Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Suprema Corte do México aborto
Foto: Reprodução

Saúde

CFM proíbe procedimento pré-aborto a gestações acima de 22 semanas decorrentes de estupro

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou nesta semana uma resolução que veda ao médico a realização da chamada assistolia fetal para interrupção de gravidez (no caso de aborto previsto em lei e oriundo de estupro) quando houver possibilidade de sobrevida do feto.

A decisão do CFM foi tomada em sessão plenária no fim de março. De acordo com a definição do CFM, o ato médico da assistolia provoca a morte do feto, antes do procedimento de interrupção da gravidez, por meio da administração de drogas. Já morto, ele é retirado do corpo da mulher.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“É vedada ao médico a realização do procedimento de assistolia fetal, ato médico que ocasiona o feticídio, previamente aos procedimentos de interrupção da gravidez nos casos de aborto previsto em lei, ou seja, feto oriundo de estupro, quando houver probabilidade de sobrevida do feto em idade gestacional acima de 22 semanas”, destaca o CFM.

Atualmente, pela literatura médica, um feto com 25 semanas de gestação e peso de 500 gramas é considerado viável para sobreviver a uma vida extrauterina. No período de 23 a 24 semanas, pode haver sobrevivência.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O conselheiro do CFM e relator da resolução, Raphael Câmara, ressaltou que, a partir da 22ª semana de gestação, há possibilidade de vida extrauterina, e a realização da assistolia fetal pelo profissional nesses casos, portanto, não teria previsão legal.

Câmara disse ainda que o Código de Ética Médica estabelece que é vedado ao profissional praticar ou indicar atos médicos desnecessários ou proibidos pela legislação vigente no Brasil. “Estamos falando de fetos viáveis. Fetos de sete, oito, nove meses.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Segundo o conselheiro, o CFM não se opõe a casos de aborto previstos em lei, uma vez que a resolução trata apenas da proibição da assistolia fetal a partir da 22ª semana de gestação.

Ele defende que o texto não tira o direito de mulheres vítimas de estupro de se submeterem ao aborto garantido por lei nesse tipo de circunstância.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Não estamos tirando o direito da mulher de se livrar daquela gravidez indesejada”, disse. “A mulher não é obrigada a ficar com aquele fruto indesejável do estupro”, completou.

De acordo com ele, após 22 semanas, os casos não configurariam mais aborto, mas antecipação de parto.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“A mulher [vítima de estupro] vai poder fazer isso a qualquer momento”, destacou Câmara em entrevista coletiva nesta quinta (04), referindo-se à antecipação do parto e citando como procedimentos possíveis a indução do parto vaginal ou a cesárea.

Para o CFM, ultrapassado o marco temporal das 22 semanas de gestação, deve-se preservar o direito da gestante vítima de estupro à interrupção da gravidez e o direito do nascituro à vida por meio do parto prematuro, “devendo ser assegurada toda tecnologia médica disponível para sua sobrevivência após o nascimento”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Câmara avalia que cabe ao Estado a aplicação de opções estabelecidas em lei de tutela e acolhimento para garantir que não haja contato indesejado, evitando, assim, o agravamento do sofrimento materno e preservando a vida extrauterina do recém-nascido.

Questionado se a resolução abarca os demais casos de aborto legal previstos no Brasil, como quando há risco de vida para a gestante e fetos com anencefalia, o conselheiro explica que o texto se aplica apenas a casos de gravidez oriunda de estupro.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

Um meteoro cruzou o céu de Portugal na noite deste sábado (18), causando um clarão impressionante que foi registrado por diversas pessoas em diferentes...

Benny Gantz Benny Gantz

Mundo

O número dois do Gabinete de Guerra israelense, Benny Gantz, deu um ultimato ao primeiro-ministro Benjamin Netanyahu neste sábado, exigindo a aprovação de um...

Lamborghini faria lima Lamborghini faria lima

São Paulo

Na tarde deste sábado (18), um motorista de uma Lamborghini perseguiu um motociclista que havia roubado seu relógio Rolex na Avenida Faria Lima, em...

Tony Ramos Tony Ramos

Celebridades

O ator Tony Ramos teve alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Samaritano Botafogo neste sábado (18) e foi transferido para a...

Rivaldo Barbosa Rivaldo Barbosa

Destaques

Na sexta-feira (17), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), recusou o pedido de liberdade feito pela defesa e optou por...

golpe do pix golpe do pix

Brasil

A Justiça do Rio Grande do Sul bloqueou 18 perfis falsos nas redes sociais que se passavam por autoridades ou entidades idôneas para desviar...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Em uma operação de resgate humanitário, a Defesa Civil do Amazonas repatriou neste sábado (18) 60 amazonenses que estavam desabrigados no Rio Grande do...

Brasil

Um acidente envolvendo dois veículos resultou na morte do cantor e compositor Guilherme Leon, de 32 anos, na madrugada deste sábado, 18, na Rodovia...

Menina estupro coletivo Recife Menina estupro coletivo Recife

Brasil

Na sexta-feira (17), a Polícia Civil , por meio da 70ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), prendeu na cidade de Juruá, Amazonas, um idoso...

Brasil

A Força Aérea Brasileira (FAB) realizou neste sábado (18) o “Voo do Melhor Amigo”, uma missão que transportou 20 toneladas de ração para auxiliar...

Mega-Sena Mega-Sena

Brasil

Na noite deste sábado (18), ocorreu o sorteio do concurso 2.726 da Mega-Sena, realizado em São Paulo. O prêmio totaliza R$ 30 milhões para...

São Paulo

A Polícia Civil fechou, na sexta-feira (17), uma fábrica clandestina de produção e comercialização de azeites na Estrada Hondo Japão, em Jacareí, no interior...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit