Fila em posto do INSS - Sao Paulo, SP, 03.06.2004 - Foto: Gustavo Roth/Folha Imagem

Ouça essa matéria na integra

O presidente Jair Bolsonaro confirmou, nesta terça-feira (14), que o governo quer recrutar militares da reserva para integrar a força-tarefa que atuará na redução da fila de espera por benefícios do INSS.

A proposta é que eles assumam funções de atendimento nas agências do INSS, liberando servidores, hoje, nessas áreas para trabalhar na análise dos pedidos dos segurados. 

Bolsonaro disse que deve discutir a medida entre esta terça e quarta-feira com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho.

“Ele pretende contratar, a lei permite, servidores ou militares da reserva, pagando 30% a mais do que ele ganha para a gente romper essa fila. Aumentou muito [a fila] por ocasião da tramitação da reforma da Previdência”, afirmou.