Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Política

Senado vai analisar PEC que libera ‘orçamento de guerra’ para crises climáticas como as chuvas no Rio Grande do Sul

 

O Senado Federal deve começar a analisar nesta segunda-feira (06) uma PEC que cria um “Orçamento de Guerra” (fora do Orçamento-Geral da União) para calamidades climáticas como as fortes chuvas que atingem o Rio Grande do Sul (RS) desde a última semana.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

336 municípios tiveram situação de calamidade pública reconhecida. São 83 mortos no estado, 111 pessoas desaparecidas e 276 feridas.

O autor da PEC, senador Alessandro Vieira (MDB-SE), afirmou nas redes sociais nesta segunda (6) que já tinha reunido as 27 assinaturas necessárias para colocar o tema em tramitação.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Já conseguimos as assinaturas necessárias para tramitar a PEC que cria um regime especial para a reconstrução do RS e um instrumento permanente para tragédias desta magnitude. Trabalhando de forma integrada e suprapartidária o Congresso dará sua contribuição neste grave momento”, escreveu Vieira.

No domingo, após sobrevoarem com Lula as áreas atingidas, os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), defenderam medidas para flexibilizar as regras fiscais e facilitar o socorro financeiro ao estado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Líderes partidários da Câmara e do Senado devem se reunir para decidir a tramitação dessas medidas contra catástrofes climáticas. Há chance de que se adote um rito acelerado para viabilizar o envio dos recursos.

O projeto em discussão propõe a criação do denominado “orçamento de guerra”, que seria separado do Orçamento-Geral, em situações de “calamidade pública ambiental de importância regional ou local”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

De acordo com a PEC, para que as regras extraordinárias entrem em vigor:

  • A calamidade deve ser reconhecida pelo Congresso Nacional, mediante solicitação do Presidente da República;
  • A aplicação da regra excepcional deve ser restrita àquilo em que a urgência seja incompatível com o regime regular;
  • Os recursos devem ser direcionados para ações da União nas áreas afetadas, com o intuito de prestar auxílio aos entes atingidos.

Caso o “orçamento de guerra” seja aprovado, a PEC estipula que as regras seguiriam as mesmas diretrizes inseridas na Constituição em 2021 para o regime extraordinário adotado durante a pandemia de Covid-19.

Estas medidas compreendem:

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
  • Simplificação dos processos para contratação temporária e emergencial de pessoas, obras, serviços e compras, implicando na dispensa de licitação e concurso público;
  • Autorização para o Legislativo e o Executivo aprovarem medidas que acarretem aumento de gastos sem indicar a fonte dos recursos ou a compensação orçamentária;
  • Permissão para contratar bens e serviços mesmo junto a empresas que estejam endividadas com a Previdência, o que normalmente é vedado;
  • Aval para a União ignorar as restrições orçamentárias concernentes a créditos extraordinários, remanejamento de recursos e transferências para estados e municípios.
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Fim da isenção de compras internacionais abaixo de US$ 50 pela Câmara pode criar imposto de 92%

Economia

Com a recente sanção do presidente Lula, a nova taxa de 20% sobre compras internacionais de até US$ 50 começará a valer a partir...

lula e indígenas lula e indígenas

Brasil

O número de assassinatos de indígenas no Brasil aumentou significativamente no primeiro ano do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo...

recuperação judicial dinheiro economia recuperação judicial dinheiro economia

Governo

A equipe econômica anunciou, nesta segunda-feira (22), o congelamento de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024. A decisão foi formalizada no Relatório de...

Saúde

Entre as 39,9 milhões de pessoas vivendo com HIV/Aids no mundo, cerca de 9,3 milhões não têm acesso ao tratamento adequado. Essa lacuna no...

granada granada

São Paulo

Na tarde desta segunda-feira (22), uma granada foi encontrada em um abrigo localizado no bairro do Bom Retiro, no centro de São Paulo (SP)....

Virus Coqueluche Virus Coqueluche

Saúde

O estado de Kerala, no sul da Índia, entrou em alerta após a morte de um menino de 14 anos no último domingo (21)...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Anderson Bonetti, sócio do humorista e influenciador Nego Di, foi preso nesta segunda-feira (22) sob acusação de ser o mentor de um esquema fraudulento...

bebê bebê

São Paulo

Um bebê foi encontrado abandonado dentro do banheiro feminino da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Baeta Neves, em São Bernardo do Campo,...

Brasil

Na tarde desta segunda-feira (22), a influenciadora digital Carla Gabola, conhecida por seu trabalho no universo dos concursos, morreu após complicações decorrentes de uma...

ex-Panicat Ana Paula Leme ex-Panicat Ana Paula Leme

Destaques

Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra o momento em que a ex-Panicat Ana Paula Leme agride um policial militar durante uma...

Últimas Notícias

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Aloizio Mercadante, declarou nesta segunda-feira (22) que o Brasil “sente saudade” de Dilma...

STF pauta para semana que vem ação que pode liberar trans em banheiros femininos STF pauta para semana que vem ação que pode liberar trans em banheiros femininos

Brasil

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) declarou inconstitucional a lei que proibia a instalação de banheiros unissex em Uberaba, no Triângulo Mineiro....

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit