Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

trump

Últimas Notícias

Trump Recebe Nova Multa e é Ameaçado de Prisão pelo Juiz

O juiz que preside o julgamento contra Donald Trump impôs uma multa de 1.000 dólares nesta segunda-feira por mais uma vez violar sua ordem de silêncio e advertiu severamente o ex-presidente que violações adicionais podem resultar em pena de prisão.

Esta é a segunda multa desde que o julgamento começou no mês passado que Trump recebeu por violar a ordem de silêncio, que o proíbe de fazer comentários incendiários sobre os jurados, testemunhas e outras pessoas intimamente ligadas ao caso. Na semana passada, ele recebeu uma multa de 9.000 dólares, 1.000 dólares por cada uma das nove infrações.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Parece que multas de 1.000 dólares não estão servindo como dissuasão. Portanto, no futuro, este tribunal terá que considerar uma pena de prisão”, disse o juiz Juan M. Merchán antes de os jurados entrarem na sala do tribunal. As declarações de Trump, acrescentou o juiz, “ameaçam interferir na justa administração da justiça e constituem um ataque direto ao Estado de direito. Não posso permitir que isso continue”.

A violação neste caso surgiu de uma entrevista em 22 de abril com o canal de televisão Real America’s Voice, na qual Trump criticou a velocidade com que o júri foi selecionado e afirmou que estava repleto de democratas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Esse júri foi selecionado muito rapidamente: 95% democratas”, disse Trump na época. “A área é predominantemente democrata. Pensa-se que é simplesmente uma área puramente democrata. É uma situação muito injusta, posso dizer”.

Trump inclinou-se para frente em sua cadeira, olhando com raiva para o juiz enquanto ele ditava a sentença. Quando o juiz terminou de falar, Trump balançou a cabeça duas vezes e cruzou os braços.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No entanto, embora Merchán tenha advertido sobre a pena de prisão em seu aviso mais direto, também deixou claras suas reservas sobre uma medida que descreveu como um “último recurso”.

“O último que quero é te colocar na prisão”, disse Merchán. “Você é o ex-presidente dos Estados Unidos e possivelmente também o próximo presidente. Há muitas razões pelas quais a prisão é verdadeiramente um último recurso para mim. Dar esse passo seria prejudicial para estes procedimentos”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Novos depoimentos

Enquanto isso, o testemunho foi retomado na segunda-feira quando os promotores chamaram Jeffrey McConney, ex-controlador da Organização Trump, para depor.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Ele saiu da empresa no ano passado depois de 36 anos, depois que foi concedida imunidade para testemunhar na acusação no julgamento por fraude fiscal da Organização Trump em Nova York, onde admitiu ter violado a lei para ajudar outros executivos a evitar impostos sobre os lucros pagos pela empresa. A empresa foi condenada e está apelando.

O testemunho segue um relato dentro da sala de tribunal dado aos jurados na sexta-feira sobre a reação de Trump a uma gravação politicamente prejudicial que surgiu nas últimas semanas da campanha de 2016.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Hope Hicks, ex-funcionária da Casa Branca e durante anos uma colaboradora importante, foi, de longe, a associada mais próxima a Trump que subiu ao estande como testemunha no julgamento de Manhattan.

Seu testemunho foi projetado para dar aos jurados uma visão privilegiada de um trecho caótico e crucial da campanha, quando uma gravação de 2005 que mostrava Trump falando sobre submeter sexualmente mulheres foi tornada pública e quando ele e seus aliados tentaram evitar a revelação de outras supostas histórias de vítimas. .

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Esse esforço, dizem os promotores, incluiu pagamentos para manter em silêncio uma atriz pornô e uma modelo da Playboy que disseram ter tido encontros sexuais com Trump antes de entrar para a política.

“Eu tinha a sensatez de acreditar que essa seria uma história massiva e que dominaria o ciclo de notícias nos próximos dias”, disse Hicks sobre a gravação do “Access Hollywood”, revelada pela primeira vez em um relatório de outubro de 2016 em Washington. Publicar história. “Este foi um evento prejudicial”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O julgamento entrou na segunda-feira em sua terceira semana de testemunhas e os promotores estavam avançando para sua testemunha principal, Michael Cohen, ex-advogado e mediador pessoal de Trump que se declarou culpado de acusações federais relacionadas a pagamentos de dinheiro para manter seu silêncio. Cohen enfrentará um interrogatório rigoroso pelos advogados de defesa que buscam minar sua credibilidade perante os jurados.

Trump enfrenta 34 acusações de crimes graves de falsificação de registros comerciais relacionados a pagamentos feitos para abafar histórias potencialmente embaraçosas. Os promotores dizem que a Organização Trump reembolsou Cohen pelos pagamentos à atriz pornô Stormy Daniels e deu a Cohen bônus e pagamentos adicionais. Os promotores afirmam que essas transações foram registradas falsamente nos registros da empresa como despesas legais.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Trump se declarou inocente e negou ter tido encontros sexuais com qualquer uma das mulheres, bem como qualquer irregularidade.

Até agora, os jurados ouviram testemunhas, incluindo um editor de uma revista sensacionalista e amigo de Trump que comprou os direitos de várias histórias sórdidas sobre Trump para evitar que fossem divulgadas e um advogado de Los Angeles que negociou acordos de pagamento de silêncio em nome de Daniels e da modelo da Playboy. Karen McDougal.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os advogados de Trump tentaram minar a teoria da acusação sobre o caso e a credibilidade de algumas testemunhas. Eles fizeram perguntas durante os interrogatórios sobre se Trump possivelmente foi alvo de extorsão, forçado a organizar pagamentos para suprimir histórias prejudiciais e evitar a vergonha e a dor para sua família. Os promotores argumentam que os pagamentos tinham como objetivo preservar sua viabilidade política enquanto buscava a presidência.

O caso é um dos quatro processos contra Trump e possivelmente o único que irá a julgamento antes das eleições de novembro.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

*Com informações da AFP

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Destaques

Supercondutividade à temperatura ambiente: Uma nova realidade à vista Demonstração com sucesso da supercondutividade induzida por luz em YBa2Cu3O6.48 à temperaturas significativamente mais altas...

Destaques

Bactérias respiratórias ‘desligam’ sistema imunológico para sobreviver. Pesquisadores da Universidade de Queensland identificaram como uma bactéria comum é capaz de manipular o sistema imunológico...

Destaques

**Tecnologia inovadora em monocristais pode aumentar a durabilidade de baterias de veículos elétricos** Uma equipe de pesquisa liderada pelo professor Kyu-Young Park do Instituto...

Entretenimento

Nesta sexta-feira (12), o juiz de Santa Fé, Estados Unidos, arquivou o caso de homicídio culposo contra Alec Baldwin pelo disparo fatal contra Halyna...

brigadeirão brigadeirão

Brasil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu nesta sexta-feira (12) as investigações sobre a morte do empresário Luiz Marcelo Antônio Ormond, de 44...

Brasília Brasília

Brasil

Um novo estudo mapeou a qualidade de vida nas cidades brasileiras, revelando um cenário com grandes disparidades. O Índice de Progresso Social (IPS), criado...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Após as recentes chuvas no Rio Grande do Sul, os Correios realizaram uma doação significativa de 21,5 mil livros para reabastecer o acervo do...

Brasil

Nesta sexta-feira (12), Rodrigo Luis Sanfurgo de Carvalho assumiu como o novo superintendente da Polícia Federal em São Paulo, na sede do órgão na...

Brasil

O Ministério Público de Belo Horizonte iniciou uma investigação após receber uma denúncia anônima sobre o desaparecimento de uma obra do pintor Guignard, avaliada...

Saúde

No último domingo (7), o programa Fantástico, da TV Globo, trouxe à tona a história de Victor Miguel, um jovem de 17 anos natural...

Brasil

A previsão do tempo para o fim de semana em Blumenau (SC) aponta para instabilidade, com chuvas persistentes que podem aumentar o nível do...

São Paulo

A Polícia Civil prendeu na tarde desta sexta-feira (12/7) Luis Gonzaga Estevam Barbosa, acusado de ter atirado e matado Gabriel Moraes da Silva, motorista...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit