Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Foto: Washington Costa/MF

Destaques

Lula edita medida que muda regras da desoneração da folha para aumentar arrecadação

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva editou uma medida provisória (MP) com medidas para alcançar a meta do déficit zero e aumentar a arrecadação da União. O texto, que também é assinado pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad, foi publicado nesta sexta-feira (29) no Diário Oficial da União (DOU).

As medidas foram apresentadas por Haddad em uma coletiva de imprensa realizada na quinta-feira (28) e incluem: estabelecimento de limite para compensações tributárias, reoneração parcial das empresas em resposta à desoneração da folha de pagamento e ajustes em um programa destinado à retomada do setor de eventos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

De acordo com o texto publicado, o governo fixou um limite para as compensações tributárias determinadas judicialmente. Empresas com crédito acima de R$ 10 milhões não poderão abater esse valor integralmente, mas de maneira gradual.

As medidas foram anunciadas por Haddad durante coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira (28). São elas:

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
  • Limite para compensações tributárias: O governo determinou um teto para as compensações tributárias estabelecidas judicialmente. Nessa modalidade, os contribuintes podem compensar parte dos impostos pagos indevidamente. Com a medida, as empresas que tenham crédito acima de R$ 10 milhões não poderão abater esse valor integral, e sim de forma gradual.

  • Reoneração parcial das empresas: Como alternativa à desoneração da folha de pagamento, que foi vetada por Lula, o governo propôs uma reoneração parcial. Segundo o texto, a medida começa a valer apenas a partir de abril de 2024. Atualmente, em vez de o empresário pagar 20% sobre a folha do funcionário, o tributo pode ser calculado com a aplicação de um percentual sobre a receita bruta da empresa, que varia, conforme o setor, de 1% a 4,5%.

Com a nova medida, o imposto volta a incidir sobre a folha de pagamento, mas de forma parcial. O texto determina que o tributo será aplicado apenas sobre o salário mínimo e que a remuneração que ultrapassar os R$ 1.412 vai pagar normalmente. Confira o escalonamento feito pelo governo, em dois grupos:

  • Primeiro grupo: engloba atividades como transporte, comunicação e tecnologia da informação. A tributação vai funcionar da seguinte forma: 10% em 2024; 12,5% em 2025; 15% em 2026; e 17,5% em 2027.

  • Segundo grupo: engloba atividades como engenharia civil, indústria têxtil e editorial. A tributação vai funcionar da seguinte forma: 15% em 2024; 16,25% em 2025; 17,5% em 2026 e 18,75% em 2027.

  • Mudanças no Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse): A medida provisória traz atualizações sobre o Perse, que prevê o parcelamento de dívidas de empresas da área relativas a tributos federais para compensar a perda de receita em razão da pandemia de Covid-19. O texto determina mudanças em contribuições, as sociais sendo extintas em 2024 e o benefício sobre o Imposto de Renda cessando em 2025.

 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Durante a coletiva, Haddad destacou a previsão inicial de R$ 4 bilhões de renúncia fiscal anual com o Perse, encerrando o primeiro ano com mais de R$ 16 bilhões de renúncia fiscal. Ele ressaltou que essa é a parte informada pelos contribuintes, sem ter noção do que não foi informado ou potencialmente não pago.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

uspeitos de matar PM e filha em S

São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo identificou os três suspeitos de envolvimento nas mortes do policial militar Anderson de Oliveira Valentim, de 46 anos,...

Capa

A Avenida Paulista, em São Paulo, foi tomada por milhares de apoiadores de Jair Bolsonaro (PL) neste domingo (25) em um ato em defesa...

Brasil

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) do Rio Grande do Norte está oferecendo uma recompensa de R$ 15 mil por...

Últimas Notícias

Novos dados divulgados  pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 23, apontam um crescimento significativo no número de pessoas vivendo em...

Brasil

Apesar do progresso nas últimas décadas, o Brasil ainda enfrenta um desafio significativo no quesito saneamento básico: mais de 1,2 milhão de pessoas (0,6%...

Ciência e Tecnologia

Um módulo espacial americano não tripulado pousou com sucesso na Lua na quinta-feira (22), marcando a primeira vez que uma nave espacial dos EUA...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Prefeitura de Guarujá

Últimas Notícias

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) suspendeu as investigações em curso da Operação Nácar, conduzida pela Polícia Federal (PF). A operação tinha como alvo...

Rainer Adolph RJ Jornalista alemão pornografia infantil Rainer Adolph RJ Jornalista alemão pornografia infantil

Brasil

Nesta terça-feira (27), a Polícia Civil prendeu em flagrante um jornalista alemão, de 71 anos, por armazenar material pornográfico infantil em computadores e celulares....

Zona Oeste Rio de Janeiro apagão Zona Oeste Rio de Janeiro apagão

Brasil

Moradores de diferentes bairros da Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ) relataram falta de energia no fim da manhã desta terça-feira (27). A...

Brasil

Subiu para 7 o número de criminosos mortos durante uma operação conjunta das polícias Militar e Civil, no decorrer desta terça-feira (27), em comunidades...

Contribuinte documentos Imposto de Renda Contribuinte documentos Imposto de Renda

Brasil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (27) a Operação Intruso, visando combater a invasão de sistemas da Receita Federal. Foi cumprido um...

Confrontos policiais CV favelas Rio Confrontos policiais CV favelas Rio

Brasil

A Polícia Militar e a Polícia Civil iniciaram nesta terça-feira (27) uma operação em diversas comunidades do Rio de Janeiro (RJ) dominadas pelo Comando Vermelho (CV), a...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO