sexta-feira, 18 de junho de 2021

Sara Winter vira referência na luta contra o aborto no México

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Após converter-se ao conservadorismo em 2015, a ativista e escritora Sara Giromini, mais conhecida como Sara Winter, adotou a luta contra o aborto como uma de suas principais bandeiras. Apesar da forte retaliação da esquerda, Sara passou a defender a vida também fora do Brasil.

Mesmo presa em regime domiciliar pelo Supremo Tribunal Federal (STF) desde 2020, em abril deste ano, a ex-feminista participou por videoconferência de uma audiência pública no Parlamento do Congresso Estadual de Puebla, estado do México, para defender a tese pró-vida. Atualmente os parlamentares de Puebla discutem a possibilidade de legalização do aborto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Sara relatou ao jornal Gazeta Brasil que levou aos mexicanos várias políticas públicas do Governo Federal brasileiro e apontou o presidente Jair Bolsonaro como um defensor da vida.

Sara Winter entre congressistas mexicanos durante audiência sobre o aborto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

“Eu fui convidada pela bancada conservadora do Congresso Nacional do México e recebi das mãos dos parlamentares uma premiação pelos serviços prestados em favor da vida em todo o país. Eu já estive no México 7 vezes, em pelo menos 40 cidades diferentes participando de conferências e prestando assessoria para políticos conservadores”, afirmou.

Atualmente, Winter oferece aulas e cursos sobre temas conservadores. A escritora já alcançou a marca de 190 mil seguidores no Instagram.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos