Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Justiça

TSE deve retomar julgamento da cassação do mandato de Sergio Moro na próxima terça-feira

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) retoma na próxima terça-feira (21) o julgamento das ações que pedem a cassação do mandato do senador Sergio Moro (União Brasil-PR). Os processos relacionados a Moro, analisados em conjunto, mencionam abuso de poder econômico, uso de caixa dois e utilização indevida de meios de comunicação durante a pré-campanha eleitoral de 2022.

Na sessão da última quinta-feira (16), houve a leitura do relatório das ações. Na próxima sessão de julgamento, os advogados de acusação e defesa vão se manifestar. Em seguida, o Ministério Público Federal (MPF) apresentará parecer, que será seguido pelos votos dos ministros.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

O julgamento de Moro no TSE poderá estabelecer um precedente sobre a atuação da Justiça Eleitoral em relação aos gastos de candidatos no período anterior à campanha eleitoral.

Na primeira semana de maio, o relator do caso, ministro Floriano Marques, liberou para julgamento os recursos apresentados contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), que, no mês passado, rejeitou a cassação do mandato do senador.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Um dos recursos contra a decisão do TRE-PR foi apresentado pela Federação Brasil da Esperança (formada pelos partidos PT, PV e PCdoB) e questiona a análise das provas pelo desembargador Luciano Falavinha. A federação alega que a campanha de Moro foi impulsionada por abuso de poder econômico.

O advogado da federação, Luiz Eduardo Peccinin, argumenta que a decisão do TRE-PR se baseia em premissas equivocadas ao desconsiderar quase integralmente os gastos de Moro. Segundo Peccinin, a pré-campanha de Moro foi conduzida como um “projeto nacional”, o que implicaria um gasto equivalente ao de um candidato à presidência, violando a paridade de armas eleitoral.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No dia 7 de maio, a Procuradoria-Geral Eleitoral defendeu a rejeição dos recursos. O documento de 72 páginas é assinado pelo vice-procurador-geral Eleitoral, Alexandre Espinosa Bravo Barbosa, que afirma que as condutas de Moro estão amparadas na Lei das Eleições, permitindo a antecipação do debate político mesmo fora do período eleitoral. O procurador também aponta ausência de provas para comprovar suposta conduta ilícita do senador.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

O mundo está à beira de uma catástrofe, disse o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, na sexta-feira, apontando os riscos de um potencial conflito...

Mundo

Três pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio em um supermercado em Fordyce, no Arkansas (EUA). A informação foi dada pela Polícia...

Brasil

Professores de ao menos 25 universidades federais encerraram a greve iniciada em meados de abril, de acordo com apuração da Agência Brasil. O prazo...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

Nesta sexta-feira (21), o congressista republicano Chris Smith enviou uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, exigindo esclarecimentos sobre...

Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Política

Nesta sexta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que está “feliz” com a atuação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho...

Política

A deputada federal Sâmia Bomfim (PSol-SP) apresentou dois projetos de lei para dificultar a possibilidade de médicos e outros profissionais de saúde se recusarem a...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta sexta-feira (21) que o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, será parcialmente reaberto na primeira...

Brasil

Na cidade de Teresina, a polícia efetuou a prisão de um comerciante e seu irmão sob a acusação de liderarem um grupo criminoso envolvido...

Brasil

A Prefeitura de São Paulo e o Governo Estadual têm instalado grades na Rua dos Protestantes, no centro da cidade, conhecida como Cracolândia, para...

São Paulo

Uma mulher de 46 anos foi presa em flagrante na quinta-feira (20) transportando 25 kg de crack na Rodovia Anhanguera, em Americana, no interior...

São Paulo

A Polícia Civil deflagrou uma grande operação contra roubos e furtos de veículos entre os dias 19 e 20 de junho, no litoral de...

Parque Nacional do Itatiaia Parque Nacional do Itatiaia

Brasil

O Ministério Público Federal (MPF) recebeu ao longo desta semana vinte representações sobre o incêndio no Parque Nacional do Itatiaia (PNI), iniciado na sexta-feira,...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit