Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

SP vacinar Covid-19 6 mesesSP vacinar Covid-19 6 meses
Foto: Mirko Sajkov/Pixabay

Saúde

Baixa cobertura contra HPV favorece casos preveníveis de câncer

Sete em cada dez casos de câncer de colo de útero são causados por um vírus contra o qual existe vacina disponível gratuitamente no Sistema Único de Saúde. Esse vírus é o papilomavírus humano (HPV), que também causa nove em cada dez casos de câncer de ânus e está relacionado a neoplasias malignas no pênis, vagina, vulva, boca e garganta.

Mesmo com tantas evidências do perigo que representa estar desprotegido contra essa infecção sexualmente transmissível (IST), o Programa Nacional de Imunizações (PNI) constatou queda na proteção do público-alvo dessa vacina no ano passado.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde em 21 de fevereiro, 87,08% das meninas brasileiras entre 9 e 14 anos de idade receberam a primeira dose da vacina em 2019, e em 2022, a cobertura caiu para 75,81%. Entre os meninos, a cobertura vacinal caiu de 61,55%, em 2019, para 52,16%, em 2022.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Procurado nesta segunda-feira (6) pela Agência Brasil para atualizar os dados, o ministério informou que, entre as meninas, a cobertura da vacina contra o HPV, em 2022, alcançou 77,37% na primeira dose, e 58,29%, na segunda dose. Entre os meninos, 56,76% receberam a primeira dose, e apenas 38,39%, a segunda.

Infectologista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e do Instituto I’Dor, José Cerbino Neto explica que poucos dos mais de 100 tipos de HPV são relacionados ao câncer, e os tipos 16 e 18 são os mais perigosos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Indicada no Sistema Único de Saúde (SUS) para adolescentes de 11 a 14 anos e pessoas com situações específicas da saúde, a vacina contra o HPV protege contra esses dois tipos e também contra duas cepas responsáveis por verrugas genitais. Além do público-alvo do PNI, pessoas de até 45 anos podem obter a vacina em clínicas privadas de imunização, segundo autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

“Se entende que a vacinação nessa população de 11 a 14 anos vai ter um maior impacto, porque essas pessoas estarão vacinadas desde antes de iniciar sua vida sexual. Mas para qualquer pessoa não vacinada até 45 anos, há um benefício com a vacinação”, destaca o pesquisador.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“A vacina tem a capacidade de proteger as pessoas da infecção sexualmente transmissível, e, em última análise, protegê-las de um câncer que elas poderiam vir a desenvolver”.

Pessoas que vivem com HIV/aids, transplantados de órgãos sólidos, de medula óssea ou pacientes oncológicos na faixa etária de 9 a 45 anos também podem ser vacinados gratuitamente no SUS, em algum centro de referência de imunobiológicos especiais, com o esquema de três doses.

As estimativas do Ministério da Saúde dão conta de que cerca de metade de todas as mulheres diagnosticadas com câncer do colo de útero têm entre 35 e 55 anos de idade e muitas, provavelmente, foram expostas ao HPV na adolescência ou na faixa dos 20 anos de idade.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Incidência

Apesar de ser associado a casos de câncer, a grande maioria dos casos de infecção pelo HPV não evolui dessa forma. Em grande parte dos casos, o próprio sistema imunológico se encarrega de combater o vírus antes do surgimento de sintomas.

Segundo o Ministério da Saúde, os primeiros sintomas podem aparecer de dois a oito meses após a infecção pelo HPV, mas continuam a existir chances mesmo duas décadas após o contato. As manifestações sintomáticas são mais comuns em gestantes e em pessoas com imunidade baixa. O vírus pode causar lesões visíveis e invisíveis a olho nu, e a manifestação mais frequentes são verrugas na região genital ou anal. Essas verrugas, em geral, estão associadas aos tipos não cancerígenos de HPV.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Cerbino destaca que a maioria da população adulta vai ser infectada pelo HPV em algum momento da vida. Como os tipos do vírus associados ao câncer são os que provocam lesões mais graves, eles são os mais frequentemente diagnosticados e testados laboratorialmente, o que não significa que sejam os que mais circulam.

“Eles são os mais identificados por serem os que causam mais doenças”, destaca. “Como existe mais de um subtipo, há benefícios em tomar a vacina para quem já teve o HPV, porque você estaria aumentando sua proteção contra uma eventual nova infecção, embora isso não seja comum”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O Ministério da Saúde e o Instituto Nacional de Câncer (Inca) citam estudos internacionais que apontam que chega a 80% o percentual de mulheres sexualmente ativas que terão contato com um ou mais tipos de HPV em algum momento de suas vidas, e essa porcentagem pode ser ainda maior em homens. Pesquisadores que se debruçam sobre o tema estimam que entre 25% e 50% da população feminina e 50% da população masculina mundial esteja infectada por HPV.

Para o infectologista da Fiocruz, campanhas antivacina e boatos se somam à dificuldade de mobilizar a faixa etária alvo da vacinação como alguns dos obstáculos a uma cobertura maior para a imunização contra o HPV.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“O nosso calendário vacinal tem vacinas recomendadas para todas as faixas etárias, mas a nossa cultura é vacinar as crianças. Então, o fato de a vacina ser aplicada dos 11 aos 14 anos pode ter contribuído para a cobertura ter sido mais baixa”, avalia ele, que destaca que a vacina é segura e eficaz, além de ser aplicada em mais de 100 países.

Vacina nova

O imunizante contra o HPV disponível no PNI e nas clínicas privadas até este ano é o quadrivalente, que protege contra quatro tipos do vírus, entre eles o 16 e 18, considerados mais perigosos. As clínicas privadas devem começar a aplicar nas próximas semanas uma nova versão da vacina, contra nove cepas, também incluindo o 16 e o 18 e mais cinco tipos de HPV de alto risco.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Responsável pelo setor de Imunização Humana do Richet Medicina & Diagnóstico, Patrícia Rosa Vanderborght explica que essa nova vacina vai aumentar a proteção contra o câncer de colo de útero e de outros tipos. A pesquisadora também destaca que a comunicação sobre a prevenção do HPV vem sendo muito restrita aos adolescentes, por causa das campanhas oficiais de vacinação, e às mulheres, por conta da prevenção do câncer de colo de útero.

“A incidência é muita alta, e homens não têm a cultura de ir ao médico e fazer exames como a mulher, que vai ao ginecologista. A gente observa muita falta de informação entre os homens, que acham que a vacina só é importante para mulheres”, alerta. “Outra população importante é a população LGBT. A gente tem conversado com os infectologistas sobre a necessidade de essa população ter ciência da prevenção e da incidência de câncer”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Patrícia acrescenta que a vacinação contra o HPV na adolescência tem a vantagem de ser em esquema de apenas duas doses. Nas clínicas privadas, que vacinam o público adulto, a vacina passa a precisar de três doses.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

copa américa

Esportes

Às vésperas de uma nova edição da Copa América, a prestigiada revista Forbes elaborou um relatório – com base nas cifras calculadas pelo Transfermarkt...

Dólar turismo já é negociado a R$ 5,91 nas casas de câmbio em dia de Copom Dólar turismo já é negociado a R$ 5,91 nas casas de câmbio em dia de Copom

Economia

Nesta manhã (19), o mercado de câmbio registra alta no dólar turismo, acompanhando o movimento do comercial. Para quem planeja viagens ao exterior, a...

PGR denuncia ex-esposa de governador petista por participação nos atos do 8 de Janeiro PGR denuncia ex-esposa de governador petista por participação nos atos do 8 de Janeiro

Justiça

A ex-primeira-dama da Paraíba, Pâmela Bório, foi denunciada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal (STF) por participação nos atos de 8...

Saiba quem será o substituto de Gustavo Gayer na disputa pela prefeitura de Goiânia Saiba quem será o substituto de Gustavo Gayer na disputa pela prefeitura de Goiânia

Política

Na manhã desta quarta-feira (19), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou a pré-candidatura de Fred Rodrigues à prefeitira de Goiânia (GO), em um evento...

nubank nubank

Negócios

Apoiadores do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e supostos clientes do Nubank recorreram ao X, antigo Twitter, para expressar o desejo de...

São Paulo

Na terça-feira (18), o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de baixa umidade para a região da Grande São Paulo. Segundo o...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Cachorro

São Paulo

Um cachorro invadiu a pista de pousos e decolagens do Aeroporto Internacional de São Paulo, localizado em Guarulhos, na tarde de terça-feira (18). As...

Mais de 400 pessoas são presas em megaoperação na Bahia contra grupos criminosos Mais de 400 pessoas são presas em megaoperação na Bahia contra grupos criminosos

Brasil

Mais de 400 pessoas foram presas na terça-feira (18) durante a 13ª fase da Operação Unum Corpus na Bahia. A Polícia Civil informou que...

Brasil

Produtores de arroz do Rio Grande do Sul estão agendados para se reunir nesta quarta-feira (19) com representantes do governo Lula, com o objetivo...

Brasil

Policiais civis de seis estados, com apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública, realizaram uma grande operação na manhã desta quarta-feira (19). São...

Brasil

O Ministério da Saúde anunciou um aumento de 51% no valor do auxílio concedido a pessoas com transtorno mental que passaram longos períodos internadas...

Brasil

A Prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta terça-feira (18) a exoneração de Eduardo Paim, então secretário municipal de Cultura e Economia Criativa. A decisão...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit