Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Justiça

STF torna réus 7 oficiais da PMDF por Omissão nos Atos de 8 de Janeiro

Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu tornar réus sete oficiais da antiga cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) por omissão durante os atos de vandalismo de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas.

A decisão, tomada na noite de terça-feira (20), também manteve a prisão preventiva dos sete oficiais, a fim de garantir o andamento das investigações.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os ministros Cristiano Zanin, Cármen Lúcia e Luiz Fux acompanharam o voto do relator, ministro Alexandre de Moraes, que considerou haver indícios suficientes de que os oficiais conspiraram para um levante popular pró-Bolsonaro e, no dia 8 de janeiro, deliberadamente deixaram que os crimes fossem cometidos.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou os oficiais pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado contra patrimônio da União, deterioração de patrimônio tombado e por violações à Lei Orgânica da PMDF.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em seu voto, Moraes destacou que a decisão do plenário do STF atesta a competência da Corte para julgar o caso. Ele também refutou a alegação de inépcia da denúncia e a tese de que os policiais não tinham conhecimento sobre a possibilidade de atos violentos.

“Há significantes indícios de que os denunciados detinham conhecimento prévio dos riscos inerentes aos atentados de 8 de janeiro de 2023”, escreveu Moraes, concluindo que os oficiais “integravam o núcleo de autoridades públicas investigadas por omissão imprópria, que possibilitou a execução dos atentados materiais contra as sedes dos Três Poderes”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Alta cúpula da PMDF torna-se ré por omissão nos atos de 8 de janeiro

Brasília, 21 de fevereiro de 2024 – Por unanimidade, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu tornar réus sete oficiais da antiga cúpula da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) por omissão durante os atos de vandalismo de 8 de janeiro de 2023, quando as sedes dos Três Poderes foram invadidas e depredadas.

A decisão, tomada na noite de terça-feira (20), também manteve a prisão preventiva dos sete oficiais, a fim de garantir o andamento das investigações.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os ministros Cristiano Zanin, Cármen Lúcia e Luiz Fux acompanharam o voto do relator, ministro Alexandre de Moraes, que considerou haver indícios suficientes de que os oficiais conspiraram para um levante popular pró-Bolsonaro e, no dia 8 de janeiro, deliberadamente deixaram que os crimes fossem cometidos.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou os oficiais pelos crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, dano qualificado contra patrimônio da União, deterioração de patrimônio tombado e por violações à Lei Orgânica da PMDF.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Em seu voto, Moraes destacou que a decisão do plenário do STF atesta a competência da Corte para julgar o caso. Ele também refutou a alegação de inépcia da denúncia e a tese de que os policiais não tinham conhecimento sobre a possibilidade de atos violentos.

“Há significantes indícios de que os denunciados detinham conhecimento prévio dos riscos inerentes aos atentados de 8 de janeiro de 2023”, escreveu Moraes, concluindo que os oficiais “integravam o núcleo de autoridades públicas investigadas por omissão imprópria, que possibilitou a execução dos atentados materiais contra as sedes dos Três Poderes”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Os militares denunciados são:

  • Coronel Klepter Rosa Gonçalves, ex-comandante-geral da PMDF;
  • Coronel Fábio Augusto Vieira, ex-comandante-geral da PMDF;
  • Coronel Jorge Eduardo Naime Barreto, ex-comandante do Departamento de Operações da PMDF;
  • Coronel Paulo José Ferreira de Sousa, ex-comandante interino do Departamento de Operações da PMDF;
  • Coronel Marcelo Casimiro Vasconcelos, ex-chefe do 1º Comando de Policiamento Regional da PMDF;
  • Major Flávio Silvestre de Alencar, PM que estava trabalhando durante o 8 de Janeiro;
  • Tenente Rafael Pereira Martins, PM que estava trabalhando durante o 8 de Janeiro.
CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

Destaques

Últimas Notícias

O embate entre o bilionário sul-africano Elon Musk, proprietário da antiga plataforma de mídia social “X” (ex-Twitter), e o Supremo Tribunal Federal (STF) do...

Últimas Notícias

Em entrevista à CNN nesta segunda-feira, o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas, deixou claro que não tolerará invasões de terras pelo Movimento...

mauro vieira mauro vieira

Últimas Notícias

O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, posicionou-se em defesa da nota emitida pelo Itamaraty em resposta ao ataque do Irã a Israel, afirmando...

OAB saidinha OAB saidinha

Últimas Notícias

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) declarou apoio à decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de vetar um trecho da...

barco pará barco pará

Destaques

Uma embarcação com corpos foi descoberta no sábado (13) por pescadores no litoral do Pará. Segundo o capitão dos Portos da Amazônia Oriental, Ewerton...

Últimas Notícias

A apresentadora Silvia Popovic foi vítima de um assalto na tarde de domingo (14), na região central de São Paulo. Em um vídeo publicado...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

Uma mulher de 38 anos morreu afogada ontem, dia 14, na piscina de Machácara, em Limeira, no interior de São Paulo, enquanto participava da...

Últimas Notícias

Por Arthur Virgílio Prezado colega Celso Amorim.CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO Li sua declaração, afirmando que o Irã dos aiatolás eunucos e misóginos “fez...

Brasil

Seis indivíduos foram detidos em flagrante no domingo (14), suspeitos de tentativa de fraude durante a realização de um concurso público em Vargem Grande...

Brasil

As intensas chuvas que afetam diversas regiões do Maranhão estão exacerbando o fenômeno das voçorocas em Buriticupu, localizada a cerca de 400 km de...

Últimas Notícias

A família de Ornaldo da Silva Viana, motorista de aplicativo de 52 anos morto em um trágico acidente com uma Porsche na Avenida Salim...

MST fazenda MG MST fazenda MG

Brasil

O Governo Lula (PT) anunciou nesta segunda-feira (15) que irá investir R$ 520 milhões na primeira fase do programa “Terra da Gente”. Esse programa...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit