Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Marco Aurélio Marcos Cintra
Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF

Justiça

“Eu não queria estar na pele da imprensa”, diz Marco Aurélio sobre decisão do STF

O ministro Marco Aurélio Mello, aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF), que foi relator do recurso conduzindo a Corte a autorizar, nesta quarta-feira, 29, a responsabilização de veículos de imprensa por acusações de entrevistados a terceiros, expressou discordância com a tese agora aprovada pelo tribunal, quando proferiu seu voto no julgamento. Em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo, Marco Aurélio afirmou que a decisão contradiz a liberdade jornalística, dizendo: “Eu não queria estar na pele da imprensa.”

O ministro considera que a decisão representa um “embaraço” ao exercício da profissão, lamentando que, embora tenha se aposentado há dois anos, o julgamento tenha sido concluído apenas agora. Em seu voto, Marco Aurélio defendeu que os jornais não podem ser responsabilizados, sem emitir opinião, por declarações dos entrevistados.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“Não se concebe que o Judiciário implemente censura prévia”, declarou na ocasião. “O que deve haver é a responsabilização por algum desvio de conduta cometido pela imprensa, o que não ocorre quando se limita a divulgar entrevista.”

O julgamento teve início em maio de 2020, mas entre idas e vindas, por pedidos de vista dos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, só foi concluído hoje.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A tese fixada pelo STF foi a seguinte:

“Na hipótese de publicação de entrevista em que o entrevistado imputa falsamente prática de crime a terceiro, a empresa jornalística somente poderá ser responsabilizada civilmente se: (i) à época da divulgação, havia indícios concretos da falsidade da imputação; e (ii) o veículo deixou de observar o dever de cuidado na verificação da veracidade dos fatos e na divulgação da existência de tais indícios.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O Supremo também reiterou que a censura prévia é proibida. Se ficar comprovado que os veículos divulgaram “informações injuriosas, difamantes, caluniosas ou mentirosas” o conteúdo poderá ser removido por ordem judicial.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito POr

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Pacheco

Capa

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), exigiu uma retratação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) por suas declarações, que compararam os...

Netanyahu Netanyahu

Destaques

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, acusou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva de cruzar uma “linha vermelha” com suas declarações sobre a...

Lula Lula

Destaques

A Confederação Israelita do Brasil (Conib) emitiu uma uma nota repudiando os comentários recentes do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, equiparando as medidas...

Destaques

Após 17 anos, a Justiça de São Paulo condenou sete empresas e seis pessoas por improbidade administrativa pelo acidente na obra da Linha 4-Amarela...

Presos Comando Vermelho presídio Presos Comando Vermelho presídio

Destaques

Na tarde desta sexta-feira (16), o Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou por 5 dias, até 21 de fevereiro, as restrições de presos...

Destaques

O líder opositor russo Alexei Navalny morreu de forma repentina nesta sexta-feira (16), de acordo com o serviço prisional da colônia penal IK-3 em...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Passageiros que utilizam linhas de ônibus intermunicipais na Região Metropolitana e no interior do estado do Rio de Janeiro devem se preparar para um...

Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, nesta terça-feira (21), mãe e filho por manterem uma idosa em cárcere privado por mais de 70 anos....

São Paulo

Na tarde desta terça-feira (20), o forte temporal que atingiu São Sebastião, no Litoral Norte de São Paulo, reviveu o trauma do deslizamento de...

São Paulo

Um assalto a uma mansão na rua dos Manacás, localizada no bairro do Morumbi, em São Paulo, na manhã desta terça-feira (20), terminou com...

cantora de forró e marido cantora de forró e marido

Brasil

A cantora de forró Marcinha Sousa, de 27 anos, e seu marido, Ivan da Van, de 46 anos, morreram afogados na noite de segunda-feira...

Robinson R44 Robinson R44

Brasil

Um helicóptero com três pessoas a bordo está desaparecido desde a noite de segunda-feira (19) no Pará. A aeronave decolou do Distrito de Maracajá,...