Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Mundo

Espanha Reconhece Oficialmente o Estado da Palestina

Pedro Sánchez fez uma declaração institucional a partir do Palácio de Moncloa na manhã desta terça-feira (28), anunciando que a Espanha reconheceu oficialmente o Estado da Palestina. “Ele existiu, existe e existirá”, afirmou Sánchez, cumprindo um compromisso de sua legislatura.

“É uma decisão histórica com um único objetivo: que israelenses e palestinos alcancem a paz. É uma necessidade urgente. O Estado da Palestina deve ser viável, com a Cisjordânia e Gaza conectadas por um corredor e com Jerusalém Oriental como capital, unificadas sob o governo legítimo da Autoridade Nacional Palestina. Embora não nos caiba definir fronteiras, nossa visão está alinhada com as resoluções do Conselho de Segurança da ONU e com a posição tradicional da União Europeia. Portanto, não reconheceremos mudanças nas linhas fronteiriças de 1967 que não sejam acordadas pelas partes”, disse Sánchez, primeiro em espanhol e depois em inglês.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Essa é uma decisão que não tomamos contra ninguém, muito menos contra Israel, um povo amigo que respeitamos e apreciamos e com quem queremos ter a melhor relação possível. Além disso, essa decisão reflete nosso repúdio frontal e contundente ao Hamas, que se opõe à solução de dois Estados. E essa condenação é a expressão firme de nosso compromisso na luta contra o terrorismo”, continuou Sánchez.

Yolanda Díaz: “É um autêntico genocídio”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Minutos depois, Yolanda Díaz, em entrevista ao programa ‘La Hora de La 1’, da TVE, comentou sobre o anúncio: “Hoje é um dia histórico. Este é o caminho que deve nos conduzir à paz, mas permita-me dizer que, com o que estamos vendo, isso não é suficiente e precisamos dar passos adiante. Acreditamos que devemos chamar a embaixadora para consultas, mas isso também não é suficiente. Precisamos nos juntar à demanda da África do Sul e proceder ao embargo de armas a Israel. Estamos vendo uma autêntica chacina, um autêntico genocídio.”

Questionada sobre a reação de Israel à ação da Espanha, Díaz respondeu: “Estamos lidando com um governo – o de Benjamin Netanyahu – de extrema direita violenta que viola todas as legislações internacionais, os Direitos Humanos e desafia todas as instituições do mundo, incluindo o governo da Espanha e o secretário-geral da ONU. E digo claramente: é preciso fazer algo. É preciso agir com Netanyahu porque o que está acontecendo é de extrema gravidade.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Nesta segunda-feira, no mesmo local, Volodymyr Zelensky agradeceu “ao povo da Espanha e ao seu presidente pessoalmente pela ajuda salvadora nestes tempos difíceis de guerra”. Ele descreveu a Espanha como “um parceiro confiável que não fecha os olhos para a violação do direito internacional; que não é indiferente nem se mostra fraco quando é necessário tomar decisões difíceis”. Para Sánchez, a analogia com Gaza é evidente.

Por ordem do ministro de Relações Exteriores de Israel, Israel Katz, a embaixada da Espanha em Tel Aviv e o consulado em Jerusalém estão “proibidos de prestar serviços” aos palestinos. O governo de Netanyahu está extremamente irritado com a iniciativa da Espanha, que influenciou outros países a tomarem a mesma decisão. Também há críticas a Yolanda Díaz pelo seu “apelo antissemita” ao usar a expressão “do rio até o mar”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O governo espanhol entende que reconhecer a Palestina é parte da solução (para Israel, isso significa “dar uma medalha de ouro aos assassinos do Hamas”), mas é apenas o começo. Até o momento, apesar do choque diplomático, trata-se de um gesto com mais simbolismo do que efeito prático. A Espanha já mantém relações com a Autoridade Nacional Palestina, e o Congresso já havia aprovado em 2014, quase por unanimidade, uma proposição alinhada com a decisão desta terça-feira. Na época, Mariano Rajoy era o governante.

No entanto, Sánchez não contará com o apoio da oposição. Alberto Núñez Feijóo deixou claro nesta segunda-feira, em entrevista à Onda Cero: “Não me identifico com a decisão, apesar de apoiar os dois Estados. Vamos causar mais dano ao povo palestino do que benefício e vamos empoderar o Hamas, o que considero um grande erro, porque o maior inimigo do povo palestino é o Hamas.” Para Núñez Feijóo, José Manuel Albares “é o pior ministro de Relações Exteriores da democracia”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A Espanha não está sozinha. Quando Sánchez anunciou no Congresso que o Conselho de Ministros daria luz verde ao reconhecimento nesta terça-feira, ele o fez em coordenação com Irlanda e Noruega. Quarenta países dos 193 que compõem a ONU já tomaram essa decisão, oito deles da União Europeia; a Suécia foi a última. Entre os países que não reconhecem o Estado palestino e não parecem próximos a fazê-lo estão Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Itália e Austrália.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Ciência e Tecnologia

O hidrogênio verde é considerado um vetor energético promissor para a descarbonização global, pois seu uso como combustível não gera dióxido de carbono. No...

Meio Ambiente

Nesta quinta-feira (20), o Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) detectou 238 focos de incêndio no Pantanal, marcando um aumento após...

Justiça

Nesta quinta-feira (20), o Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo (Sifuspesp) foi informado por e-mail sobre uma denúncia de...

Justiça

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, afirmou que a Corte tem legitimidade e autoridade popular. A fala foi feita pelo magistrado...

"Dizer que o pobre é mais burro que o rico é mentira", afirma Lula "Dizer que o pobre é mais burro que o rico é mentira", afirma Lula

Política

Na tarde desta quinta-feira (20), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que é mentira que os pobres são “mais burros” que...

Mendonça maconha Mendonça maconha

Justiça

Os ministros Luís Roberto Barroso e André Mendonça, do Supremo Tribunal Federal (STF), se exaltaram e discutiram antes mesmo do início do julgamento sobre...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Um empresário de 44 anos faleceu após cair de um paramotor em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Edson Valgrande...

Imposto de Renda Imposto de Renda

Brasil

A partir das 10h desta sexta-feira (21), aproximadamente 5,75 milhões de contribuintes que entregaram a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física poderão verificar...

Brasil

Neste sábado (22), a Caixa Econômica Federal realizará a 14ª edição da Quina de São João, que oferecerá o maior prêmio da história da...

Últimas Notícias

O elevador do Edifício Mirafiori, localizado na Rua dos Guajajaras, no Centro de Belo Horizonte, caiu na noite desta quinta-feira (20/6) devido à superlotação,...

Tensão no Xingu Tensão no Xingu

Brasil

Três indígenas Kalapalo da Aldeia Barranco Queimado, no Território Indígena do Xingu, bloquearam a passagem de brigadistas que realizavam uma atividade de queima prescrita...

Governo Lula migrantes refugiados Brasil Governo Lula migrantes refugiados Brasil

Brasil

Mais de 120 milhões de pessoas ao redor do mundo foram obrigadas a deixar suas casas devido a perseguições, conflitos, violência e violações de...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit