Michel Laeber Estevão, conhecido como Xexéu e assessor da Prefeitura de Duque de Caxias, Rio de Janeiro, foi vítima de um assassinato a tiros...

Aeroporto de Guarulhos Aeroporto de Guarulhos

São Paulo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) suspendeu os efeitos da medida cautelar que limitava o número de voos no Aeroporto Internacional de São...

Brasil

O estudante Yoshinori Kubota Lima, 20 anos, cujo desaparecimento foi reportado desde a manhã de quarta-feira (19/6), foi encontrado sem vida pela Polícia Civil...

(Polícia Civil do Ceará) (Polícia Civil do Ceará)

Brasil

Uma onda de violência iniciada na madrugada de quinta-feira (20) em Viçosa do Ceará, a cerca de 360 km de Fortaleza, resultou na morte...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit