Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

arsenal de guerra barueri
Arsenal de Guerra de São Paulo em Barueri, Grande São Paulo — Foto: Reprodução/Exército brasileiro

São Paulo

Justiça Militar Aceita Denúncia Contra Militares e Civis por Furto de Armas em Arsenal do Exército

A Justiça Militar da União (JMU) acatou a denúncia contra quatro militares e quatro civis por seu envolvimento direto ou indireto no furto de 21 armas do Arsenal de Guerra do Exército de Barueri, na Grande São Paulo. Os réus incluem o tenente-coronel Rivelino Barata de Sousa Batista, ex-diretor da unidade, bem como um primeiro-tenente e dois cabos. A decisão foi divulgada após uma reportagem da GloboNews nesta quarta-feira (28).

Na sexta-feira (23), dois militares foram detidos pelo Exército após uma decisão da Justiça Militar. Desde então, eles permanecem presos no 2º Batalhão de Polícia do Exército, em Osasco, na Grande São Paulo. As defesas dos acusados não foram localizadas para comentar sobre o caso.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Ademais, o Exército optou por aplicar sanções administrativas a 38 militares, que receberam punições variando de um a 20 dias de prisão disciplinar, dependendo da patente e do grau de envolvimento. Essas medidas foram iniciadas em novembro do ano passado.

Das 21 metralhadoras furtadas, 19 foram recuperadas, enquanto as outras duas ainda estão sendo procuradas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Segundo o inquérito militar, o roubo das armas ocorreu em 7 de setembro de 2023, entre 14h30 e 15h, conforme apontado por análises de câmeras de segurança e rastreamento.

Os militares envolvidos arrombaram um cadeado e um lacre no depósito de armas do Arsenal de Guerra, desativando o alarme do local. Em seguida, as armas foram colocadas na caçamba de uma caminhonete, disfarçadas sob uma capa, e retiradas do depósito. A saída do veículo ocorreu sem intercorrências, beneficiada pela falta de revista devido a uma ordem do primeiro-tenente Cristiano Ferreira, o que contraria os regulamentos internos do Exército.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Embora o inquérito não tenha confirmado a participação direta do primeiro-tenente no furto, ele está sendo processado por negligência. Da mesma forma, o tenente-coronel Rivelino Barata de Sousa Batista foi exonerado de seu cargo como diretor do Arsenal da Guerra após a confirmação do desvio das armas, mas permanece no Exército, atualmente lotado na Diretoria de Fabricação.

A denúncia aceita pela Justiça Militar divide os militares entre aqueles com participação direta no furto e os com participação indireta, por negligência ou inação.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Além dos militares, quatro civis também enfrentam acusações por receptação, alguns ligados ao Comando Vermelho. Um deles, ainda, teria sido responsável pelo planejamento do furto e pelo contato com membros da facção criminosa para a venda das armas.

Os acusados poderão responder por diversos crimes, incluindo furto, peculato e receptação, com penas variadas conforme o Código Penal Militar. A Justiça Militar segue com as investigações para esclarecer completamente o caso e responsabilizar os envolvidos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

Política

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) decidiu cancelar uma conversa agendada para este sábado (13) com o empresário e magnata Elon Musk, dono da empresa...

Mundo

Em meio à escalada de tensões no Oriente Médio, o Ministério da Defesa persa advertiu que qualquer país que permitir o uso de seu...

Últimas Notícias

O Exército israelense confirmou neste sábado o lançamento de “dezenas de drones” do Irã em direção a Israel, mas alertou que levará “várias horas”...

Últimas Notícias

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) está programado para conversar com o empresário Elon Musk na noite deste sábado (13/4), às 21h30. O anúncio foi...

israel israel

Mundo

Forças marítimas dos Guardiões da Revolução do Irã interceptaram um navio porta-contêineres neste sábado (12), próximo ao Estreito de Ormuz, alegando vínculos com Israel....

Últimas Notícias

O repórter investigativo Afonso Monaco, conhecido por seu trabalho na TV Record, nos programas Domingo Espetacular e Câmera Record, morreu aos 79 anos na...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Após três dias de busca, os bombeiros encontraram o corpo de um rapaz que estava desaparecido no município de Alto Paraíso de Goiás (GO),...

Últimas Notícias

Mais de 400 kg de cocaína foram apreendidos em uma operação policial realizada na sexta-feira (12) na comunidade de Paraisópolis, zona sul de São...

Últimas Notícias

Os proprietários de veículos com placa final 3 têm até segunda-feira (15) para efetuar o pagamento da quarta parcela do IPVA 2024. Os contribuintes...

Últimas Notícias

Na noite de sexta-feira (12), o ex-mestre de bateria da escola de samba Renascer de Jacarepaguá, Paulo Silva Vieira de Araújo, conhecido como Mestre...

Brasil

Na manhã desta sexta-feira (12/4), a Polícia Civil e a Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e Social (Prodep) do Ministério Público...

Últimas Notícias

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) deu início à segunda fase da investigação sobre a suposta infiltração do Primeiro Comando da Capital (PCC)...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit