Foto: STF/Secretaria de Comunicação

Ouça essa matéria na integra

O julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a validade da prisão após condenação em segunda instância, pode rever quase 5.000 prisões, incluindo 38 condenados da Operação Lava Jato.

Dos condenados que estão em regime fechado poderiam deixar a prisão, por exemplo, o ex-ministro José Dirceu e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde 7 de abril de 2018, na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba.

Acompanhe: