Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Sem categoria

Adolescentes diante do Sexting: Como a Divulgação Impacta na Saúde Mental

A empresa de internet e telefonia KPN, dos Países Baixos, conduziu uma vigorosa campanha que expôs a alta vulnerabilidade de uma adolescente diante de seus colegas quando imagens íntimas ou cenas privadas são compartilhadas.

Neste vídeo, concebido para prevenção, são apresentadas as consequências psicológicas sobre uma jovem quando alguém, com quem tem um relacionamento, compartilha suas fotos íntimas com os colegas, e a ausência de sequelas quando ela é protegida.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Segundo a Unicef Espanha, 42% dos adolescentes recebem conteúdo sexual da internet sem desejar. No estudo “Impacto da tecnologia na adolescência: Relações, riscos e oportunidades”, no qual participaram 50.000 adolescentes espanhóis, o resultado é um mapeamento de como os meninos e meninas do nosso meio usam a tecnologia e, principalmente, como se relacionam por meio de telas e dispositivos eletrônicos.

O estudo revela várias conclusões que devem nos chamar atenção. Entre os riscos, 42% dos entrevistados afirmam ter recebido mensagens de conteúdo erótico ou sexual, e um em cada cinco pode ter sido vítima de cyberbullying, enquanto 13,8% admite tê-lo praticado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

57,2% dos adolescentes entrevistados aceitam desconhecidos nas redes sociais, e 55,2% já entraram em contato com eles. 35,4% afirmam ter acessado páginas de conteúdo erótico ou pornográfico, e 9,8% – quase um em cada 10 – admitem que um adulto lhes fez uma proposta sexual pela internet, chats, redes sociais ou jogos eletrônicos.

Também há 4,7% que afirmam ter acessado a deep web, onde é possível encontrar informações sobre tráfico de drogas, armas e conteúdo pedófilo.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Meninas e meninos se conectam em busca de relacionamentos, comunicação com amigos e diversão. No entanto, a falta de conhecimento sobre alguns dos perigos, bem como de medidas preventivas para evitá-los, pode colocar muitos adolescentes em sério risco. Os dados também indicam a possibilidade de uma falta de presença e apoio por parte das famílias na vida dos adolescentes, levando-os a buscar companhia e apoio na internet e nas redes sociais.

4 em cada 10 adolescentes estão conectados para não se sentirem sozinhos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Considerando que os relacionamentos são uma parte essencial de nossas vidas, especialmente durante a adolescência, que é um momento crucial, sua saúde mental pode ser afetada.

Muitos adolescentes vivem preocupados com aceitações e rejeições nas redes, o que os leva a viver constantemente com preocupações, medo e angústia. Entre os principais riscos identificados por meninas e meninos em sua experiência no ambiente digital estão o cyberbullying, o contato com estranhos, a sensação de discriminação ou exclusão, a chantagem e a sextorsão, ou o acesso a conteúdos inadequados para sua idade.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

A divulgação não consentida de imagens íntimas pode ser considerada extorsão sexual, sextorsão ou vingança pornográfica e ocorre porque o conteúdo íntimo pode adquirir muito valor em termos de vingança, fatores econômicos e de poder.

Testemunhos de adolescentes que precisam permanecer em relacionamentos violentos porque seus ex-parceiros ameaçam divulgar imagens, ou que precisam fazer denúncias de ameaças de viralização do conteúdo, são cada vez mais comuns. Há também adolescentes que desejam deixar a escola ou os ambientes onde uma imagem foi compartilhada devido à humilhação e ao opróbrio que os transformarão rapidamente em vítimas de bullying. Essas imagens ou vídeos também podem acabar em plataformas onde o conteúdo é vendido sem consideração pela privacidade e sem que os adolescentes tenham conhecimento disso.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No caso da sextorsão, a pessoa é ameaçada e extorquida para obter dinheiro ou forçá-la a fazer algo em troca de não divulgar as imagens ou vídeos íntimos.

Na vingança pornográfica, material íntimo não consentido é divulgado em redes sociais, serviços de mensagens instantâneas ou qualquer outro tipo de mídia social onde informações são compartilhadas. O Código Penal considera a vingança pornográfica como um tipo de extorsão. Geralmente ocorre após rompimentos ou brigas, quando uma das pessoas envolvidas divulga publicamente material íntimo sem o consentimento da outra com a intenção de causar dano. Geralmente é um crime cometido por homens.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Este crime ocorre principalmente contra adolescentes e mulheres, portanto, constitui violência de gênero digital. Trata-se de qualquer ato de violência cometido, assistido ou agravado pelo uso de tecnologias de informação e comunicação (telefones celulares, internet, redes sociais, jogos online, mensagens de texto, e-mails, etc.) contra uma mulher, menina, adolescente ou pessoa LGBTQIA+ simplesmente por ser quem é. A violência de gênero digital não é mais do que uma nova expressão da tradicional violência de gênero.

Em “Comunicação digital entre o prazer e o perigo”, um artigo de Martha Erika Pérez Domínguez, publicado em Comunicação e Sociedade em 2020, a autora explora as formas como os jovens de 15 a 19 anos de duas cidades mexicanas vivenciam e dão significado ao sexting. O artigo conclui que o sexting é uma prática coletiva, não individual, inserida em um contexto de relações de gênero e, portanto, de poder.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Isso significa que há uma nova forma de interação em termos práticos, mas as estruturas subjacentes são as mesmas. As que mais sofrem com a sextorsão e a vingança pornográfica são as adolescentes mulheres.

No estudo da UNICEF Espanha, 26,8% afirmam que alguns de seus contatos já enviaram fotos ou vídeos eróticos ou sexuais de si mesmos, o que é conhecido como sexting passivo. 11,4% reconhecem terem sido pressionados a enviar fotos e 8% o fizeram. Por fim, 3,7% foram chantageados com a ameaça de publicação, divulgação ou reenvio de fotos ou vídeos eróticos ou sexuais.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

De acordo com o estudo “Impacto do sexting em adolescentes e suas consequências psicológicas”, de Robinson Hermel Torres Mora, da Universidade Nacional de Chimborazo, Equador, o impacto psicológico é alto nos adolescentes devido às práticas de sexting, cujas consequências são múltiplas e variadas, incluindo ansiedade, nervosismo, agressão, baixa autoestima, depressão, desgaste emocional, tentativa e, muitas vezes, consumação de suicídio.

As vítimas apresentam sintomas que prejudicam a saúde emocional, afetando a autoestima, a concentração e o desempenho escolar. Os agressores também podem apresentar problemas de adaptação e interação social, comportamentos inadequados e/ou violentos, podem se tornar participantes de crimes e delitos, apresentam distanciamento dos objetivos escolares, baixo desempenho e abandono escolar, problemas emocionais, entre outros.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Diversos estudos e pesquisas de diversas geografias demonstram que o sexting é uma prática disseminada e naturalizada pelos adolescentes, e muitas vezes resulta em tragédias pessoais e coletivas, envolvendo frequentemente toda uma comunidade educacional. As vítimas de extorsão são principalmente mulheres.

As consequências psicológicas se refletem em quadros de ansiedade, depressão, isolamento social, baixa autoestima, baixo desempenho acadêmico, riscos de cyberbullying e grooming.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Da psicologia, promovemos a psicoeducação e a educação emocional, que envolvem o cuidado de si mesmo e do outro, bem como a educação sexual integral, como um quadro ético das práticas.

As campanhas de prevenção da violência, como a da KPN, são essenciais porque promovem a responsabilidade ética e sexual do uso das redes sociais, as causas e consequências psicológicas do sexting quando o cuidado com o outro não é observado.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Também é um chamado de atenção para as famílias, profissionais e comunidades para criarem redes integrais e articuladas de proteção e educação para os adolescentes. A violência de gênero também se manifesta no sexting quando acompanhada de ameaças, extorsões e assédio.

É muito importante ter em mente que a internet é como deixar a porta de casa aberta 24 horas por dia e que o tráfego é intenso e nem sempre agradável. Acompanhar as crianças e adolescentes nessa nova forma de socializar e se relacionar afetivamente é fundamental.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Isso implica em reflexão constante, reforço dos laços afetivos e comunicativos, desconstrução de práticas e narrativas machistas de instrumentalização das pessoas, desde a infância.

Este guia é destinado a mães, pais, famílias e professores para que possam ajudar e acompanhar meninas, meninos e adolescentes no cuidado e prevenção de situações de sexting na internet e nas redes sociais. Foi elaborado no âmbito do Programa Con Vos en la Web da Direção Nacional do Sistema Argentino de Informação Jurídica do Ministério da Justiça da Nação.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

* Sonia Almada: Licenciada em Psicologia pela Universidade de Buenos Aires. Mestre Internacional em Direitos Humanos para Mulheres e Crianças, Violência de Gênero e Intrafamiliar (UNESCO). Especializada em infância e juventude na América Latina (CLACSO). Fundou em 2003 a associação civil Aralma, que promove ações para a erradicação de todos os tipos de violência contra crianças e jovens e famílias. Autora de três livros: “La niña deshilachada”, “Me gusta como soy” e “La niña del campanario”.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Ciro Gomes precatórios

Política

Em entrevista ao jornal O Globo, o ex-candidato à presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, expressou sua opinião sobre a atual polarização política...

Entretenimento

Durante o show do cantor sertanejo Gusttavo Lima na última sexta-feira (24) em Cáceres, a aproximadamente 205 km de Cuiabá, uma fã tentou subir...

Alexandre de Moraes TSE Centro Desinformação Alexandre de Moraes TSE Centro Desinformação

Mídia

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, fez críticas a uma matéria publicada pelo UOL que abordava a estratégia da...

Brasil

 O médico anestesista Walter José Roberte Borges, de 50 anos, natural de Linhares, no Espírito Santo, está em estado vegetativo após sofrer um infarto...

Política

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Alexandre de Moraes, rejeitou o recurso do ex-presidente Jair Bolsonaro para que a decisão que o...

Hamas lança ataque Hamas lança ataque

Mundo

As Brigadas Ezzeldin al Qassam, braço armado do grupo Hamas, anunciaram no domingo um ataque maciço com foguetes contra Tel Aviv, marcando o primeiro...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

bolsonaro e moraes

Brasil

Neste domingo (26), o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) se pronunciou sobre a decisão do ministro Alexandre de Moraes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE),...

Brasil

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por intermédio da 3ª Promotoria de Justiça de Itaperuna, Rio de Janeiro, apresentou denúncia...

Brasil

A rotina de 800 pessoas que dependem da travessia diária no Rio Forqueta entre os municípios de Travesseiro e Marques de Souza, no Vale...

Brasil

O prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, emitiu um apelo urgente aos moradores da cidade, instando-os a permanecer em casa e evitar deslocamentos desnecessários...

Brasil

Pesquisadores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul realizaram coleta de 92 amostras de água das enchentes na região metropolitana de Porto Alegre,...

Brasil

Um incêndio de grandes proporções atinge um prédio comercial no bairro Humaitá, na zona norte de Porto Alegre, na noite deste domingo. Os bombeiros...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit