Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

CNJ
Foto: Gil Ferreira/Agência CNJ

Justiça

CNJ reserva 5% das vagas de trabalho no Judiciário para mulheres em situação de violência ou vulnerabilidade

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aprovou hoje (11), em Brasília, um ato normativo para reservar 5% das vagas de trabalho terceirizado e continuado, de todos os tribunais do país, para mulheres em situação de violência ou vulnerabilidade. 

Os órgãos do Poder Judiciário terão 90 dias para adaptar os contratos de prestação de serviço, e todos os editais de contratação devem prever a regra daqui em diante. A iniciativa foi denominada Programa Transformação. 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Pelo texto aprovado, deverão ser reservadas, no mínimo, 5% das vagas por parte de tribunais e conselhos nos contratos que possuam, pelo menos, 25 colaboradores para prestação de serviços contínuos em regime de dedicação exclusiva.

“As vagas serão destinadas prioritariamente a mulheres pretas e pardas, em condição de especial vulnerabilidade econômico-social, egressas do sistema prisional, migrantes e refugiadas, em situação de rua, indígenas, mulheres do campo, assim como para pessoas trans e travestis”, informou o Conselho Nacional de Justiça. 

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Segundo o relator do ato normativo, conselheiro Marcio Freitas, a ideia é que os tribunais busquem “parcerias com as secretarias de ações sociais e outras entidades públicas e privadas para obter esses cadastros necessários para fiscalização do cumprimento dessa norma”. 

Ela prevê, ainda, que o CNJ estabeleça indicadores relativos à equidade, diversidade e inclusão relativos a contratos de terceirização de serviços. O texto também obriga expressamente a paridade salarial entre homens e mulheres, bem como prevê a adoção, por todos os tribunais, de práticas de prevenção e de enfrentamento do assédio moral e sexual, entre outras medidas.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Brasil

 A noite deste domingo (19) foi marcada por mais tensão em Porto Alegre, que ainda luta contra os efeitos das enchentes que assolam o...

Netflix, “Ashley Madison Netflix, “Ashley Madison

Entretenimento

A plataforma de namoro para casados, Ashley Madison, sofreu um ataque cibernético massivo em 2015, que revelou os dados pessoais de 32 milhões de...

roque sbt roque sbt

Televisão

Gonçalo Roque, conhecido por sua longa trajetória como assistente de palco nos programas de Silvio Santos, foi hospitalizado neste sábado (18) após desmaiar durante...

Brasil

Um homem que vivia em um caminhão às margens do Guaíba, em Porto Alegre, foi assassinado a tiros na noite deste sábado (18). O...

Vídeos

Apesar das condições climáticas adversas, equipes de resgate iranianas se deslocaram para a fronteira com o Azerbaijão em busca do presidente iraniano, Ebrahim Raisi,...

Presidente do Irã Presidente do Irã

Mundo

O helicóptero que transportava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, está desaparecido após realizar um “pouso forçado” no noroeste do país. Autoridades e meios...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

São Paulo

Um homem de 74 anos foi preso pela Polícia Militar por embriaguez ao volante após causar um acidente de trânsito na Rodovia Oswaldo Cruz...

Sem categoria

Dois homens, de 30 e 34 anos, foram detidos neste domingo (19) após furtarem doações destinadas às vítimas das enchentes no Rio Grande do...

iphone de argila iphone de argila

Brasil

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) aceitou a denúncia contra o influenciador e MC Daniel Augusto Bicalho Ferreira de Souza, suspeito de...

Brasil

A advogada e estudante de Psicologia Anic de Almeida Peixoto Herdy, de 55 anos, está desaparecida desde 29 de fevereiro deste ano. Da última...

bombas sabesp bombas sabesp

Brasil

Bombas de água enviadas pela Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp) entraram em operação neste domingo (19), no bairro Sarandi, na Zona...

PF abre inquérito para investigar Pablo Marçal, Eduardo Bolsonaro, Cleitinho, jornalistas e perfis nas redes sociais por supostas "fake news" sobre o Rio Grande do Sul PF abre inquérito para investigar Pablo Marçal, Eduardo Bolsonaro, Cleitinho, jornalistas e perfis nas redes sociais por supostas "fake news" sobre o Rio Grande do Sul

Brasil

O número de mortos devido às fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul aumentou para 157. A informação está no boletim da...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit